Empreendedorismo Feminino – Qual a importância e os desafios?

mulher empreendedora

Confira qual é a importância do empreendedorismo feminino e quais são os grandes desafios enfretados por elas.

O empreendedorismo feminino é um assunto que está em alta, visto que cada vez mais mulheres têm conquistado seu espaço no universo empresarial. Seja à frente de grandes ou pequenos negócios, elas se destacam nos mais diferentes segmentos. Continue lendo para saber mais a respeito da importância do assunto e para entender por que cada vez mais mulheres têm optado por empreender.

O crescimento do empreendedorismo feminino

Apesar de as mulheres já terem entrado no mercado de trabalho há várias décadas, ainda é delas a função de cuidar dos filhos na maior parte das famílias. A divisão igualitária das tarefas domésticas é algo que ainda não está presente na maioria dos lares brasileiros. Isso sem contar na grande quantidade de mães que criam os filhos sozinhas.

Assim, elas se veem com uma sobrecarga de tarefas e o empreendedorismo acaba sendo a melhor saída. Afinal, sendo donas do próprio negócio, conseguem organizar a rotina com maior liberdade, mantendo-se próximas da família e, ainda assim, tendo uma renda. Esse é o principal fator que tem feito com que o empreendedorismo feminino crescesse no Brasil e em outros países do mundo.

É claro que existem outras razões que levam as mulheres a empreender, mas essa é a mais comum. Ainda temos muito o que caminhar para que elas possam decidir pelo empreendedorismo por opção e não por falta dela.

Um kit exclusivo para inspirar qualquer mulher a encontrar o seu lado extraordinário.

Preencha AGORA o formulário para acessar a seu kit!

3 Nomes do empreendedorismo feminino

Não dá para falar sobre empreendedorismo feminino sem citar algumas mulheres. A seguir iremos falar sobre três importantes nomes do segmento no Brasil e no mundo.

Luiza Trajano

Luiza se interessou pelo comércio ainda muita nova e aos 12 anos de idade trabalhou como balconista na loja dos tios durante suas férias escolares. O estabelecimento, localizado em Franca, no interior do estado de São Paulo, foi o início do Magazine Luiza, que hoje é a famosa Magalu.

Quando completou 18 anos, Luiza se tornou funcionária fixa da pequena loja, que foi crescendo cada vez mais. Em 1991, aos 40 anos de idade, sua tia viu que a sobrinha tinha potencial para crescer ainda mais, concedendo a ela todo o comando da empresa. A empresária permaneceu no posto de CEO por 25 anos, passando-o para seu filho em 2016.

Joy Mangano

Se você tem um esfregão do tipo mop em casa, saiba que deve essa praticidade à Joy Mangano. Tudo começou quando a então dona de casa não aguentava mais ter tanto trabalho para realizar a limpeza de seu lar. Divorciada e com filhos para criar, ela teve a ideia de criar um esfregão que pudesse ser torcido sem usar as mãos, tornando a tarefa muito mais simples e rápida.

Foi assim que nasceu o Miracle Mop, que fez com que a sua história mudasse radicalmente. Inclusive, ela teve sua vida retratada nos cinemas, em um filme estrelado por ninguém menos de Jeniffer Lawrence intitulado no Brasil como: Joy: O nome do sucesso.

Sônia Hess

Sônia Hess é o nome por trás da maior exportadora de camisas do Brasil: a Dudalina. A marca surgiu de forma inusitada, quando Seu Duda e Dona Lina, pais de Sônia, tinham uma pequena venda no interior de Santa Catarina. Em uma viagem a São Paulo para comprar mercadorias para revender, Seu Duda comprou uma quantidade muito grande de tecidos.

Dona Lina, ao ver todo aquele tecido, logo teve a ideia de desmontar uma camisa que tinham em casa para entender como a peça era costurada. Assim, as primeiras camisas foram fabricadas e vendidas por eles. A empresa foi crescendo, mas foi após a filha Sônia assumir o comando que o negócio deslanchou e alcançou o patamar em que está hoje.

Empreendedorismo feminino: importância e desafios

O empreendedorismo feminino é importante porque abre espaço para que as mulheres mostrem seus talentos. Luiza Trajano, Joy Mangano, Sônia Hess e tantas outras mostram diariamente o quanto o mundo ganha com o empoderamento das mulheres. A intenção não é criar uma competição com homens e sim ter acesso a oportunidades iguais.

Os desafios enfrentados por muitas mulheres que desejam empreender são muitos, mas podemos destacar alguns. O primeiro deles é, talvez, a ausência do compartilhamento de tarefas domésticas. Muitas estão tão sobrecarregadas que não conseguem se dedicar ao próprio negócio. Outros desafios são o machismo, a falta de oportunidades e o acesso à educação.

5 Dicas para ter sucesso no empreendedorismo feminino

Se você tem o sonho de empreender, pare de sonhar e comece a realizar. Acredite, você é capaz de abrir e gerir seu próprio negócio e, quem sabe, daqui alguns anos integrar uma lista como a que apresentamos anteriormente.

1. Organize a sua rotina o máximo possível

Sabemos que quem tem filhos não consegue controlar sua rotina totalmente. Contudo, procure manter as tarefas organizadas o máximo possível. Quanto mais organização tiver, mais facilmente conseguirá lidar com imprevistos e resolver problemas.

2. Estabeleça metas

Ter metas é muito importante para realizar objetivos e com o empreendedorismo não é diferente. Defina metas para tudo, tanto para tarefas da casa e dos filhos quanto da sua empresa. Isso te ajudará a cumprir tudo o que é necessário e a manter a motivação ao longo do processo.

3. Peça ajuda

Evite assumir mais tarefas do que é capaz de cumprir e peça ajuda. Não tenha medo dos julgamentos, saiba quem você é e concentre-se nisso. Jamais se desgaste por vergonha de dizer que não está dando conta de tudo. Pedir ajuda não é sinal de fraqueza e sim de bom senso, força e inteligência.

4. Busque se aperfeiçoar

Quanto mais conhecimento tiver, mais bagagem terá para tomar boas decisões em relação ao seu negócio. Hoje, a oferta de cursos online dos mais diferentes assuntos é muito grande. Isso facilita que se aperfeiçoe sem sair de casa, podendo estudar nas horas vagas.

5. Saiba dizer não

Por fim, é muito importante que saiba a hora certa de dizer não, seja para os filhos, para o cônjuge ou outro familiar e até mesmo para um cliente. Tenha confiança para recursar qualquer coisa que não esteja de acordo com os seus valores e objetivos.

A famosa apresentadora Oprah Winfrey, que também é uma grande empreendedora, disse certa vez: “Eu não acredito em fracasso. Não é um fracasso se você gostou do processo”. Portanto, desfrute do processo, se dedique e alcançará excelentes resultados!

Este conteúdo te inspirou? Aproveite para passá-lo adiante, compartilhando através das suas redes sociais!

Imagem: Por zEdward_Indy

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010