IBC Indica – O lado bom da vida

filme lado bom da vida

IBC indica o filme – O lado bom da vida

Querida pessoa, se você ainda não teve a oportunidade de ler o livro ou assistir ao filme “O lado bom da vida”, você está no lugar certo! Acredito verdadeiramente que esse artigo poderá te influenciar positivamente para que você consiga reservar um tempinho do seu dia para então conhecer essa história que é verdadeiramente encantadora. Nesse sentido, gostaria de compartilhar com você um pouco dessa história que mostra experiências e aprendizados extraordinários que qualquer pessoa está sujeito a vivenciar. Vamos lá?

Os personagens principais dessa história são Patrick Solitano (Bradley Cooper) e Tiffany (Jennifer Lawrence). Patrick foi diagnosticado com transtorno bipolar logo após sofrer um grande trauma, ele perdeu sua casa, seu emprego e sua esposa. Com isso, Patrick acabou sendo internado em um sanatório onde ficou um tempo se tratando.

Ao sair da internação, Patrick volta a morar com seus pais onde procura viver de forma diferente, buscando ver o lado positivo de todas as coisas e pessoas, chegando a pensar em voltar com sua ex-esposa, deixando de lado todas as desavenças do passado.

Vivenciando todas essas transformações, Patrick encontra Tiffany, uma mulher um tanto quanto misteriosa e que também está passando por um processo de recuperação por ter vivido um tipo de trauma que acabou rotulando-a como uma pessoa improvável e problemática. Com o passar do tempo Patrick e Tiffany ficam ainda mais próximos, e essa proximidade causa grandes mudanças na vida dos dois, mudanças essas que servem como uma lição de vida para todos que assistem ao filme.

Além de tentar viver de uma forma diferente, vendo o lado positivo em tudo que lhe acontece, Patrick enfrenta o preconceito, o medo e a aversão da maioria das pessoas a sua volta, inclusive amigos. Tanto Patrick quanto Tiffany vivenciam esse período juntos, ambos passaram por um conflito intolerável que foi o limite para que o desequilíbrio tomasse conta deles.

Contudo, a história não está atrelada só a esses fatos, o pai de Patrick é um senhor viciado em jogos e apostas, além disso, o mesmo exibe alguns indícios de TOC. Nesse sentido, dá para imaginar que o descontrole emocional é frequente em toda a trama, e claro, não se restringe apenas ao protagonista da história.

A todo momento o espectador se pega em meio a neuroses, agitações e hiperatividades do protagonista. Com isso, nota-se que o filme “O lado bom da vida” assinala vários títulos que menosprezam uma pessoa, além de apontar defeitos, sintomas ou diagnósticos predeterminados a essas pessoas, deixando de lado que toda pessoa é único, singular e especial dentro de suas limitações.

Ao analisar a fundo o que cada cena do filme retrata, é possível identificar inúmeras manias, obsessões, compulsões e euforias, causando ainda mais descontrole e depressão nos personagens da trama. Tudo se encaixa perfeitamente, a família disfuncional, as histórias sofridas, dores e desequilíbrios emocionais que vão sendo desvendados e extintos com a ajuda da arte e da dança, essa foi a forma que o casal Patrick e Tiffany encontraram de ressignificar suas dores e crenças limitantes, criando assim um laço de confiança, amizade e companheirismo.

O lado bom da vida e do coaching

Esse foi um filme que ganhou grandes premiações, além de oito indicações ao Oscar, por isso querida pessoa, indico ‘O lado bom da vida’ de olhos fechados a você que tem afinidade por filmes que tratam uma realidade vivida por muitas pessoas.

E não é pelo fato de que a história é interessante, intrigante, ou por que foi indicada várias vezes ao Oscar. Indico o filme “O lado bom da vida” por ver que nessa história várias situações comuns ao cotidiano são retratadas de uma forma verdadeira, mostrando às pessoas que é possível encontrar a cura para todos esses problemas emocionais que são causados por diversas ocorrências do cotidiano.

Nesse sentido, pode ser que surja a dúvida de como definir qual a ligação do filme e de tudo que ele retrata com o universo do coaching. Respondendo a esse possível questionamento, digo que a ligação entre os dois é clara, o filme retrata assuntos como autoconhecimento, mostra a busca pela felicidade e o equilíbrio emocional através da positividade, da superação e da ressignificação dos desafios e crenças limitantes. Tudo isso é abordado dentro do processo de coaching entre coach e coachee.

O coaching auxilia o coachee (cliente) a alcançar o seu objetivo e estado desejado, dessa forma, fica claro que uma pessoa que vive um momento de desconforto ou desequilíbrio emocional causado por algum trauma, consegue sim encontrar o seu estado de equilíbrio através do coaching. Mas como isso acontece? Através de técnicas e ferramentas que envolvem e estudam o desenvolvimento humano. No processo de Coaching você vê teoria e prática natural das mais modernas instituições em Coaching ajustados à cultura e perfil dos brasileiros.

Gostou desse artigo? Vai assistir ao filme? Use o espaço abaixo para deixar um comentário com sua opinião sobre essa história maravilhosa. Aproveite para curtir e compartilhar esse conteúdo com seus amigos nas redes sociais.

Confira o trailer abaixo:

 

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010