Entenda o tempo de Chronos e Kairós

Chronos é o senhor do tempo, enquanto Kairós representa o tempo que não pode ser controlado.

Chronos é o senhor do tempo, enquanto Kairós representa o tempo que não pode ser controlado. Para os gregos antigos, o primeiro significava o tempo cronológico, enquanto o segundo se referia à qualidade do tempo vivido, algo que não pode ser medido através de números.

Ao longo do artigo iremos explicar melhor os conceitos de Chronos e Kairós, incluindo a história da mitologia grega que os originou. Continue a leitura e aproveite para refletir a respeito da sua relação com o tempo.

Conheça a história de Chronos e Kairós

Na mitologia grega, Chronos (Cronos) é o Deus do Tempo, uma grandeza que pode ser medida por horas, minutos, dias, semanas, meses e anos. Sua força é implacável e não pode ser detida, e tudo o que é conquistado nesse tempo é efêmero e findável.

Chronos casou-se com sua irmã Reia, com quem teve seis filhos: Hades, Poseidon, Hera, Deméter, Héstia e Zeus. Temendo a concretização de uma profecia, que dizia que ele seria tirado do poder por seus filhos, Chronos engoliu todos eles logo após o nascimento. O único que se salvou foi Zeus, após Reia enganar o marido e entregar a ele um pedaço de pano para ser engolido no lugar do filho.

Já adulto, Zeus deu uma poção mágica a seu pai, fazendo com que Chronos vomitasse todos os outros filhos e, finalmente, libertá-los. Por ter derrotado Chronos, que simbolizava o tempo, Zeus e seus irmãos tornaram-se imortais. Kairós era o filho mais novo de Zeus e de Tique, a deusa da sorte e da fortuna.

Descrito como um jovem belo e com apenas um tufo de cabelo na testa, Kairós era um atleta tão ágil que era praticamente impossível persegui-lo. Entre os romanos, ele recebeu o nome de Tempus, que representa aquele breve momento em que as coisas são possíveis. Kairós é o tempo que não pertence a Chronos, e não pode ser cronometrado ou previsto. Trata-se da oportunidade.

Relação de Chronos e Kairós com o tempo

Na filosofia, Chronos era descrito como o senhor do tempo e da pressão das horas comandadas pelo relógio. Era um carrasco responsável por controlar o tempo real, do nascimento até a morte. O tempo de Chronos é o limitador para a quantidade de atividades realizadas durante o dia, e a humanidade acaba se tornando escrava dele.

Kairós, por sua vez, era um jovem destemido que não se importava com o tempo cronológico do relógio ou com o calendário. Ele era o tempo que não podia ser cronometrado, as coisas que acontecem sem hora marcada, as surpresas do dia a dia. O tempo de Kairós nos convida a aproveitar a vida com mais leveza, de forma mais despojada, sem se importar o tempo todo com o implacável Chronos.

Tempo Chronos e Kairós em nosso dia a dia profissional

Enquanto vivência em nosso dia a dia, falamos muito sobre como administrar melhor o nosso tempo. A palavra “cronológico” vem de “Chronos”, significa tudo que obedece a uma cronologia, ou seja, que segue uma sequência de tempo, remete à consecutividade e progressão. Já “logos” vem de estudo, e, assim, temos o significado: estudo do tempo.

O antônimo de cronológico quer dizer atemporal, que não está inserido em um grupo de acontecimentos. Enquanto Chronos quantifica, Kairós qualifica. Significa o momento certo, oportuno, que pode estar presente dentro de um tempo físico determinado por Chronos. Nossa rotina diária é marcada por esses dois tempos.

Ora vivemos o tempo Chronos, que é aquele cheio de burocracia, controlado por cronogramas, pelas horas, os prazos determinados para finalizar algum trabalho. Ora nos permitimos viver o tempo Kairós, que é vivenciado com qualidade, com valorização e qualificação daquele instante, daquele momento específico, mudando o sentido interior das nossas atividades diárias, fazendo com que o nosso dia a dia se torne mais leve, com menos regras, livre de pressão, mais ameno e feliz.

Fazer com que esses dois tempos caminhem juntos, com certeza, não é uma tarefa das mais fáceis. Somos cobrados o tempo todo com o cumprimento de algumas rotinas, cronogramas, horários determinados para tudo, reuniões, etc. Embora isso seja tão burocrático e exaustivo, é necessário até para que possamos compreender o quanto o tempo Kairós é valioso. A alegria de uma meta cumprida, o trabalho finalizado e com resultado, é alegria de momento oportuno.

Tempo Para Tudo, inclusive para Deus

“Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu:
tempo de nascer e tempo de morrer, tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou,
tempo de matar e tempo de curar, tempo de derrubar e tempo de construir,
tempo de chorar e tempo de rir, tempo de prantear e tempo de dançar,
tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las, tempo de abraçar e tempo de se conter,
tempo de procurar e tempo de desistir, tempo de guardar e tempo de lançar fora,
tempo de rasgar e tempo de costurar, tempo de calar e tempo de falar,
tempo de amar e tempo de odiar, tempo de lutar e tempo de viver em paz”.

