Dê valor nas pequenas coisas e momentos

Uma pessoa com uma borboleta nas mãos

Compreenda a importância dos detalhes na vida cotidiana para ter uma vida mais plena!

Com a vida corrida do nosso cotidiano, a impressão que temos é de que o tempo passa em um piscar de olhos, não é mesmo? Acordamos cedo para mais um dia produtivo, preenchido com compromissos, e, quando menos esperamos, já é hora de voltar para casa, repousar novamente para recuperar as energias, e assim sucessivamente, dia após dia.

Vivemos apressados, mas, afinal, com que finalidade? O tempo é o bem mais precioso que temos, além de ser irreversível. Portanto, devemos utilizá-lo com a devida cautela e sutileza para que possamos desfrutá-lo da melhor maneira, em direção à verdadeira felicidade pessoal. Por isso, acompanhe-nos na reflexão a seguir, a fim de que você descubra a importância de dar valor às coisas simples e aos pequenos momentos, que, quando refletimos, percebemos que não são tão pequenos assim!

Cotidiano: quando a rotina nos impede de enxergar a felicidade

Sentir-se feliz e realizado é mais do que um desejo ou um objetivo: é uma necessidade inerente ao ser humano. Todas e quaisquer decisões e atitudes tomadas têm como base fundamental a busca pelo prazer, que remete às boas experiências, momentos de satisfação e alegria.

No entanto, cabe a nós refletir: será que estamos dedicando esforços e caminhando na direção certa, em busca do que nos faz verdadeiramente realizados? Talvez, a maior barreira limitante para enxergar com clareza o sentido dessa trajetória seja o “piloto automático” em que nos condicionamos, quase que inevitavelmente, devido ao estilo de vida que levamos — sempre lutando contra o tempo para alcançar o nosso estado desejado, tanto na vida pessoal como na vida profissional.

Esquecemos que a essência da felicidade está no trajeto, e não no destino. Com isso, deixamos de apreciar as pequenas coisas da nossa rotina. É na busca diária do nosso desenvolvimento que vivenciamos as experiências mais ricas. Não podemos ser felizes apenas nas linhas de chegada, mas também em todo o trajeto, na medida do possível. Assim, visite o futuro algumas vezes, mas esteja integralmente no aqui e agora — a única oportunidade de sermos o melhor que podemos ser!

Lembre-se sempre: o valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na sua intensidade!

5 princípios da Psicologia Positiva para valorizar melhor cada momento

Desde a Antiguidade, estuda-se sobre os fatores essenciais e contribuintes para a elevação do nível de felicidade do indivíduo e da sociedade. Esse compilado de estudos deu origem à chamada Psicologia Positiva, uma vertente da Psicologia que visa a compreender os elementos fundamentais para a plenitude individual. São 5 no total, conforme você vai conferir na sequência!

1. Emoções positivas

Compartilhar momentos de alegria com quem amamos é primordial para nos sentirmos mais felizes. Mantenha viva a sua criança interior, mesmo diante dos desafios e dificuldades da vida cotidiana. Estimule situações prazerosas que o façam rir e compartilhe essa alegria com as pessoas à sua volta. Devemos manter momentos de seriedade e distração sempre em equilíbrio.

Buscar a positividade, porém, não significa reprimir as emoções negativas. Vivencie esses sentimentos, como a raiva e a tristeza, pois eles também fazem parte da jornada de qualquer pessoa saudável. Apenas não permita que eles se tornem predominantes. Se isso acontecer, procure ajuda especializada.

2. Engajamento

Engajamento, na linguagem da Psicologia Positiva, significa estar completamente envolvido com a atividade que a pessoa estiver desempenhando no momento presente, o que chamamos no universo do coaching de “estado de flow.

Sabe quando você está conversando com alguém ou fazendo algo que lhe proporciona uma sensação de bem-estar e, sem perceber, as horas passam como se fossem apenas minutos? Isso é o flow — estado de fluxo, em que as suas energias e forças pessoais estão totalmente dedicadas àquele instante, sem preocupações com o passado ou com o futuro.

É uma experiência em que nos conectamos plenamente com as nossas potencialidades, entramos em harmonia com as nossas competências e passamos a vivenciar aquele momento com um alto nível de intensidade e espontaneidade, acessando a melhor versão de nós mesmos.

3. Relacionamentos

Entre os pilares responsáveis pela manutenção da felicidade, estão os nossos relacionamentos e a boa qualidade deles. Cultive-os! Dedique um tempo de qualidade à família, ao cônjuge, aos amigos e aos colegas de trabalho. Simples detalhes; como um sorriso, um bom dia, um abraço repleto de boas energias, a preocupação com o dia da pessoa amada, a gratidão e a generosidade; fazem toda a diferença! Estabeleça relações significativas , com companheirismo e apoio mútuo.

4. Significado

Você tem clareza sobre a sua missão de vida? As suas ações diárias estão congruentes com o seu propósito? O seu trabalho contribui para a construção do seu legado? O que, efetivamente, na prática, evidencia a sua evolução enquanto ser humano?

No fim, o que importa é saber que deixamos a nossa contribuição para um mundo melhor, mesmo que as nossas atitudes impactem somente as pessoas com as quais estamos conectados de alguma forma. Mesmo nessas circunstâncias, produziremos uma influência social significativa.

5. Realização

Para levar uma vida com mais sentido e qualidade, é preciso pautar-se em metas e objetivos. A partir deles, temos maior clareza sobre onde estamos, quem somos, onde queremos chegar e quem queremos ser.  Trata-se de um norte sobre os passos necessários para o alcance desse estado desejado, o EU ideal.

Vale ressaltar, ainda, que, para atingir esse estado de plenitude, não devemos abdicar das nossas experiências presentes. Muito pelo contrário: necessitamos apreciá-las devidamente, pois cada momento apresenta um poder substancial no nosso processo evolutivo. Conforme citamos acima e agora reforçamos, ser feliz não deve ser apenas cruzar a linha de chegada, mas também aproveitar os momentos da caminhada, mesmo que ainda estejamos distantes dos objetivos.

E você, ser de luz, tem conseguido dar valor às pequenas coisas e momentos? Em quais aspectos você ainda precisa melhorar? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds