O valor da era digital na formação corporativa

Era digital Era digital na formação corporativa

 

Em plena era digital, quem se adapta consegue chegar mais longe na carreira profissional. Por isso, tornou-se imprescindível aprender como utilizar as novas ferramentas disponíveis para ter um desempenho alinhado com as expectativas das empresas. O impacto que as novas tecnologias tiveram na forma como as organizações trabalham foi significativo, alterando assim os contornos da formação corporativa.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Era digital: inúmeras possibilidades para aprender

O advento e difusão das tecnologias contribuiu para o surgimento de novos modelos de educação, atualmente é possível informar-se a respeito de qualquer tópico através do Google ou aprender como fazer algo por meio de um vídeo do YouTube. As pessoas podem se tornar muito mais especializadas em suas áreas com apenas alguns cliques.

Contudo, é necessário entender até que ponto é positivo utilizar essa torrente de informações e quando chega o momento de optar por uma qualificação tradicional. As duas coisas podem e devem coexistir no universo corporativo. O equilíbrio é crucial para ser um profissional qualificado e atualizado com as novidades da sua área.

Quem é o profissional inserido na era digital?

Você consegue imaginar a sua vida sem o seu smartphone? Provavelmente sua resposta foi não, pois o celular deixou de ser um simples telefone para se tornar a agenda pessoal, o dispositivo de consulta de e-mail, o assistente pessoal para tirar dúvidas, o meio de diversão e distração, entre outros. No entanto, há uma década não se tinha essa dependência. A evolução na era digital é muito rápida e quem não consegue acompanhar acaba ficando pelo caminho.

Para se ter uma ideia, um indivíduo desbloqueia 9x a tela do celular por hora e não tem paciência para assistir a um vídeo com mais de 4 minutos de duração. De acordo com uma estimativa, os profissionais dedicam em média apenas 1% do seu tempo semanal para algum tipo de imersão de qualificação. Um tempo significativamente curto, algo em torno de 24 minutos. Cerca de 2/3 dos colaboradores acredita não ter tempo para concluir as suas tarefas durante o expediente.

A partir dos tópicos que abordei acima, fica claro que o mercado profissional ainda não está aproveitando ao máximo o potencial que a tecnologia e a era digital oferecem. Saber como direcionar o uso das ferramentas para chegar a colaboradores mais preparados para enfrentar os desafios cotidianos é essencial para ter organizações mais fortes nas próximas décadas.

Como a era digital pode influenciar na formação corporativa

A primeira questão a ser desconstruída ao perceber que se está vivendo em plena era digital é entender que o foco não pode estar no professor, os alunos precisam ser entendidos como a parte mais relevante nesse processo. Com a possibilidade de ter acesso a informações na palma da mão, não se pode mais subestimar o arcabouço de conhecimentos dos alunos.

Entendendo que esses indivíduos podem e devem contribuir para a construção de um processo de conhecimento mais rico, fica mais simples integrar as tecnologias à formação corporativa. A tendência é que, daqui alguns anos, processos convencionais de ensino sejam substituídos por metodologias focadas no uso de algoritmos, conteúdos digitais e novas tecnologias.

O profissional que está disposto a desenvolver ao máximo seu potencial na era digital compreende que está em constante aprendizado, de maneira a investir mais tempo na sua preparação. Não haverá mais a ideia de que, ao terminar uma graduação ou uma pós-graduação, chegou ao fim o processo de aprendizado, cada vez mais o indivíduo dedicará seu tempo a buscar por informações, assim, a qualidade do trabalho tende a aumentar.

Transmissão de conhecimento simultâneo

A possibilidade de conectar várias pessoas ao mesmo tempo a uma informação é potencialmente transformador. As companhias que estão utilizando tecnologias para estabelecer tal conexão têm obtido ótimos resultados em médio e longo prazo. Treinamentos e disponibilização de palestras em plataformas de acesso online têm permitido levar informações pertinentes para um número maior de funcionários.

Esse é um dos tópicos mais interessantes quando se aborda os caminhos que podem ser seguidos pela formação corporativa em tempos de uso extensivo da internet. Criar mais possibilidades para esse compartilhamento de informações é necessário para obter grupos de colaboradores mais fortalecidos para enfrentar desafios variados. Essa é uma tendência que certamente vai estar presente no dia a dia de quase todas as empresas daqui algum tempo, começar a usá-la e usufruir dos seus benefícios antes é realmente muito positivo.

