Descubra o que é competência profissional

A competência indica aptidão, conhecimento ou capacidade em alguma área específica.

A palavra “competência” está associada à qualidade de quem é capaz de apreciar e resolver determinado assunto ou realizar determinada tarefa. Na prática, a competência diz respeito à aptidão, habilidade e capacidade de resolver problemas. A competência pressupõe uma ação que agrega valor diante de novas situações.

A competência profissional remete à ideia de capacidade, soma de conhecimentos ou habilidades. Dessa forma, espera-se que o profissional dotado de competências encontre mais facilidade para se colocar no mercado de trabalho.

Um dos significados atribuídos à competência diz respeito à aptidão profissional que as empresas desejam em seus colaboradores. Esse tipo de competência é voltado para o atendimento das necessidades empresariais, especialmente as de caráter urgente e imediato. Em geral, quem apresenta essas competências consegue emprego com mais rapidez e facilidade, além de ter mais chances de progredir e ser bem-sucedido.

Você se acha uma pessoa competente? Não responda agora! Continue lendo o texto para saber mais!

Quais são as competências exigidas no mercado de trabalho?

Com a elevada competitividade do mercado, não basta apenas dominar a parte técnica exigida para ocupar determinado cargo em uma empresa. É necessário que o profissional também apresente algumas competências comportamentais consideradas essenciais para as empresas.

Conheça os comportamentos e atitudes apreciados no mercado e que estão cada vez mais valorizados pelas empresas:

1. Manter-se atualizado

Buscar constantemente por aperfeiçoamento, conhecimento e inovação é uma característica que deveria fazer parte da vida de todo mundo, principalmente de quem já ou ainda está no mercado de trabalho. É essencial buscar educação contínua e procurar referências para aprender mais. Além de ser benéfico para você mesmo, os gestores olham isso de forma positiva, pois você agrega mais valor ao trabalho que entrega.

2. Mostrar-se disponível, ser prestativo e ajudar sempre que possível

Não é preciso estar disponível 24 horas por dia 7 dias por semana. Porém, é essencial estar disponível dentro do seu horário de trabalho e talvez em outros momentos previamente combinados. De qualquer forma, dentro do horário que é preciso, demonstre que você está com vontade de ajudar e que fará o possível para que isso aconteça. Não espere que alguém te peça para fazer algo que você sabe que precisa ser feito. Arregace as mangas e mostre proatividade.

3. Saber ouvir

Escutar o que a pessoa diz e concordar com a cabeça não significa obrigatoriamente compreendê-la, é preciso fazer a escuta ativa. Isso significa que você deve compreender o que a pessoa diz mostrar-se interessado e até questionar, caso tenha dúvidas. Saber ouvir é importante, seja com gestores, colegas, parceiros ou clientes. Quanto mais clara for a comunicação, menos erros ocorrerão no trabalho a ser desenvolvido.

4. Ser comprometido

Não adianta nada ser um profissional com excelentes habilidades técnicas, mas abusar de faltas, atrasos e descumprimentos de prazos para as tarefas. Além disso, ser comprometido não se trata apenas de fazer o que se pede, mas de fazê-lo da melhor maneira possível. O bom funcionário é aquele que age como se a empresa lhe pertencesse.

5. Saber trabalhar em equipe

É essencial criar boas relações interpessoais e ainda saber trabalhar e conviver com os membros da sua equipe e de outras. O trabalho em equipe consiste em entender que cada indivíduo tem suas características e saberes, de modo que as atividades sejam distribuídas conforme essas aptidões. Numa equipe, ninguém é mais importante do que ninguém. Todas as peças são essenciais para que a engrenagem funcione, o que só ocorre quando há harmonia e cooperação.

6. Ser flexível

Não é possível estar certo 100% do tempo, portanto, esteja aberta as novas possibilidades e a mudanças de decisões. Além disso, a mudança constante é uma característica de nossos tempos. Isso significa que devemos estar preparados para tudo, inclusive para lidar com os imprevistos. Flexibilidade significa adaptar-se a novos cenários, novas tecnologias, novos saberes, novos desafios.

