O que é terapia cognitivo comportamental?

Psicólogo e paciente se comunicando

A terapia cognitivo-comportamental é uma abordagem que reinterpreta as situações que causaram alguma emoção negativa no indivíduo.

A Terapia Cognitivo Comportamental é uma das abordagens terapêuticas da psicologia. Antes de qualquer coisa, é importante ressaltar que terapia não está necessariamente relacionada a ter uma doença.

Essa é uma ferramenta que pode ser utilizada para ajudar o indivíduo em seu autoconhecimento e também a se libertar de algumas situações, como medos, por exemplo. Continue lendo para entender melhor o conceito.

Afinal, o que é a Terapia Cognitivo Comportamental?

Em linhas gerais, a Terapia Cognitivo Comportamental ou TCC consiste em uma abordagem psicoterapêutica. Sua base combina conceitos do Behaviorismo e teorias cognitivas.

Nessa abordagem há o entendimento de como o ser humano interpreta os acontecimentos e é afetado por eles. Desse modo, não se olha diretamente para os acontecimentos em si. Isso quer dizer que a dor, desconforto, tristeza ou qualquer outra sensação é resultado da forma como cada indivíduo vê, pensa ou sente uma situação.

Foi no começo dos anos 1960, que Aaron Beck, neurologista e psiquiatra norte-americano, fundou a Terapia Cognitiva. No começo, Beck propôs um “modelo cognitivo da depressão”, depois evoluiu para a compreensão e tratamento de diferentes transtornos. Trata-se de uma abordagem bem clara, direta e específica.

Para ser bem sucedido é preciso estar em equilíbrio consigo mesmo. Quer descobrir qual o seu nível de felicidade? Clique aqui e faça nosso teste.

Padrões

A ideia central é identificar padrões de comportamento, pensamento, hábitos e crenças que podem ser a origem dos problemas. Com essa identificação feita, é possível trabalhar para alterar esses padrões, chegando a um resultado positivo.

A TCC pode ser utilizada para o tratamento de ansiedade, depressão, transtornos alimentares, dependência química, traumas, entre outros. Pode ser usada também como um auxílio para uma série de questões que envolvem nossa vida, como luto, perdas e estresse.

Terapia Cognitivo Comportamental: como funciona?

A abordagem da TCC se baseia em mudar os sistemas de significados dos indivíduos, visando alterar suas emoções e comportamentos. Sendo assim, o primeiro passo é compreender esses sistemas. É importante identificar os sentimentos, pensamentos e comportamentos em determinadas situações, é isso que permite detectar alguns padrões.

Os padrões determinam percepções e crenças que estão atreladas para cada experiência de vida. O indivíduo que tem padrões disfuncionais ou mal adaptados precisa trabalhar para encontrar possibilidades alternativas de pensamentos. Desenvolver padrões mais funcionais é determinante para encarar as situações sob outra perspectiva.

Para isso, é necessário determinar um foco e metas para, com o passar do tempo, alcançar autonomia para lidar com suas questões. Essa jornada é a reestruturação cognitiva comportamental que nomeia a abordagem.

Na TCC se compreende que a situação ou ambiente onde acontece o problema é determinante. Também se deve olhar com atenção para pensamentos e sentimentos relacionados. Os estados de humor e emoção também têm seu papel.

Entendendo o comportamento

Para entender a definição de comportamento associado à Terapia Cognitivo Comportamental, sugerimos um exercício. Recorde-se de uma situação em que você precisou apresentar um determinado assunto para um grupo. Antes do momento da apresentação, é natural passar por uma fase de pensamentos automáticos que geram ansiedade e angústia.

Dentre esses pensamentos, estão acreditar que as outras pessoas não irão gostar da apresentação, que vai falar algo errado ou não conseguir se expressar. Tais pensamentos geram comportamentos negativos e criam situações extremamente desconfortáveis. Os pensamentos, nesse caso, são as percepções do indivíduo. Cada pessoa olha para as situações através do buraquinho de suas percepções.

