Entenda a importância do gerenciamento de crise para as empresas

Homem apontando para tela do computador e outro homem analisando o conteúdo da tela

O gerenciamento de crise é essencial para manter a empresa atuante no mercado após um momento de turbulência.

A alta complexidade do meio corporativo faz com que seja normal, em algum momento, as empresas passarem por períodos desafiadores. É nesse contexto que se encontra o gerenciamento de crise, que visa reduzir os prejuízos do negócio.

Certos fatores, por mais simples que sejam, podem contribuir para um cenário problemático. A crise pode ser gerada por um momento de falha, que posteriormente é capaz de causar conflitos internos, ameaçar a imagem e reputação da empresa e, consequentemente, acarretar problemas financeiros ao empreendimento.

Continue a leitura para entender melhor o que é o gerenciamento de crise e qual a sua importância para as empresas.

Comece a ter o

Destaque

que você merece!

Preencha os campos abaixo para receber o e-book.

O que é o gerenciamento de crise e qual a sua importância?

O gerenciamento de crise tem como objetivo reduzir e excluir os impactos causados por determinado momento de desequilíbrio, para que, assim, a empresa tenha o mínimo de prejuízo possível, sejam eles referentes à sua imagem ou financeiros. Para tanto, é necessário que a organização reavalie suas estratégias e desenvolva ações junto aos gestores.

Uma crise pode acontecer tanto na parte organizacional da empresa, quanto fora, como por exemplo, por causa de mudanças no mercado em que atua, acidentes, falsificação de produtos, entre outros problemas.

Na prática, diversas empresas falham ao enfrentar alguma crise. Primeiramente, elas não tomam medidas para se prepararem caso algum impacto ocorra. Administrar um momento como esse não diz respeito apenas à crise em si, mas sim a planejar ações iniciais caso algo ocorra. É preciso estar preparado antes mesmo que a situação aconteça.

Outro fator existente, é que as empresas demoram a tomar as medidas necessárias para eliminar uma crise, o que acaba agravando a situação. Mais uma falha das organizações em momentos como esse costuma ocorrer na área da comunicação. Em uma crise, o ideal é que a empresa dê explicações a seus stakeholders, não omita ou distorça informações e esteja aberta a responder qualquer questionamento.

Problemas que o gerenciamento de crise pode evitar

A ideia de contar com uma equipe de gerenciamento de crise é se precaver em relação ao que for possível e encontrar soluções rapidamente quando um problema acontecer. Assim, torna-se possível evitar ou minimizar consequências bastante graves para qualquer organização, independentemente do seu tamanho.

Algumas das consequências que podem ser evitadas com um bom gerenciamento de crise são: perda de confiança por parte dos fornecedores, investidores e clientes; diminuição do fluxo de caixa; perda do diferencial competitivo, o que abre espaço para empresas do mesmo nicho; aumento nos custos operacionais etc.

Como realizar um gerenciamento de crise eficaz?

A seguir, iremos compartilhar algumas dicas de como realizar um gerenciamento de crise que resulte na redução de prejuízos para a sua empresa. Acompanhe!

1. Monitoramento das ações da empresa

O gerenciamento de crise deve estar ativo antes mesmo que um problema surja. Monitorar as ações da empresa garante que a mesma esteja preparada caso alguma crise aconteça. O ideal é não esperar que o momento crítico se estabeleça, mas sim, simular possíveis cenários de crise e planejar as devidas ações para lidar com a situação.

Essa ação tem o benefício que, enquanto se pensa em possíveis problemas, a empresa pode encontrar maneiras de evitá-los. Perceba que o gerenciamento de crise bem feito ajuda também na prevenção de uma série de situações prejudiciais.

2. Plano de continuidade do negócio

Uma crise pode afetar diretamente o relacionamento da organização com o seu público-alvo. Portanto, é necessário que a empresa estabeleça um plano de continuidade do negócio, para que os processos essenciais para o seu funcionamento não sejam impactados.

Um caso ligado a um problema com um fornecedor, por exemplo, pode levar a uma paralisação da produção, o que terá como consequência atrasos nos pedidos e de faturamento. Em uma organização existem diversos tipos de problemas capazes de gerar uma reação em cadeia, por isso é tão importante se precaver.

3. Comunicação com a comunidade

É necessário identificar e anunciar quem são as pessoas dentro da organização autorizadas a falar sobre a crise para a comunidade e decidir ações para conter seu impacto. Informações sobre o problema precisam ser repassadas em tempo real e de forma exata, para que, assim, nenhum dado seja distorcido e se abra espaço para especulações. Isso garantirá que a empresa passe confiança à sociedade.

