Teoria dos Traços da Liderança – Saiba o que é

Traços de Liderança Saiba mais sobre a Teoria dos Traços de Liderança

 

A liderança é uma característica que pode ser adquirida através de treinamento, prática e o convívio com sua equipe. Existem diversos tipos de líderes que possuem qualidades diferentes, os tornando aptos para liderarem pessoas dentro de empresa de uma maneira harmoniosa e verdadeiramente eficaz.

As habilidades de motivar e influenciar pessoas são excelentes exemplos de características necessárias em um líder. De forma prática e positiva, é preciso influenciar seus colaboradores a contribuírem voluntariamente e com entusiasmo para o desenvolvimento dos planos e objetivos pessoais alinhados aos da empresa.

Quer desenvolver sua habilidade de liderença?
Leia meu livro “Leader Coach” e seja um líder extraordinário!

Ser um líder não é uma tarefa fácil. É preciso aprender técnicas e habilidades para gerir seu funcionários e equipe. Além de ajudar seus liderados a desenvolverem suas capacidades e, principalmente, pontos fortes, de maneira que consigam atender todas as expectativas da empresa com relação a eles.  
Há, porém, quem diga que algumas pessoas já nascem líderes e, inclusive, possuem traços em suas personalidades que apontam para esse dom. Essa é a Teoria dos Traços da Liderança.

Convido você a me acompanhar nesta leitura e entender um pouco mais como funciona esta teoria.

O que é a Teoria dos Traços?

A Teoria dos Traços acredita que algumas pessoas já nascem com o dom de serem líderes. Dessa forma, o grande foco do estudo foi reconhecer e determinar as características hereditárias que levam uma pessoa a desenvolver habilidades e competências, que estão diretamente relacionadas à figura de um líder. Tanto em seu ambiente de trabalho quanto fora.

Apesar de não ser muito conhecida, essa teoria foi bastante popular até aproximadamente a década de 1940, sendo que muitos estudiosos de liderança buscavam combinações de traços que apontavam se uma pessoa era ou não um líder qualificado.

A partir disso, eles selecionavam pessoas que consideravam adequadas para liderar empresas e comunidades e davam a elas o poder. Essa teoria também afirmava que, por essas pessoas terem nascido líderes, eram capazes de exercer a liderança a qualquer momento em qualquer grupo, já que, teoricamente, nasceram aptas a exercerem essa função.

Aceitação da Teoria dos Traços

Não vá pensando que a Teoria dos Traços foi aceita facilmente. Na verdade, inicialmente, ela foi bastante criticada por estudiosos do comportamento humano. Até hoje muitos pesquisadores trabalham com o intuito de identificar se um líder é natural ou não.

De fato, existem inúmeros “métodos secretos” para ser um líder eficaz, para alcançar o sucesso na liderança, para estar à frente. Mas essa é uma reflexão muito mais complexa do que uma lista com X dicas. Tanto dentro quanto fora da internet podemos encontrar essas fórmulas mágicas sendo vendidas.

A verdade é que se essa fórmula mágica existisse, teríamos muito mais líderes que liderados. E muito mais pessoas “de sucesso” do que “em busca de sucesso”. Especialmente se pensarmos de acordo com o antropólogo Francis Galton (1869), que dizia que

“A liderança é uma exclusividade de um número reduzido de indivíduos, mérito de poucos e reflexo de traços imutáveis que não podem ser desenvolvidos.”

Em contrapartida, temos o professor de Administração e Psicologia da Universidade de Ohio, Ralph Stogdill que, no século 20, defendeu veementemente que a Teoria dos Traços não faz qualquer sentido.

Quem tem razão?

O ser humano é mutável e – assustadoramente – surpreendente. Por isso, é muito complicado dizer com certeza o que é certo e o que é errado. Quem tem razão e quem não. Apesar de todos nós termos diversas características em comum, o que nos faz especial é justamente o conjunto dessas características.

Mas, mais que isso, é o que fazemos com cada uma delas – e com esse conjunto – que nos transformará em um líder ou não. Por exemplo, quando observamos um grupo de crianças é comum encontrarmos aquela que age diferente. Que parece ter o espírito de liderança.

Trata-se da pessoa que está à frente dos colegas. Conduzindo brincadeiras e influenciando os amiguinhos com suas ideias. Ao mesmo tempo não podemos garantir que esse é o tipo de comportamento que permanecerá para sempre em sua vida.

Podemos considerar um indicador de sua personalidade e, também, de seu perfil de liderança. Qualquer outra criança poderia guiar a brincadeira. Porém, foi essa em específico que se destacou naquele momento.

Quais traços são avaliados?

De acordo com essa teoria, há um conjunto de traços e qualidades em um indivíduo que mostram se ele é um líder ou não. Esses traços são divididos, basicamente, em três características:

Personalidade – aqui é avaliada a maneira que o indivíduo se porta perante outras pessoas e suas principais características, como coragem, audácia, autoconfiança, sensibilidade, sociabilidade, iniciativa, diplomacia entre outros.

Aspectos físicos uma boa estrutura física, força, aparência e postura também eram considerados traços favoráveis a um líder nato.

Habilidades intelectuais – aqui era avaliada a inteligência, capacidade de comunicação com outras pessoas, os conhecimentos variados como saber falar outras línguas, entender de matemática, artes e etc.

O conjunto desses traços, combinados, apontavam o grau de liderança de uma pessoa de acordo com suas características pessoais.

Quer desenvolver sua habilidade de liderença?
Leia meu livro “Leader Coach” e seja um líder extraordinário!

A Teoria dos Traços nos dias de hoje

Apesar de ser considerada popular e ainda relevante para muitas pessoas, a Teoria dos Traços não é tão bem aceita por estudiosos da liderança, que acreditam que essa qualidade precisa ser adquirida e trabalhada, e não que se nasce com ela.

Profissionais da área afirmam que o que qualifica um bom líder não são apenas suas características natas, e sim a maneira que eles se comportam diante de alguma situação em que eles exerçam a liderança.
Ainda não existem estudos comprovados que mostrem quais são – verdadeiramente – as características de um líder nato. Se pararmos para pensar e observar, cada um dos líderes que temos um certo conhecimento mais aprofundado sobre suas vidas, administram seus negócios à sua própria maneira, bem como conduzem suas equipes da forma que acreditam ser a melhor.

De qualquer maneira, para aqueles que acreditam que podem e devem melhorar a sua performance e liderança, a minha dica é que conheçam o curso aqui do IBC que tem potencializado a atuação dos mais diversos tipos de líderes: o Leader Coach Training – LCT.

Trata-se de uma poderosa formação que transmite conhecimentos e ensina técnicas e ferramentas capazes de transformar positivamente a performance do líder, no sentido de contribuir com o desenvolvimento dos colaboradores que estão sob sua responsabilidade, bem como com o sucesso dos negócios como um todo.

Gostou deste conteúdo, Ser de Luz? Deixe um comentário, me dizendo o que achou e lembre-se de compartilhar mais este conhecimento com seus amigos em suas redes sociais!

Copyright:770245405 – https://www.shutterstock.com/pt/g/rido

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.
Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010