Conheça os principais sintomas do Transtorno de Ansiedade Generalizada

transtorno de ansiedade generalizada

Conheça os sintomas do transtorno de ansiedade generalizada


 
Quando falamos de ansiedade, falamos de algo normal que acontece com nosso organismo diante de determinados acontecimentos. Uma entrevista de emprego, a chegada de uma pessoa querida, a necessidade de fazer uma cirurgia são algumas das situações em que a ansiedade se faz presente e que pode ser encarada como algo normal e corriqueiro em nossa rotina, já que estas, assim como muitas outras, são situações que nos deixam em alerta e até mesmo um pouco preocupados.

Porém, quando esta preocupação simplesmente não passa, quando ficamos noites e noites em claro, extremamente preocupados e procurando constantemente formas de resolver situações, que muitas vezes não dependem de nós para serem resolvidas, devemos ficar de olho, pois este pode ser um sinal de alerta para algo que necessita de um acompanhamento mais próximo de especialistas.

Estou falando do Transtorno de Ansiedade Generalizada – TAG, que no Brasil atinge mais de 2 milhões de pessoas por ano e cada vez mais tem atingido outras ao redor do mundo, e precisa da atenção e do conhecimento de todos, para que assim possamos contribuir com estes indivíduos que passam por esta situação.

Acompanhe-me na leitura deste novo conteúdo aqui do blog IBC e conheça um pouco mais sobre os efeitos deste Transtorno na vida das pessoas.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

O que é TAG?

O Transtorno de Ansiedade Generalizada – ou TAG – é caracterizado pela excessiva preocupação e pela expectativa apreensiva. O nível de ansiedade de quem possui TAG é bastante desproporcional aos acontecimentos que geram o transtorno e isso compromete a qualidade de vida em vários campos, como o social e o profissional. O TAG é um transtorno que pode atingir homens e mulheres de todas as idades.

Mas, quais são os seus principais sintomas?

  • Medo constante e excessivo da crítica e do julgamento alheio;
  • Dificuldade para lidar com imprevistos;
  • Excesso de planejamento;
  • Incapacidade de relaxar;
  • Inquietude constante;
  • Preocupações excessivas e constantes;
  • Tendência a encontrar um problema o tempo todo;
  • Dificuldade em manter o foco e a concentração.

Além destes sintomas emocionais, quem sofre com TAG apresenta sintomas físicos, como:

  • Náuseas;
  • Diarréias;
  • Dores de cabeça;
  • Dores musculares;
  • Taquicardia;
  • Falta de ar;

Como funciona o tratamento?

Para diagnosticar o TAG, é preciso procurar profissionais especializados, como psiquiatras e psicólogos, para que sejam feitos exames que ajudem a diferenciar os sintomas de TAG com os sintomas de outras doenças. Um outro fator importante que contribui com o diagnóstico do Transtorno de Ansiedade Generalizada é a autoanálise. Se você tem percebido que está frequentemente nervoso ou tenso, procure ajuda especializada para passar por essa avaliação. A timidez e a falta de aceitação impedem o diagnóstico de TAG ainda no começo do transtorno.

Somente um profissional especializado poderá indicar os medicamentos corretos e o tratamento apropriado para cada paciente. Portanto, se você conhece alguém que tem alguns destes sintomas (ou você é uma destas pessoas), oriente-a a procurar ajuda para que esta tenha uma qualidade de vida melhor e seja mais feliz.

Outras formas de ajudar

Para auxiliar no tratamento, alguns comportamentos e atitudes podem ajudar a amenizar os sintomas deste transtorno. Confira-os, a seguir:

Alimentação saudável

Procurar manter uma alimentação saudável e equilibrada, rica em vitaminas e em alimentos que contribuam para a produção da serotonina, o neurotransmissor responsável pelo hormônio da felicidade no organismo, é uma das formas de ajudar no tratamento para o Transtorno de Ansiedade Generalizada.

Assim, quando você for fazer suas próximas compras, faça uma lista que contenham alimentos com proteínas, como o peito de peru, peito de frango, peixes, ovos, banana, queijos, entre muitos outros.

Ainda falando sobre alimentação, é importante que você evite também alimentos que contenham cortisol, como aqueles ricos em açúcar e carboidratos, pois este é o hormônio do estresse, que contribui para potencializar os sintomas da ansiedade no organismo.

Atividades físicas

Quem sofre de ansiedade precisa experimentar momentos de relaxamento e bem-estar, para conseguir lidar da melhor maneira possível com as situações do dia a dia sem se estressar excessivamente.

Assim, escolher uma atividade física que ofereça prazer e satisfação é importante, pois os exercícios são também responsáveis pela liberação de outro hormônio do organismo, que é a endorfina, que proporciona justamente esta sensação de bem-estar e relaxamento, tão necessária para que o ansioso consiga se preocupar menos com as situações que lhe estressam.

Quer descobrir qual grau da sua felicidade?
Clique aqui e acesse o “Termômetro da Felicidade”!

Manter objetivos e metas tangíveis

Outra forma de lidar da melhor maneira possível com o TAG, é determinar e estabelecer metas e objetivos tangíveis para si, seja na vida pessoal ou na vida profissional. Digo isso, pois quando conseguimos alcançar um resultado que estávamos esperando, fruto de nosso próprio esforço, experimentamos uma sensação de autorrealização, o que acaba contribuindo para a liberação da dopamina no nosso organismo, um outro hormônio da felicidade, que ajuda a nos sentirmos motivados constantemente.

Sendo assim, é importante caminharmos aos poucos, um dia de cada vez, determinando metas de curto prazo, pois assim teremos a possibilidade de atingi-las e de nos sentirmos mais felizes e realizados com a gente mesmo.

Cultive bons relacionamentos

Em nossa jornada evolutiva, seja para quem sofre com o TAG ou não, precisamos contar sempre com pessoas que nos ajudem e contribuam para o nosso crescimento constantemente. Assim, é importante manter vínculos emocionais saudáveis, pois será pode meio destes relacionamentos que haverá a produção da oxitocina, outro hormônio responsável por nos oferecer sensações de felicidade no organismo.

Por isso, sempre que tiver a oportunidade, abrace seus amigos, e todas as pessoas que você gosta muito, pois assim os níveis de oxitocina se elevarão e você se sentirá muito melhor. Além disso, busque conversar com seus familiares, realizar atividades com eles e dar e receber muito amor e carinho, pois assim você vai se sentir bem melhor e confiante para seguir em frente, já que saberá que pode contar com os verdadeiros laços que construiu ao longo da vida.

Utilize o espaço abaixo para nos contar a sua experiência e opinião sobre Transtorno de Ansiedade Generalizada. E se este conteúdo te ajudou de forma positiva e você acredita que poderá ajudar outras pessoas, curta e compartilhe em suas redes sociais com seus amigos.

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Copyright:717464269 – https://www.shutterstock.com/pt/g/fgc

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010