7. Ter uma boa gestão do tempo

Não é fácil, mas é essencial saber gerenciar o número de atividades com o tempo que você tem disponível, sempre considerando o prazo de entrega. Hoje em dia, todo profissional precisa organizar sua agenda com antecedência para que consiga dar conta de suas obrigações com tranquilidade e qualidade, sem correria. Além disso, também é essencial definir critérios para estabelecer prioridades entre aquilo que for demandado.

8. Saber se comunicar de maneira clara e objetiva

Já citamos há alguns parágrafos a importância de saber ouvir. A boa comunicação envolve respeito, clareza, assertividade e entendimento, o que se faz tanto ao ouvir quanto ao falar. Seja numa comunicação falada ou escrita, seja o mais claro possível, pormenorizando cada informação para que nenhum dos receptores fique em dúvida. Num ambiente de trabalho, informações incompletas ou confusas são sempre as principais causas de erros.

9. Vender suas ideias e ter capacidade de persuasão

Com boa comunicação é possível vender suas ideias com mais argumentos fortes. A persuasão é uma habilidade que se adquire com o tempo e muito esforço. Isso vai ajudar no seu poder de negociação junto a colegas, chefes, parceiros e clientes. Seja claro, sucinto e planeje a utilização de seus argumentos.

10. Evitar fofocas

Ninguém merece perder um tempo valioso de trabalho falando mal da vida dos outros, não é verdade? Evite esse tipo de conversa, pois, além de ser perda de tempo, é um exemplo de julgamento, sem que de fato conheçamos as pessoas envolvidas. É um comportamento antiético, imoral e superficial. Dedique seu tempo às coisas que realmente importam.

11. Agir com bom humor

Por fim, lembre-se sempre de manter o bom humor, pois, com ele, você é capaz de deixar o ambiente mais leve e de fazer o trabalho fluir com mais facilidade. Além disso, pessoas bem-humoradas focam em resultados, e não em problemas, permitindo que a convivência diária com colegas seja sempre prática e harmoniosa.

Dica extra: conheça os benefícios do Coaching

O coaching é uma excelente ideia para quem deseja desenvolver suas competências profissionais. Com ferramentas eficazes, o método descobre o que há de melhor em cada indivíduo e o ajuda a empregar esses atributos de uma forma que se tornem benefícios, tanto no ambiente do trabalho quanto para fora dele.

No Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), há diversas formações para diferentes perfis profissionais e diferentes momentos de carreira e de vida pessoal. O Business and Executive Coaching (BEC) é o único curso de coaching que também é pós-graduação, ajudando no empoderamento e no desenvolvimento constante de profissionais.

A formação auxiliará o profissional, a se autoconhecer, estabelecer metas, criar e sustentar relacionamentos interpessoais, construir e cumprir planejamentos possíveis, criar e executar planos de ação, participar ativamente do plano tático da empresa e ter atuação de destaque na gestão de mudanças.

Com resultados em curto, médio e longo prazo, o BEC será essencial para o aperfeiçoamento das habilidades de comunicação, delegação e negociação; assessments para o mundo empresarial; desenvolvimento das próprias competências; entendimento das características que podem estar sabotando o indivíduo em seu dia a dia; mudança comportamental efetiva; aprendizado de boa liderança, gestão em diferentes contextos e desenvolvimento profissional contínuo.

Para assimilar todo esse novo conhecimento, o Instituto Brasileiro de Coaching trabalha com uma metodologia original, criando um ambiente 100% corporativo e no formato de imersão. A ideia é que realmente você mergulhe nessa ideia para aproveitar conteúdos teóricos aliados às vivências, com dinâmicas relacionadas ao mundo dos negócios.

Durante a formação, o IBC prepara um jogo que simula o mercado de trabalho, a competitividade, os desafios dos líderes, a criação de equipes, a construção de estratégias e outras situações do dia a dia das empresas. Essa é uma das maneiras pelas quais você sentirá como o coaching pode ensinar e mudar a sua vida.

Saiba valorizar suas competências e busque desenvolver os pontos nos quais você tem alguma dificuldade. Com o coaching, você verá que esse é só o primeiro passo de um caminho de sucesso. Dessa forma, você só tem a ganhar!

E agora: já sabe responder se é competente? Escreva sua resposta nos comentários! Aproveite para compartilhar o texto com os amigos.

Imagem: Peshkova / Shutterstock

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds