Cansaço Emocional: como o problema pode nos impactar mesmo no começo de um novo ano?

mulher com cansaço emocional

Procure realizar atividades que aliviem o seu cansaço emocional.

Enquanto todos estão animados, fazendo planos para o futuro e ascendendo profissionalmente, você está sem disposição para levantar da cadeira? Tudo o que você quer é simplesmente não fazer nada?

Se isso te soou familiar, não pense que é preguiça ou desinteresse. Esse quadro pode ter outro nome: cansaço emocional. Continue lendo para entender melhor esse sério problema. 

O que é cansaço emocional? 

Quando falamos em cansaço emocional, nos referimos a um total esgotamento mental que tem como resultado a apatia e falta de disposição para tudo. Aqueles que desenvolvem esse quadro não tem ânimo para sair de casa ou fazer atividades que antes eram prazerosas.

Esse problema possui outros sintomas além do esgotamento mencionado, confira a seguir:

  • Falha na memória;
  • Dificuldade para se concentrar;
  • Ansiedade;
  • Tristeza;
  • Angústia;
  • Choro;
  • Irritabilidade;
  • Queda na imunidade.

É comprovado que os sentimentos influeciam diretamente na sua criatividade. Faça o nosso teste e descubra qual o seu nível de felicidade!

Quais são as causas do cansaço emocional? 

Há várias causas para o problema, porém, as mais comuns são o excesso de responsabilidades e as pressões psicológicas. Isso faz com que a pessoa não tenha disposição para nada. 

Nem mesmo o começo de um novo ano ou a conquista de algo importante melhoram o ânimo dessa pessoa. Quando o problema se agrava, pode levar o indivíduo a se tornar recluso, solitário, triste, doente e frustrado. 

Se você conhece alguém assim (ou você se encontra nesta situação), busque ajuda profissional. Cansaço emocional pode desencadear problemas físicos, como doenças estomacais e, até mesmo, depressão. Encare o cansaço emocional como uma doença que precisa de tratamento adequado.

Dicas para lidar com o cansaço emocional

Além de buscar ajuda profissional, você pode tomar algumas atitudes no seu dia a dia que ajudarão a reduzir o impacto do cansaço emocional em sua vida. Confira abaixo algumas dicas que te ajudarão a enfrentar essa situação com mais disposição.

1. Evite levar preocupações para a casa

Deixe os problemas do trabalho no trabalho. Ao sair da empresa, não verifique e-mails, desligue seu celular e vá para a casa livre de quaisquer preocupações ligadas ao escritório. 

Caso precise manter o celular ligado para assuntos pessoais, faça um acordo consigo mesmo de não responder demandas profissionais. Salvo em casos de emergência, nada é tão urgente que não possa esperar pelo início do expediente no dia seguinte. 

O novo ritmo de vida conectada que levamos não nos deixa perceber que estamos o tempo todo respondendo e resolvendo demandas. O cansaço emocional tende a se manifestar mais intensamente quando não há um período de respiro longe dos problemas. Dedique algum tempo do seu dia para si mesmo e para suas atividades pessoais. 

2. Busque meios para relaxar

O que te deixará mais leve e descansado? Uma aula de yoga? Pilates? Caminhada com seus animais de estimação? Assistir um seriado? Descubra o que deixa a sua mente relaxada e tranquila. E lembre-se que, de vez em quando, tudo o que precisamos efetivamente é não fazer nada.

Vivemos em uma sociedade pautada pela produtividade tóxica, criou-se uma ideia de que devemos produzir em 100% do tempo. Para não cair nessa armadilha, saiba reconhecer os momentos em que seu corpo e a sua mente estão próximos do esgotamento. Nesse sinal de alerta, o melhor a fazer é dar uma pausa para relaxar seus pensamentos. 

3. Organize suas atividades por ordem de prioridade

Coloque em uma lista todas as atividades do dia por ordem de prioridade, das mais urgentes para as menos relevantes. Ao fazer isso você perceberá que nem tudo é tão urgente quanto parece. Assim, se dedicará com mais afinco ao que realmente precisa da sua disposição. 

Essa simples atitude impactará e muito no quanto você se sente cansado e estressado. Ter menos coisas na sua lista de afazeres é preponderante para melhorar a sua relação com o tempo disponível. Permita-se fazer as coisas importantes com mais tranquilidade, sem a pressão de ter uma lista gigantesca com tarefas irrelevantes. 

4. Um problema de cada vez

Como você já sabe o que é mais urgente e o que não é, procure resolver um problema por vez. Comece pela tarefa mais essencial no momento e prossiga até chegar ao item menos impactante. Tenha em mente, ainda, que se caso não conseguir concluir todas as atividades da lista, não haverá um problema real.

Temos o péssimo hábito de achar que se não realizarmos 100% das tarefas não teremos cumprido o dever. Não é bem assim, há situações em que não é nem produtivo fazer diversas tarefas.

Ao fazer mais do que sua mente consegue dar conta, você pode acabar se atrapalhando e entregando um resultado de menor qualidade. Cada coisa tem seu tempo e você é uma pessoa só.

5. Estabeleça metas para cada ciclo

O começo de um novo ano é um momento perfeito para estabelecer novas metas para a sua vida. Repense a respeito do que realizou e do que deixou de concretizar no ano que passou. 

Com isso em mente, coloque no papel o que espera do novo período que está começando. Fique atento para estipular metas realistas, pois é muito frustrante não conseguir dar conta de tudo o que se deseja fazer.

De tempos em tempos você pode e deve fazer uma revisão na lista. Rever o que listou anotando o que já foi conquistado te ajudará a ter energia para prosseguir. Novos começos são excelentes oportunidades para criarmos novas dinâmicas para nossas vidas.

 6. Aprenda a dizer não

Ao olhar com atenção para as causas do seu cansaço emocional, é possível que você identifique como raiz da questão a incapacidade de dizer não. A sobrecarga que leva ao esgotamento se dá porque acabamos assumindo mais compromissos do que somos capazes de dar conta. 

Então, quando alguém te pedir algo que você não tem como encaixar na sua rotina, permita-se dizer não. O fato de não poder resolver demandas alheias de vez em quando não faz de você uma pessoa ruim. Inclusive, é pior assumir um compromisso que não será cumprido com qualidade do que dizer que não dá conta.

Cuide de si mesmo para evitar o cansaço emocional! Aproveite para comentar abaixo e passar a reflexão adiante, compartilhando o conteúdo em suas redes sociais!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds