5 Dicas para reduzir o absenteísmo

escritório vazio

Veja quais são as principais causas do absenteísmo.

Absenteísmo é o nome dado à ausência de um colaborador em seu posto de trabalho, o que pode ocorrer através de faltas, atrasos ou saídas antecipadas. Embora seja natural que um funcionário precise se ausentar em situações especiais, é preciso se atentar para evitar que isso se transforme em um hábito.

No artigo de hoje iremos falar sobre cinco medidas que podem ajudar uma empresa a reduzir a ocorrência dessas ausências. Afinal, o excesso desse comportamento pode prejudicar a produtividade e o entrosamento da equipe.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Por que é importante buscar reduzir o absenteísmo?

Quem tem uma empresa e conta com uma equipe de funcionários sabe que pode acontecer de alguém ter um imprevisto e acabar se atrasando, faltando ou precisando sair mais cedo. Porém, é perceptível quando o profissional se ausenta por realmente precisar ou o faz sem a real necessidade.

Em uma empresa, cada setor conta com seus membros e um depende da colaboração do outro para alcançar os resultados definidos pelos gestores. Dessa forma, se um falta, os demais precisarão se dividir para darem conta das suas próprias tarefas e das demandas do colega ausente.

É claro que em situações especiais os colaboradores não hesitam em ajudar por serem empáticos com aquele que precisou faltar. Contudo, a questão está nos casos em que isso se transforma em hábito, o que acaba gerando diversos problemas para a empresa e seus funcionários.

Buscar formas de reduzir o absenteísmo é necessário para evitar os seguintes problemas:

  • Redução da produtividade da equipe;
  • Sobrecarga de tarefas dos colaboradores que ficarem responsáveis por cobrir os ausentes;
  • Gerar um clima de insatisfação generalizada pela falta de comprometimento de alguns colegas;
  • Aumento das horas-extras;
  • Ter colaboradores desanimados e trabalhando sem entusiasmo;
  • Perda de prazos pela redução temporária da equipe;
  • Clientes insatisfeitos com a baixa qualidade dos produtos e serviços;
  • Despesas com demissões e contratações temporárias.

Quais são as causas do absenteísmo?

Existem muitas razões pelas quais um profissional pode precisar se ausentar do trabalho, porém, podemos dividi-las em três categorias principais, que são: questões de saúde física, mental ou familiares.

Saúde física

O principal motivo pelos quais os colaboradores de uma empresa precisam faltar ou irem embora antes do horário está ligado à saúde. Embora seja natural que pessoas adoeçam, o fato de muitas não realizarem cuidados preventivos faz com que as ocorrências sejam mais frequentes do que deveriam.

Saúde mental

Não é apenas a saúde do corpo que pode levar profissionais a faltarem ao trabalho. Em muitos casos, o absenteísmo é causado por questões ligadas à saúde mental. Se os cuidados de prevenção com o corpo já não são comuns, com a mente são ainda mais raros.

A negligência com a saúde da mente pode levar ao aparecimento e agravamento de quadros, como: ansiedade, depressão, síndrome do pânico, entre outros transtornos. Além disso, certos problemas podem surgir como consequência do desânimo em relação ao próprio trabalho.

Questões familiares

Por fim, os colaboradores podem se ausentar por questões familiares, como doenças na família, não ter com quem deixar os filhos pequenos, parentes idosos que precisam de cuidados, entre outras situações comuns.

Como reduzir o absenteísmo? – Confira as dicas!

Agora que já falamos sobre as principais causas do absenteísmo e as consequências que isso pode gerar para uma empresa, confira as dicas de como reduzi-lo. Através de medidas de prevenção é possível reduzir a ocorrência de faltas e manter a equipe saudável e motivada, acompanhe!

1. Investir em benefícios que promovam saúde e bem-estar

Se a ideia é evitar o absenteísmo, é preciso pensar em formas de preveni-lo, ou seja, contribuir para que os colaboradores não precisem se ausentar do trabalho. Uma forma bastante eficaz de conseguir isso é através do oferecimento de benefícios voltados para a saúde e o bem-estar.

Ter um bom plano de saúde, por exemplo, permitirá que os colaboradores realizem cuidados preventivos e evitem faltar por causa de doenças. Benefícios que estimulem a alimentação saudável e a prática de exercícios físicos também são bastante positivos nesse sentido.

2. Demonstrar abertura ao diálogo

Muitos profissionais se ausentam do trabalho sem informar o motivo à empresa por não sentirem que serão ouvidos. E o diálogo pode ajudar ambas as partes a compreenderem o problema e chegarem a um consenso. Mesmo que a companhia não tenha como resolver a situação do colaborador, juntos, poderão encontrar uma maneira de contornar a questão.

Além disso, o acesso a informações sobre os funcionários ajuda a companhia a tomar decisões. Se, por exemplo, mais de um funcionário enfrenta problemas para ter com quem deixar os filhos, a organização pode verificar a possibilidade de oferecer um auxílio creche ou algo do tipo.

3. Permitir a flexibilização de horários

Nem todos os cargos de uma empresa precisam cumprir um mesmo horário, sobretudo os que não envolvem o atendimento ao público. Nesses casos, vale a pena verificar a possibilidade de permitir a flexibilização da jornada de trabalho.

Desse modo, os colaboradores poderão se ausentar para realizar atividades específicas, como ir ao banco, se consultar ou acompanhar um familiar ao médico e assim por diante. Então, deverão apenas cumprir as horas de ausência em outro momento.

Acredite, com um bom controle é possível oferecer essa facilidade sem qualquer prejuízo à produtividade. Aliás, o efeito é exatamente o contrário, pois funcionários que estão com a mente tranquila por conseguirem realizar atividades fora da empresa trabalham de forma até melhor.

4. Prezar pelo bom clima organizacional 

Um clima organizacional amigável e harmonioso também contribui para a redução do absenteísmo. A gerência da empresa pode e deve contribuir para isso através de uma cultura forte e da contratação que avalia não apenas habilidades técnicas, mas também comportamentais.

5. Reconhecer os esforços dos colaboradores

Por fim, é crucial que a companhia reconheça os esforços dos seus colaboradores, seja através de uma remuneração compatível com o mercado, benefícios que façam sentido para eles, feedbacks e bonificações em situações pontuais.

Ao verem seus esforços reconhecidos, os funcionários se sentirão mais motivados a darem seu melhor. Com isso, o trabalho será visto como algo positivo e a necessidade de ausência causada por desmotivação irá reduzir significativamente.

Investir em medidas para reduzir o absenteísmo é fundamental para que uma empresa seja um bom lugar para se trabalhar e alcance bons resultados!

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63