7 dicas para desenvolver a Empregabilidade

grupo de pessoas segurando currículo em suas mãos

Entenda qual é o verdadeiro significado do conceito de empregabilidade e como densenvolve-lo.

Empregabilidade refere-se à capacidade dos profissionais de se adequarem às novas demandas do mercado, mantendo-se empregados. O termo foi criado no fim dos anos 1990 e também se relaciona com alcançar a estabilidade na carreira.

Ter a empregabilidade bem desenvolvida permite que o indivíduo se mantenha protegido dos riscos advindos da dinâmica do mercado. Continue lendo e confira 7 dicas para desenvolver essa habilidade.

Empregabilidade: para quem o termo se aplica?

O termo empregabilidade não diz respeito apenas a funcionários contratados, mas também a empreendedores, sejam autônomos ou donos de empresa. Autônomos mantêm a sua empregabilidade atendendo às necessidades do mercado e investindo em formas de se tornar mais relevantes. O mesmo vale para quem tem uma empresa, a empregabilidade da mesma depende de como ela é vista pelos clientes.

Trabalhar com algo de que você goste é importante para ter mais motivação para se atualizar. O mercado de trabalho é bastante desafiador, mas quando há satisfação no que se faz é relativamente mais simples desenvolver a empregabilidade. O aperfeiçoamento é resultado da sua dedicação ao trabalho escolhido.  

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

7 Dicas de como desenvolver a empregabilidade

Até este ponto do artigo ficou claro o que é a empregabilidade e a sua importância. Para quem está em busca de ter uma carreira sólida, é fundamental investir nessa habilidade. Confira, a seguir, 7 dicas para desenvolver a empregabilidade garantindo a sua relevância no mercado.

1. Mantenha-se atualizado

Independentemente da sua área de atuação profissional, saiba que se sempre há algo novo para aprender. A empregabilidade depende do que você tem a oferecer ao mercado, ou seja, quais as habilidades e conhecimentos que possui. Para manter-se relevante em seu segmento invista em atualizações e na aquisição de novos conhecimentos.

Fazer cursos, participar de eventos, trocar experiências com outros profissionais são formas de alcançar a proficiência. Leia e acompanhe as principais transformações realizadas no seu segmento de atuação. Essa é uma forma prática de se manter interessante e necessário para o mercado. Empregabilidade tem a ver com o que você tem para oferecer.

2. Trabalhe a sua criatividade

Antes de qualquer coisa, é importante explicar o conceito de criatividade dentro do escopo de empregabilidade. Ser criativo não significa necessariamente criar algo novo, mas sim encontrar soluções criativas para resolver situações problemáticas. A solução não precisa ser criada do zero, basta que seja uma percepção inovadora que leve a uma resolução.

Algo importante para trabalhar a sua criatividade é não ter o medo constante de errar. Crianças são mais criativas que adultos exatamente porque não têm esse medo. Além de destravar a sua apreensão de errar, é interessante que você estimule a sua mente a ser mais criativa. Comece a pensar em formas de resolver pequenos problemas do dia a dia de forma diferenciada. Que tal fazer outro caminho para ir ao trabalho, por exemplo?

3. Saiba trabalhar em equipe

Habilidades sociais estão sendo cada vez mais consideradas em seleções de profissionais. Saber trabalhar em equipe e ter boa convivência com outros colaboradores influencia diretamente na capacidade produtiva da empresa. A empregabilidade depende de conseguir ter boas relações no ambiente de trabalho.

Não se trata de uma questão meramente pessoal, pois do bom relacionamento dependem os resultados positivos da equipe. Há casos em que excelentes profissionais perdem seus postos nas empresas simplesmente porque não conseguem ter boas relações com os colegas. Se você é uma pessoa problemática para se relacionar, comece a trabalhar para melhorar essa questão.

4. Utilize ferramentas tecnológicas

Mesmo que o seu trabalho não tenha relação direta com o uso de ferramentas tecnológicas é válido aprender a utilizá-las. Vivemos em um momento em que a tecnologia alcançou grande evolução e faz parte de nossas vidas. Não se adaptar às novas ferramentas de uso cotidiano pode fazer com que você transmita uma imagem antiquada.

A empregabilidade depende também da forma como as outras pessoas o veem. É necessário que você saiba como utilizar e integrar as facilidades tecnológicas para tornar sua vida profissional mais agilizada. Mas, fique atento para evitar ficar preso ao uso da tecnologia, desligando-se de questões humanas, como o relacionamento com os colegas.

5. Seja um bom comunicador

Saiba que nem todo mundo nasce com a habilidade de se comunicar com clareza. Quem faz o tipo mais tímido e tem dificuldades para transmitir suas ideias pode e deve investir em cursos e palestras de oratória. Aprender a como formular de maneira clara as frases e utilizar as melhores palavras fará de você um bom comunicador.

Comunicadores eficientes aumentam a sua capacidade de empregabilidade por articularem melhor os projetos de que participam. O mercado de trabalho demanda cada vez mais que os profissionais tenham essa habilidade que ajuda a extrair o melhor de cada um.

6. Dedique-se ao autoconhecimento

Conhecer a si mesmo, seus anseios e medos, é essencial para se tornar um profissional mais relevante. O mercado precisa de pessoas que conhecem as suas limitações e capacidades de maneira mais clara. Dedique-se à busca do autoconhecimento, seja por meio de reflexões ou mesmo de cursos com esse foco.

Há algumas técnicas que permitem que você compreenda com mais efetividade o que se passa em seu interior. Pessoas bem resolvidas com seus sentimentos desenvolvem habilidades interpessoais, tornando-se mais relevantes para a equipe da qual fazem parte.

7. Tenha confiança em si mesmo

A última dica desta lista diz respeito a trabalhar a sua autoconfiança, acreditar em si mesmo te levará mais longe. Você pode ter diversas habilidades e não ser reconhecido por elas pelo simples fato de não saber olhar para si com confiança. A autoconfiança jamais deve ser confundida com arrogância. Ser confiante significa que você reconhece seu valor, mas sabe que ainda pode aprender com outras pessoas.

Para aumentar a sua autoconfiança você pode investir em cursos para adquirir novas habilidades. Aprender um idioma ou a utilizar um novo software, por exemplo, ajudará a aumentar a sua percepção acerca do seu potencial. Tudo o que te ajuda a ser mais completo te torna mais confiante.

Com essas dicas você poderá desenvolver mais a sua empregabilidade e consolidar a sua carreira. Aproveite para deixar seu comentário sobre o assunto abaixo e compartilhar o conteúdo em suas redes sociais para passar o conhecimento adiante!

Imagem: Por Studio Romantic

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010