Técnicas para ter satisfação e motivação pessoal no trabalho

homem motivado

Não é possível trabalhar com felicidade se você não sente prazer no que faz e não gosta das atividades que faz todo o dia.

 

Você é realizado com a carreira que escolheu? Se sente feliz e satisfeito em seu local de trabalho? Em uma escala de 0 a 10, como está sua motivação para trabalhar todos os dias? 

Passamos a maior parte do tempo em nosso local de trabalho, realizando diferentes tarefas e convivendo com os mais diversos profissionais. Por isso, esse deve ser um lugar associado ao entusiasmo profissional e, principalmente, à motivação pessoal.

É impossível trabalhar com satisfação se você não sente prazer no que faz e não gosta das atividades que realiza diariamente. Se você enfrenta este impasse, é hora de refletir sobre a sua real situação e procurar uma alternativa que resolva esse problema.

Siga a leitura e confira 12 dicas para obter satisfação e motivação em seu ambiente de trabalho.

Por que ter satisfação e motivação pessoal no trabalho é importante?

De maneira geral, as pessoas passam cerca de oito horas trabalhando, o que corresponde a exatamente um terço do dia. O sono costuma compreender mais oito horas e o tempo restante é dividido entre obrigações pessoais, pausa para refeições e a locomoção até o trabalho.

Com isso, podemos perceber que, apesar de teoricamente o trabalho ocupar um terço da vida de um indivíduo, na prática equivale a metade do dia. Agora, imagine uma pessoa que está infeliz no seu emprego atual. Muito provavelmente ela se sentirá mal durante quase todo o dia, o que irá impactar no seu tempo fora da empresa.

Buscar ter satisfação e motivação pessoal no trabalho é importante tanto para que tenha um bom desempenho quanto para ter qualidade de vida. Ao realizar suas atividades profissionais com entusiasmo conseguirá se manter estimulado para se desenvolver, ter acesso a melhores oportunidades e viver com propósito.

Quando o indivíduo não consegue associar a ideia de satisfação e motivação ao trabalho pode eventualmente desenvolver problemas de ordem emocional. Dessa forma, fica evidente que ser realizado no âmbito profissional se reflete em ser uma pessoa emocionalmente saudável.

O trabalho, quando feito com interesse e paixão, complementa a compreensão de felicidade que temos. Devemos nos atentar para o fato de que a felicidade é o resultado da soma da satisfação que encontramos em diferentes áreas da vida. Então, se você não está feliz no trabalho, não estará plenamente feliz. 

A satisfação no ambiente de trabalho tem um impacto grande no seu bem-estar. Quer saber em qual nível está a sua felicidade? Clique aqui.

 

12 Dicas para satisfação e motivação no trabalho

Se você deseja ter satisfação e motivação no trabalho, é preciso considerar alguns pontos em especial. Veja quais são eles e pondere o quanto está focado em ser mais feliz e realizado em sua vida profissional. 

1. Trabalhe com algo que você goste

A melhor maneira de se sentir realizado em seu trabalho é fazer algo de que realmente goste. Nesse sentido, procure um emprego que atenda às suas expectativas pessoais e te satisfaça plenamente.

Vale o adendo de que nem sempre é possível conseguir logo de início o trabalho dos sonhos. Entretanto, a sua postura em relação a ele e as suas funções faz toda a diferença e pode te ajudar a se afeiçoar, pouco a pouco, às atividades.

Claro que, mesmo trabalhando com algo que amamos, sempre vai aparecer alguma atividade que não nos agrada tanto. Nesses casos, a dica é descobrir pequenas coisas que tornem essas atividades menos cansativas. Se isso não for possível, tente focar no lado positivo dessas tarefas necessárias como o fato de que há outras atividades mais interessantes para serem feitas depois. 

Saber diferenciar prazer de satisfação é uma ação importante. Certas atividades realmente não são nada prazerosas de serem realizadas. Contudo, se você focar na satisfação que irá experimentar ao concluí-las terá sua motivação fortalecida. 

2. Mantenha bons relacionamentos interpessoais

Outra dica que pode fazer o ambiente de trabalho ser menos estressante e mais satisfatório é manter amizades verdadeiras e recíprocas com outros colaboradores. Sempre que possível, troquem ideias, criem em conjunto, almocem juntos ou saiam para um happy hour. Essas atitudes ajudam a estreitar os laços. 