Dependendo do tipo de situação e do tipo de empresa, essa comunicação pode ser feita através das redes sociais. Dar essa satisfação ao público demonstra respeito por ele e evita o famoso disse-me-disse, que é capaz de causar ainda mais prejuízos ao empreendimento. Lembre-se sempre que nada convence mais do que a verdade.

4. Agilidade na tomada de decisão

A empresa deve agir de forma rápida, para que a crise não afete sua reputação e rentabilidade ou, se isso for inevitável, que seja o mínimo possível. O setor de gerenciamento de crise existe exatamente para que essa agilidade não seja sinônimo de ações impulsivas e sem planejamento.

Apenas consegue agir com rapidez e confiança o negócio que se preparou para lidar com possíveis problemas. Esse é o grande diferencial dos empreendimentos que conseguem dar a volta por cima rapidamente em relação a aqueles que esperam a crise chegar para somente depois traçar um plano.

5. Identificação de oportunidades de recuperação

Por mais desafiadoras que se mostrem na maior parte dos casos, crises podem trazer oportunidades. Assim como na vida pessoal, em meio a um momento turbulento, muitos descobrem uma força que ainda não conheciam. Afinal, essas experiências nos forçam a sair da zona de conforto e nos redescobrirmos.

Sair de uma crise por meio de uma oportunidade fortalecerá a reputação da empresa e garantirá confiança entre os clientes e parceiros de negócios. Mas, para isso, é preciso manter a serenidade, que é um tema sobre o qual falaremos mais no próximo tópico.

6. Manter a calma e passar confiança à equipe

Para muitos, uma crise é sinônimo de desespero, de não saber como agir para resolver a situação. Contudo, esse tipo de postura serve apenas para desequilibrar toda a equipe, fazendo com que vencer esse obstáculo se torne ainda mais desafiador.

Considerando tudo isso, é de extrema importância que os responsáveis pelo gerenciamento de crise e gestores se mantenham calmos. Afinal, o problema já aconteceu e ficar se lamentando não irá resolvê-lo. É preciso manter as ideias em ordem e unir forças para que as melhores soluções possíveis sejam encontradas.

7. Planejamento para o pós crise

O término da crise não significa que os desafios acabaram. Com todo o desgaste sofrido, esse é o momento para ações como:

  • Coletar dados;
  • Gerenciar as finanças;
  • Identificar os pontos positivos e os pontos negativos da crise;
  • Colocar as ações estipuladas em prática;
  • Resgatar a imagem da empresa e a reputação com os clientes.

Através desse tipo de atitude a empresa estará ainda mais preparada para um eventual problema no futuro ou, melhor, para evitar que algo parecido se repita.

O gerenciamento de crise é fundamental para toda empresa

Se faz totalmente necessário que toda empresa, independentemente do seu porte, esteja preparada para um momento de crise. Afinal, não importa a magnitude, passar por uma situação crítica sem o devido preparo é sinal de que a empresa também não está pronta para enfrentar o mercado e tudo o que ele engloba.

O Coaching é uma metodologia abastecida de ferramentas capazes de auxiliar a empresa no gerenciamento de crises, proporcionando que a organização se restabeleça no mercado em que atua, bem como garanta a sua imagem e confiança perante o público-alvo.

Frases sobre gerenciamento de crise para refletir

Para finalizar, fique com algumas frases inspiradoras que falam sobre o gerenciamento de crise para empresas e sua importância.

1 – “Na gestão de crises, seja rápido com os fatos e lento com a culpa.” – Leonard Saffir.

2 – “Em uma crise, não se esconda atrás de nada e nem de ninguém. Os problemas vão encontrar você de qualquer maneira.” – Bear Bryant.

3 – “Quando escrita em chinês, a palavra ‘crise’ é composta por dois caracteres. Um representa perigo e o outro representa a oportunidade.” – John F. Kennedy.

4 – “O segredo da gestão de crises não é colocar o bem versus o mal, é evitar que o mal piore.” – Andy Gilman.

5 – “A crise com a qual você mais precisa se preocupar é aquela que você não vê que está chegando.” – Mike Mansfield.

6 – “Não espere estar em meio a uma crise para bolar um plano de crise.” – Phil McGraw.

7 – “Perder a cabeça em meio a uma crise é uma boa maneira de se tornar a crise.” – CJ Redwine.

Você conhece alguma empresa que passou por uma crise em sua gestão? Sabe quais ações ela tomou para sair desse momento crítico? Comente abaixo e compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais!

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010