Porque é preciso saber conversar e se comunicar bem?

colegas de trabalho conversando

Confira algumas dicas de como conversar e se comunicar bem.

Você se surpreenderia se parasse para refletir sobre os problemas que são causados pela falta de comunicação efetiva. A falta de conversas esclarecedoras é a maior causa de conflitos entre colaboradores. Essa situação pode tornar o trabalho em equipe impraticável em alguns casos, gerando indisposições e até demissões.

Uma comunicação eficiente contribui para reduzir os ruídos entre as pessoas e com isso evitar conflitos. No artigo a seguir iremos explicar a relevância de saber conduzir uma conversa e se comunicar bem. Também daremos dicas de como melhorar a sua capacidade comunicativa. 

A importância da comunicação

Como seria o mundo se não houvesse qualquer método de comunicação entre os seres humanos? Certamente não teríamos nos organizado e a humanidade não teria se desenvolvido da mesma forma. A base da prosperidade da sociedade humana é a comunicação. Sem ela não conseguiríamos alcançar realizações pertinentes.

Em nosso dia a dia, a comunicação também cumpre um papel primordial. Você conseguir ler esse artigo e compreender a mensagem, somente é possível pela efetividade da comunicação. A comunicação efetiva é uma das habilidades mais relevantes dentre as chamadas soft skills (habilidades subjetivas). 

A importância de saber conversar no ambiente de trabalho

Saber conversar envolve várias atitudes. Uma delas é ter inteligência emocional. Uma pessoa com inteligência emocional afiada sabe como identificar as emoções dos outros, além de saber lidar com elas e compreender as pessoas ao seu redor. 

Todas essas características a tornam uma pessoa fácil de conversar, que tem tato ao escolher as palavras. Quem se comunica bem faz de tudo para tornar seu pensamento o mais claro ao expor suas ideias e opiniões.

Isso é muito importante dentro de uma empresa. Comunicar-se bem é a principal característica de uma equipe bem entrosada. Permite operar de forma coletiva em prol dos objetivos estabelecidos pela organização da qual faz parte. Quando as pessoas não se comunicam de forma adequada, há uma sensação de disputa de egos, em que a arrogância fala mais alto.

Essas são as diferenças dos ambientes de trabalho onde os profissionais têm um domínio sobre o que querem dizer. Apenas para recapitular, é um ambiente de trabalho entrosado, sincronizado, não-agressivo e competitivo, no bom sentido.

Dicas para conversar e se comunicar bem

Confira a seguir dicas de como conversar e se comunicar bem, melhorando seus resultados. 

1. Conheça-te a si mesmo

Conhecer a si mesmo é o principal passo para quem deseja se comunicar melhor. Não é ruim quando você fala algo e depois se arrepende do que disse? Ou percebe que não sabia ao certo o que queria ter dito? Isso acontece com muitas pessoas. E geralmente está relacionado à falta de autoconhecimento e autocontrole emocional.

As pessoas precisam saber o que está passando por suas cabeças, o que cada emoção significa. Entender o que cada reação pode representar diante da realidade e de seu histórico de vida.

Você consegue identificar todos esses pontos em si mesmo? Essa autoavaliação é muito importante, e faz parte de um processo de desenvolvimento não apenas individual, mas que beneficia todo o coletivo.

2. Técnica de escuta ativa

Escuta ativa é uma técnica em que o destinatário se dedica a compreender e interpretar a mensagem que está recebendo. O dia a dia da vida moderna tornou mais difícil manter o foco nas mensagens que estão sendo recebidas. Enquanto você conversa com um colega de trabalho, pode estar de olho na tela do smartphone esperando a resposta de uma questão pessoal, por exemplo. 

Vivemos numa “gincana” em que o prêmio é a atenção, dificilmente estamos plenamente concentrados numa única conversa. A proposta da escuta ativa é exatamente dedicar o foco total para a mensagem que está sendo recebida. Ao ter esse foco pleno se torna bem mais difícil interpretar o que está sendo recebido erroneamente. Essa técnica tenta atenuar os ruídos da comunicação. 

Ofereça para o emissor tempo suficiente para que ele exponha a mensagem que deseja passar. Enquanto ouve, evite emitir julgamentos pessoais e demonstre que está interessado. Faça perguntas a respeito e deixe as redes sociais de lado, concentre-se apenas na escuta ativa. 

3. Seja assertivo

Ser assertivo significa ter um posicionamento claro e bem definido diante das outras pessoas. Uma pessoa assertiva consegue transmitir mensagens de forma objetiva e nítida, sem gerar possíveis dúvidas. Devemos ressaltar que essa forma de comunicação nada tem a ver com agressividade ou com ser rude. Aquele que é assertivo é firme, mas sem ser degradável. 

Para se tornar mais assertivo o ideal é fazer uma análise profunda antes de iniciar a sua comunicação. Tenha em mente quais tópicos podem ser ofensivos para o outro, evitando utilizá-los. Fique atento para não omitir nenhuma opinião. Embora você deva mapear o que pode ofender o outro, também não pode deixar de falar sobre o que o incomoda. Ao errar admita suas falhas e saiba se desculpar. 

4. Saiba negociar

O ato de negociar significa estabelecer uma disputa retórica em que o vencedor é aquele que tem melhores argumentos. Um dos objetivos da negociação é persuadir a outra parte a adotar o mesmo ponto de vista. Então é interessante oferecer uma solução que seja positiva para ambos os lados. Lembre-se de que isso não vai ser possível na base da chateação da outra pessoa. 

Ter uma boa comunicação faz toda a diferença na hora de negociar. Os argumentos devem ser bem explicados para que a outra parte entenda por que é interessante mudar de opinião. Uma boa dica é conhecer a pessoa com quem se está negociando, isso definirá os rumos da conversa. Mantenha a naturalidade e se mostre calmo para apresentar seu ponto de vista.

5. Feedbacks

A comunicação é uma habilidade que pode estar em constante evolução. Para isso, é importante estar aberto a dar e receber feedbacks. As críticas construtivas ajudarão a identificar quais são seus pontos que podem ser melhorados. Também tornarão mais visíveis os pontos fortes que podem ser potencializados.

Além de receber, é válido ser alguém que dá feedbacks para aqueles à sua volta. Isso porque sua avaliação pode ajudar as pessoas a melhorar aquilo que precisa evoluir. Devemos nos lembrar que feedbacks são retornos pautados naquilo que percebemos racionalmente e não oportunidades para atacar as pessoas.

Gostou dessas dicas de como ter uma comunicação mais efetiva? E você, como faz para conversar e se comunicar bem? Comente abaixo e compartilhe o artigo nas redes sociais!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63