Por outro lado, tome cuidado com pessoas pessimistas, que podem atrapalhar o seu desenvolvimento e transferir este sentimento negativo para você. Portanto, procure sempre tratar a todos com respeito, se aproximando apenas daqueles que agregarem e te fizerem bem.

O ambiente de trabalho agradável contribui consideravelmente para a satisfação. Ninguém gosta de trabalhar em um ambiente pesado, não é mesmo? 

3. Alimente-se adequadamente

Você pode não acreditar, mas uma alimentação saudável pode ajudar a melhorar a rotina de trabalho. Isso porque profissionais mal alimentados tendem a sofrer com cansaço, estresse, ansiedade e mau humor, o que é capaz de deixar o ambiente ainda mais pesado e desmotivador.

Por isso, se alimente corretamente e leve lanches nutritivos para consumir durante o dia, como frutas, água, sucos naturais e barras de cereal. Esses hábitos farão de você uma pessoa mais saudável, disposta e feliz. Além disso, a sua saúde também irá melhorar e quando estamos mais saudáveis nos tornamos potencialmente mais produtivos. 

4. Dê o seu melhor

Uma das coisas que mais motiva um profissional no trabalho é o reconhecimento por uma atividade bem realizada. Para isso, busque sempre dar o seu melhor. Assim, você se sentirá cada vez mais motivado em gerar grandes resultados. E, consequentemente, obterá valorização por parte de seus superiores.

Siga essa máxima em qualquer atividade que for realizar, desde algo simples até um grande projeto. Apenas lembre-se de que dar o seu melhor é diferente de buscar a perfeição. Afinal, o perfeccionismo pode te travar e te impedir de se desenvolver. 

Dedique-se, mas sempre de forma equilibrada, direcionando esforços para o que é mesmo relevante. Saiba diferenciar as metas possíveis daquelas que são irrealizáveis. 

5. Faça pequenos intervalos

Com tantas atividades a cumprir, é normal sentir cansaço e estresse entre uma tarefa e outra. Por isso, sempre que possível, procure fazer intervalos de 10 a 15 minutos para relaxar e esvaziar a mente. Nesse tempo, tome um café ou bata um papo com seus colegas. Só tome cuidado para não extrapolar demais o tempo.

Passar tempo demais conversando, além de ser mal visto pelos gestores, pode fazer com que você se atrase com seus prazos. A sensação de estar sempre correndo contra o relógio pode levar a grande insatisfação e estresse. Tudo que for possível deve ser feito para reduzir os possíveis motivos de chateação no ambiente profissional. 

6. Realize atividades prazerosas fora do trabalho

Sabemos que nem todos têm a oportunidade de trabalhar com o algo que gostam e que faz os seus olhos brilharem. Por esse motivo, não é saudável colocar apenas sobre a carreira a responsabilidade por proporcionar satisfação e motivação, até porque existem outras maneiras de alcançar isso.

Encontre formas de se manter motivado fora do trabalho, como através da participação em um projeto, da prática de um esporte ou qualquer outra coisa que faça sentido para você. O estímulo alcançado certamente irá impactar positivamente no seu desempenho profissional

Ter um hobby e até mesmo um grupo de amigos fora do contexto profissional permite renovar suas energias. Assim, você conseguirá estar sempre motivado para começar uma nova semana de trabalho. Não subestime o poder que o relaxamento tem para te levar para resultados ainda mais positivos. 

7. Seja a mudança que você precisa

Se você está insatisfeito ou se incomoda com algo em seu trabalho, é hora de tomar uma atitude. Procure conversar com seu superior sobre sua situação e, assim, ele te orientará da melhor maneira para sanar o problema.

Uma opção talvez seja trocar de área ou de atividades, se isso for possível. Identifique o que tem causado a sua desmotivação e procure alternativas que gerem efetivamente mudança.

O que muitas pessoas não compreendem é que elas devem ser a mudança que desejam ver em suas vidas. Quando algo não está bem ou não está como deveria, cabe a cada um de nós refletir e agir para mudar. Nada acontece sem que haja um estímulo para tal, isso vale também para a sua satisfação no trabalho. Tenha em mente que situações difíceis e/ou ruins não devem ser permanentes.