Porém, é importante esclarecer que as situações não serão diferentes apenas pela aquisição de pensamentos positivos. Cada situação deve ser olhada com mais profundidade e complexidade.

Os padrões de percepção e comportamentos internalizados no indivíduo precisam ser vistos em sua totalidade. A verdadeira resposta é desconstruir esses pensamentos, gerando, dessa forma, mais flexibilidade comportamental.

Equilíbrio

O equilíbrio entre pensamento, comportamento e emoção é o que permite agir mais conscientemente, evitando prejuízos. Alcançar tal estado de equilíbrio depende de conseguir dissociar seus sentimentos da realidade. Entender como seus sentimentos influenciam os acontecimentos é o que abre a perspectiva para agir de forma mais crítica.

Com o passar do tempo, o indivíduo passa a ter ferramentas para perceber quando as suposições surgem e podem atrapalhar a sua vida. Se um alerta soa antes do problema em si, fica mais fácil alterar seu comportamento, não é mesmo?

Terapia Cognitivo Comportamental: conheça algumas técnicas

A seguir você poderá conhecer algumas técnicas bastante utilizadas pela Terapia Cognitivo Comportamental.

Reversão de hábitos

Visa oferecer ao paciente a capacidade de compreender como alguns hábitos desencadeiam desconforto. Isso permite que essas pessoas interrompam esses comportamentos, dando uma resposta mais adequada.

Aumento da consciência

Ter mais facilidade de identificar quais são os fatores que desencadeiam determinado sintoma e comportamento. Normalmente, há sequências de acontecimentos que precisam ser revistas.

Monitoramento

As ocorrências passam a ser monitoradas e registradas. Basicamente, o paciente anota informações como data, local, tipo de pensamento, emoções e sentimentos vivenciados. Essa base de dados torna o tratamento mais efetivo.

Resposta

Adoção de uma resposta que controle a reação.

Controle do estresse

Uso de técnicas que permitam controlar o estresse, como respiração, técnicas cognitivas para controlar a angústia e relaxamento muscular.

Prevenção

Prevenir as recaídas também é importante, para isso, o paciente é instruído a saber como lidar com os fatores desencadeantes.

Terapia Cognitivo Comportamental: uma abordagem interessante

Cada vez mais, a Terapia Cognitivo Comportamental vem se consolidando como uma alternativa interessante para diversos casos. Pacientes diagnosticados com depressão e ansiedade podem utilizar essa metodologia. Também pode ajudar pessoas que enfrentam dificuldades práticas no dia a dia.

Para algumas pessoas, parece simplesmente impossível falar em público, por exemplo. Nesses casos, é possível buscar eliminar os pensamentos que estão impedindo a realização da atividade. É essencial que o indivíduo que decide fazer esse tipo de terapia esteja comprometido. Para alcançar bons resultados, é fundamental se dedicar à busca pelas respostas necessárias.

Fazer essa imersão em si mesmo lhe dará muito mais autoconhecimento e as ferramentas de que precisa para se reestruturar. Mudar padrões em si mesmo pode ser difícil, mas conseguir é realmente recompensador. Estar aberto para a tentativa é o primeiro e mais importante passo nessa jornada.

Quando procurar a Terapia Cognitivo Comportamental?

Geralmente, as pessoas procuram a TCC quando estão passando pelas seguintes situações:

  • Desejam fazer uma mudança positiva em sua vida;
  • Têm dificuldades nos relacionamentos;
  • Mau desempenho no trabalho, faculdade ou escola;
  • Buscam o desenvolvimento pessoal;
  • Sofrem com problemas de comunicação, ansiedade, pânico e estresse;
  • Sentem que perderam o sentido da vida;
  • Falta confiança;
  • Não conseguem lidar com as circunstâncias da vida.

A Terapia Cognitivo Comportamental também é indicada para ajudar no tratamento de transtornos orgânicos e em intervenções nas áreas da educação, organizações e esportes.

Gostou deste artigo? Quer contribuir com mais alguma informação? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe o conteúdo em suas redes sociais!

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Imagem: Lightspring / Shutterstock

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010