Eclesiastes 3:1-8

O tempo dos homens é medido em dias, meses, anos. Medido em presente, passado e futuro, em frações de minutos, segundos e horas, essa é a cronologia humana. Existe tempo para tudo, tempo para chorar, tempo para rir. Precisamos saber aproveitar cada minuto de nosso tempo para fazer valer nossa estada aqui na terra.

Os religiosos falam muito disso e é uma grande verdade. Quanto mais qualidade dermos às nossas vidas, mais significado terá a nossa existência. Existe tempo também de se doar. E isso nos dá a sensação maravilhosa de gratidão, de reciprocidade. O tempo que permanecemos juntos aos nossos entes queridos é tempo valioso, é tempo Kairós.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

7 Dicas para aproveitar melhor o tempo Chronos e Kairós

Agora que conheceu esses dois importantes conceitos ligados ao tempo, aproveite para conferir dicas que te ajudarão a aproveitar ambos os momentos em plenitude.

1 – Trabalhe com foco

Foque no que você está fazendo em cada momento. Evite distrações com mensagens de e-mails, redes sociais, ligações. Programe-se para dar retorno a esses contatos depois que finalizar o seu trabalho. Quanto mais organização tiver em relação ao tempo cronológico, mas liberdade terá para aproveitar os momentos que não podem ser mensurados através de números.

2 – Faça intervalos a cada tarefa realizada

A Técnica Pomodoro é uma ótima opção para gerenciar o tempo enquanto realiza uma atividade que demanda foco. O método foi desenvolvido por Francesco Cirillo, no final dos anos 80, consiste na utilização de um cronômetro para dividir o trabalho em períodos de 25 minutos, separados por breves intervalos.

A técnica deriva seu nome da palavra italiana pomodoro (tomate), como referência ao popular cronômetro usado na cozinha que tem a forma dessa fruta. O método é baseado na ideia de que pausas frequentes podem aumentar a agilidade mental.

3 – Planeje-se

Aprenda a usar uma agenda para organizar seus horários. Pode ser até um aplicativo no seu celular, o importante é ter um local para registrar as tarefas e não depender apenas da sua memória. Anote tudo! A agenda ajuda você a não procrastinar e aproveitar melhor o tempo sem ficar com a sensação de “perdido” e esquecer de executar alguma tarefa importante.

4 – Pratique exercícios físicos

Praticar exercícios físicos é incluir mais uma obrigação na lista de tarefas diárias. Contudo, podemos considerar que se trata um investimento para mais energia e saúde, elementos fundamentais para aproveitar os momentos Chronos e Kairós em plenitude. Quem pratica exercícios é mais feliz, dorme melhor e sente muito mais disposição.

5 – Medite

A meditação, se praticada regularmente, pode trazer grandes benefícios para a saúde mental se aliada a outros hábitos também positivos. Reduz o estresse e a ansiedade, aumenta a satisfação, melhora o desempenho no ambiente de trabalho, diminui a insônia, aumenta o bem-estar e a autoestima, estimula a criatividade, a inteligência e a memória.

6 – Concentre-se no momento presente

Esta dica é fundamental para desfrutar dos dois tipos de tempo, Chronos e Kairós. Quando você está realizando uma tarefa que precisa ser controlada pelo tempo cronológico, concentrar-se no presente permite que a realize com atenção, tenha um bom desempenho e cumpra suas metas. Em se tratando das experiências que não podem ser mensuradas, conectar-se ao agora permitirá que desfrute ao máximo de cada instante.

7 – Passe mais tempo desconectado

A tecnologia nos proporciona diariamente uma série de vantagens, podemos obter conhecimento e realizar diversas tarefas com apenas alguns cliques. Contudo, como os excessos nunca são positivos, passar tempo demais conectado compromete nosso desempenho e nos impede de desfrutar em plenitude os momentos Kairós.

Dessa maneira, é fundamental buscar o equilíbrio em relação à tecnologia para saber usá-la sem excessos, sem criar uma relação de dependência e permitir que ela ocupe tempo demais da sua vida. Assuma o controle e decida de forma consciente como irá viver cada hora, evitando desperdiçar sua atenção com coisas que não são verdadeiramente importantes.

É fundamental que cada pessoa encontre o equilíbrio entre o tempo de Chronos e Kairós, desfrutando o máximo de cada um deles. Viver e sentir a vida, mesmo sob a tensão e a pressão do relógio, mesmo com tantos compromissos inadiáveis e afazeres.

Tomando emprestado o pensamento do escritor Rubem Alves: “O tempo pode ser medido com as batidas de um relógio ou pode ser medido com as batidas do coração”.

Gostou deste artigo? Comente aqui e compartilhe o conteúdo com seus amigos. E cuide para que seu Chronos seja intervalado com muitos Kairós.

 

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Imagem: lassedesignen / Shutterstock



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010