8. Busque qualificação profissional constante 

O mercado profissional está cada vez mais competitivo e para acompanhar as mudanças é fundamental se qualificar. Além de potencializar as suas chances de conquistar um bom cargo, a constante qualificação ajuda a manter a sua motivação. Aprender algo novo na sua área de atuação renova o seu interesse pela atividade.

Muitos falam sobre não deixar relacionamentos amorosos cair na rotina, mas não percebem que esse conceito vale também para o trabalho. Pode ser que uma atividade que você adorava perca um pouco do interesse inicial por ter entrado em uma rotina. 

Quando você se dispõe a conhecer um novo horizonte através da qualificação pode reconquistar o interesse do começo. Mantenha-se sempre em busca de cursos, palestras e troca de experiências com outros profissionais. 

9. Separe sua vida pessoal da vida profissional

Parte da motivação e satisfação com o trabalho vem de conseguir desempenhar bem as suas atividades. Contudo, é bem difícil obter sucesso nas tarefas profissionais quando o pensamento está preso em questões pessoais. Todo mundo tem, eventualmente, um problema familiar para resolver, porém, é essencial saber separar esses dois âmbitos.

Inclusive, o período de trabalho pode funcionar como um momento para relaxar a sua mente das suas preocupações pessoais. Nesse período você deve focar em concluir suas tarefas de trabalho deixando de lado o que está te afligindo. 

Em contrapartida, quando sair do escritório é essencial deixar os problemas profissionais te esperando para o dia seguinte. A regra é clara: em casa se concentre nas questões pessoais e no trabalho se concentre nas questões profissionais. 

10. Valorize suas pequenas conquistas

Muitas pessoas estão insatisfeitas e desmotivadas com o trabalho porque não enxergam as pequenas conquistas. Os seus acertos estão apenas no fechamento de projetos ou no alcance de metas. Cada etapa que você percorreu para chegar ao fim de um grande projeto é uma pequena conquista que deve ser observada e celebrada.

Diariamente, repasse tudo o que você fez ao longo da jornada de trabalho e pontue para si mesmo o que merece ser reconhecido. Você encontrou uma forma mais eficiente de resolver uma determinada demanda? Finalmente conseguiu zerar os e-mails da sua caixa de entrada? Conseguiu o contato de um potencial cliente?

Todas essas conquistas merecem ser reconhecidas. Olhar com mais carinho tudo aquilo que você fez ao longo do dia ajudará a te deixar mais motivado. 

11. Desenvolva sua inteligência emocional

A inteligência emocional nada mais é do que conseguir compreender e gerenciar as suas emoções e as emoções daqueles que o cercam. Em outras palavras, é evitar que sentimentos negativos abalem a sua produtividade. Quando uma pessoa é bem resolvida e conhece os seus sentimentos sabe como direcioná-los para a conquista dos melhores resultados.

Esse é um processo que pode ser complexo e demanda investir fortemente em autoconhecimento. Contudo, os benefícios de saber lidar com o seu lado emocional serão sentidos não somente em sua vida profissional como também em sua vida pessoal. Os seus relacionamentos interpessoais tem muito a ganhar.

12. Processo de Coaching

No tópico acima falamos sobre a importância do autoconhecimento e da inteligência emocional. Quem se interessou em desenvolver esses dois elementos em sua vida deve conhecer mais sobre o processo de Coaching. Essa metodologia tem como objetivo auxiliar o coachee (cliente) a sair do ponto A chegando ao ponto B, a partir de ferramentas que já possui.

Uma das bases dessa metodologia é justamente o autoconhecimento, a busca pela compreensão de suas crenças limitantes. Ao identificar essas crenças junto ao Coach (profissional que aplica o processo), o coachee pode adotar outra postura diante das dificuldades. 

Pessoas que se sentem desmotivadas e insatisfeitas podem entender por que tem esses sentimentos e como evitá-los. Passar pelo processo de Coaching é algo transformador na vida de muitas pessoas que descobrem novos caminhos para a felicidade. 

Está pronto para começar hoje mesmo a colocar em prática essas técnicas para ter satisfação e motivação pessoal no trabalho? Acredite, seu esforço será recompensado através de uma vida mais significativa.

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63