Treinamentos presenciais podem ser excludentes

Algo que se percebeu ao longo dessa década é que o uso de treinamentos online tem ajudado a distribuir o conhecimento para mais pessoas do grupo. Quando o foco está em oferecer capacitação profissional presencial se perde a chance de integrar mais pessoas. Nem todos os colaboradores têm a disponibilidade de sair de suas funções para participar das atividades.

Ainda que os participantes transmitam parte do conhecimento para aqueles que não estavam presentes, não será a mesma coisa. A possibilidade de vivenciar e discutir posteriormente com os colegas a respeito dos conhecimentos adquiridos é algo realmente insuperável. A formação corporativa precisa chegar a um nível mais democrático e incluir todos os envolvidos no processo de construção da corporação.

Adoção de uso da tecnologia no dia a dia

Para iniciar esse processo de transição rumo ao uso da tecnologia como ferramenta de difusão de conhecimento, é imprescindível adotar o uso de ferramentas tecnológicas no dia a dia corporativo. Basicamente, isso significa otimizar alguns processos, algo que, além de tornar a companhia mais produtiva e contribuir para a sua economia, ajuda a fazer com que os profissionais estejam familiarizados com esse estilo de comunicação.

Ferramentas de comunicação, como uma rede social na intranet e softwares de gerenciamento de projetos com atualização em tempo real, representam um excelente começo. Há, ainda, a possibilidade de contar com a automatização de alguns processos, de maneira a liberar os funcionários para focar em atividades que demandem mais da sua criatividade. A demonstração de que se pode ter alinhamento entre a tecnologia e o fazer cotidiano é o começo da construção de um ambiente pautado pelo uso desses recursos.

O valor do bom uso das ferramentas tecnológicas

Uma questão bastante debatida, desde que as tecnologias se tornaram mais presentes na vida das pessoas, é o tempo que se passa diante de algum recurso digital. Realmente, pode não ser exatamente saudável passar longas horas diante de uma tela emissora de luz branca, como a dos smartphones e notebooks, mas não se pode negar os seus pontos positivos.

Assim como qualquer outra coisa na vida é importante ter equilíbrio, ou seja, saber a dose certa de uso das ferramentas tecnológicas. Isso vale também para a inclusão do universo digital dentro das companhias. Os recursos devem ser usados com o máximo de moderação possível para se chegar a resultados coerentes com as necessidades e que ainda tenham o brilho da criatividade dos processos mais livres.

De vez em quando, é interessante manter a realização de palestras presenciais e de dinâmicas de grupo. Considere o alcance do tema em questão, quando se tratar de um conhecimento específico de uma área da companhia pode ser interessante apostar no presencial. Esses momentos permitem uma interação mais próxima entre os colaboradores, bem como garantem uma troca diferente de experiências. Tratando-se de um conhecimento relevante para um número maior de colaboradores, vale a pena o uso de uma plataforma digital.

Acompanhar para não ficar para trás

Conseguir acompanhar o ritmo das mudanças tecnológicas é fundamental para não ficar para trás em relação à concorrência. Tenha certeza que tudo aquilo que sua companhia não faz para se estabelecer será feito por outras empresas. Manter seus funcionários devidamente qualificados e atualizados com as mudanças tecnológicas do seu setor é necessário.

Não se pode deixar o tempo passar e não ficar de olho em mudanças que alteram a lógica do mercado. O que faz da sua empresa líder de mercado hoje pode ser o mesmo que a tornará ultrapassada amanhã. Ter esse cuidado em manter um fluxo de atualização e capacitação constante, aproveitando as possibilidades geradas, é um diferencial para que sua organização se consolide em médio e longo prazo. Ninguém quer ficar para trás e, para que isso não aconteça, é essencial saber usar as ferramentas que se tem a disposição.

Universidades podem mudar no futuro?

A resposta para essa pergunta é que, na verdade, as universidades já estão mudando, o número de graduações e pós-graduações de ensino à distância deu um salto nos últimos anos. No futuro, é bem provável que esse recurso de preparação sem a necessidade do presencial se torne ainda mais consolidado. As tecnologias tendem a ser ainda mais aperfeiçoadas, garantindo mais qualidade de ensino.

O modelo das universidades do futuro tende a ser diferente, permitindo uma maior integração entre os alunos e os conteúdos a serem aprendidos. Os profissionais chegarão ao mercado com mais conhecimento e expertise para ampliar seu arcabouço de compreensão da sua área de atuação. O futuro do aprendizado universitário tende a ser mais especializado e, certamente, boa parte das crianças de hoje trabalharão em funções que ainda nem existem.

E você, qual sua opinião a respeito da era digital na formação corporativa? Deixe seu comentário abaixo!

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Copyright:  https://pixabay.com/

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010