Coaching Integral, Você sabe o que é?

Palavra coaching

O coaching integral é benéfico em qualquer momento da vida.

Que o coaching é uma metodologia que permite que as pessoas alcancem os seus objetivos em um prazo de tempo acelerado e com muito mais facilidade, isso você já está mais do que ciente, não é mesmo? Trata-se, na verdade, de um conjunto de técnicas e ferramentas que permitem que a pessoa conheça melhor a si mesma e consiga atingir metas específicas.

No entanto, o coaching também pode ser empregado como uma ferramenta mais geral, de modo a produzir mais qualidade de vida e sucesso em todas as áreas: pessoal, profissional, acadêmica, familiar, amorosa, espiritual, financeira etc. Neste caso, estamos falando do coaching integral. Para saber mais sobre essa modalidade, continue a leitura deste artigo!

O que é o coachng integral?

Coaching Integral é uma modalidade do coaching que compreende o estudo sistêmico do cliente. Isso quer dizer que o foco do processo vai além do entendimento e da definição de seus estados (o atual e o desejado), uma vez que constitui uma abordagem ainda mais completa no que tange à compreensão das suas ações no passado, no presente e de suas influências no futuro.

Ainda que a nomenclatura seja diferente, de modo geral, o coaching integral, assim como os outros modelos de coaching existentes, oferece todo o suporte para que o coachee (cliente) possa definir de forma eficaz os seus objetivos. Assim definidos, o coach buscará as melhores estratégicas e ferramentas para apoiar o seu cliente para alcançar efetivamente os resultados desejados.

Quais são as indicações do coaching integral?

Resumidamente, podemos afirmar que o coaching integral é recomendado a qualquer ser humano que deseja potencializar as suas forças, fortalecer-se nos seus aspectos não tão desenvolvidos e ser feliz nas diferentes áreas da vida. Dessa forma, ele é indicado para:

  • Alinhamento dos objetivos pessoais e profissionais;
  • Definição da missão e do propósito de vida (legado);
  • Eliminação de problemas de comunicação e relacionamento;
  • Potencialização de competências profissionais, emocionais e comportamentais;
  • Eliminação de crenças e comportamentos sabotadores.

Quais são os diferenciais desse tipo de coaching?

O coaching integral, ao contrário dos outros tipos, não tem o objetivo de trabalhar uma área específica da vida em que o coachee deseja alcançar um objetivo. Na verdade, ele se ocupa de uma formação mais generalista, que permite que o indivíduo consiga aplicar os aprendizados e desenvolver-se por igual em todas as áreas da vida.

Dessa forma, as teorias que embasam esse tipo de coaching são oriundas de diferentes áreas do conhecimento. Entre elas, podemos citar a psicologia positiva, a psicologia cognitivo-comportamental, a sociologia, a antropologia, a filosofia, a física quântica, a teoria dos sistemas, a pedagogia, a administração, a gestão de pessoas e a ética.

Como ocorre o processo?

O processo de realização das sessões em si é bastante parecido com o coaching tradicional, feito por meio de encontros (geralmente semanais) entre o coach e o coachee. O objetivo do coaching integral é combinar os elementos da alta performance com os elementos da inteligência emocional, de modo que a pessoa possa ser produtiva e, ao mesmo tempo, feliz em todos os campos da sua existência.

Os elementos da alta performance são bastante conhecidos do coaching tradicional, como a organização, o planejamento estratégico, a definição de objetivos e metas, a produtividade, a administração do tempo e o progresso contínuo.

Já entre os elementos da inteligência emocional, podemos citar a desconstrução das crenças limitantes, a ressignificação das experiências da vida, o desenvolvimento de crenças novas e mais funcionais, a administração das emoções, o fortalecimento da resiliência e a dessensibilização diante de traumas e bloqueios.

Trata-se de um processo de imersão em si mesmo, ou seja, que visa ao autoconhecimento de forma generalizada, para que o indivíduo reflita sobre os acontecimentos da sua vida, modifique os padrões disfuncionais, extraia aprendizados e consiga conduzir a sua jornada de uma maneira cada vez melhor.

A principal ferramenta: a roda da vida

A base do processo do coaching é integral é uma ferramenta conhecida como “roda da vida”. Trata-se de uma representação gráfica de autoconhecimento, em que o indivíduo deve avaliar 4 grandes áreas da sua vida (pessoal, profissional, relacionamentos e qualidade de vida), subdivididas em 12 pequenas áreas.

As pequenas áreas são: saúde e disposição, desenvolvimento intelectual, equilíbrio emocional, realização e propósito, recursos financeiros, contribuição social, família, desenvolvimento amoroso, vida social, criatividade/hobbies e diversão, plenitude/felicidade e espiritualidade.

O coachee deve avaliar cada uma dessas áreas na primeira sessão do coaching integral e uma vez mais na última sessão, de modo que seja possível mensurar o progresso em cada área. São atribuídas notas de 1 a 10, permitindo que o coachee e o coach identifiquem quais são as áreas que geram maiores incômodos, dando início ao processo de reflexão e transformação — mas tendo em vista que todas elas são trabalhadas nessa modalidade específica de coaching.

Para quais momentos da vida o coaching integral é benéfico?

Na verdade, o coaching integral é vantajoso em qualquer momento da vida, tendo em vista que a abordagem sistêmica possibilita que o indivíduo reflita e se transforme de forma integrada para agir e colher os resultados das suas ações. Contudo, é fato que a modalidade é especialmente indicada para:

  • Profissionais que desejam reestruturar a vida profissional, mudar de carreira ou mesmo aposentar-se;
  • Pessoas que estejam passando por momentos de crise em sua vida pessoal;
  • Aqueles que buscam melhorias nas relações afetivas e familiares;
  • Indivíduos que desejam desenvolver novas competências e habilidades comportamentais;
  • Todo aquele que quer melhorar a comunicação interpessoal e aprender a ouvir na essência.

Como podemos perceber, o coaching integral trabalha tanto aspectos pessoais como profissionais, permitindo que o cliente consiga eliminar problemas e crenças limitantes, potencializar competências, melhorar comportamentos e alinhar os seus interesses de maneira coesa e equilibrada.

Esse trabalho sistêmico contribui para que o coachee também defina a sua missão de vida e possa direcionar as suas ações de acordo com o seu propósito, valores pessoais e crenças. Todos esses fatores, de forma integrada, permitirão o alcance de resultados extraordinários.

Gostou deste artigo? Então, por que não entrar em contato com o IBC e começar a sua transformação agora mesmo? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010