Raiva: Saiba lidar com ela e como ela pode te prejudicar

Pessoas com raiva

Aprenda a manter sua serenidade..

A raiva é um sentimento comum a todos, acontece até mesmo com as pessoas mais calmas e serenas. Esse estado de irritação pode ser causado por diversos motivos,  quando estamos estressados e cansados ficamos mais vulneráveis a ele.

Esse sentimento, quando frequente, causa uma série de prejuízos à saúde física e mental como, problemas cardíacos, gastrointestinais, dores de cabeça, derrame, ganho de peso, queda de cabelo, queda na imunidade, tensão muscular, entre outros. É também um limitante das boas relações, se refletindo em dificuldades na vida pessoal e profissional.

No entanto, quando canalizada para ações construtivas, a raiva pode ser benéfica. Por gerar adrenalina e dar mais coragem, pode se transformar em impulso e motivação para sair da zona de conforto. No artigo a seguir iremos dar dicas sobre como lidar com a raiva para que ela não te prejudique, acompanhe! 

Como a raiva pode te prejudicar?

Para entender como a raiva pode prejudicar a sua vida é necessário compreender de onde ela vem. Basicamente, sentir raiva é um mecanismo de proteção. Já percebeu que esse sentimento brota nos momentos em que nos sentimos injustiçados? 

Seu papel é o de nos fazer agir diante de uma ameaça. Em linhas gerais, a raiva pode ser definida como uma resposta intensa a uma potencial ameaça. Quando nos sentimos ameaçados, é natural nos preparar para nos defender, correto? 

As configurações da sociedade moderna nos levam a sentir raiva das pessoas no trânsito, de ter que esperar em uma fila e até das notícias de um telejornal. Em várias dessas situações não há nada que possamos fazer para alterá-las. Se você observar com atenção, perceberá que a sensação de impotência é mais irritante do que o ocorrido em si. 

A raiva é um sentimento útil do ponto de vista da evolução humana, porém, vira uma desvantagem quando se torna excesso de ira. Quase todo mundo se lembra de alguma situação em que agiu ou disse algo movido pela raiva e se arrependeu. 

Essas ações e palavras podem levar a mágoas, problemas nos relacionamentos e consequências irreversíveis. A raiva é a causa de diversos conflitos nas nossas vidas e, se deixarmos, ela toma conta totalmente de nós.  

A raiva é prejudicial para a saúde física e mental 

A raiva é prejudicial para a saúde física, pois indivíduos constantemente irados são mais propensos a desenvolver algumas doenças. Problemas gastrointestinais, doenças cardiovasculares, cefaleia crônica e até derrames aparecem na lista de enfermidades relacionadas à raiva. A saúde mental é também bastante prejudicada, estar sempre com raiva pode levar ao desenvolvimento de transtornos psicológicos. 

Raiva controlada: uma grande aliada

Sentir raiva moderadamente pode nos ajudar a identificar o que não está indo bem em nossas vidas. Essa sensação nos dá coragem para buscar soluções para os problemas que impedem nosso crescimento. A motivação vinda da raiva é muitas vezes maior do que a insegurança e a vergonha. 

Aqueles que sentem raiva moderadamente se tornam mais cientes das injustiças ao seu redor, o que leva a mudanças sociais significativas. Se pensarmos brevemente sobre as principais transformações no Brasil e no mundo, identificaremos onde a raiva está situada. 

Partindo desse princípio, fica evidente que a raiva é também um sentimento positivo para a nossa saúde e bem-estar. Porém, desde muito cedo somos ensinados que devemos contê-la para não incomodar ou não passar a impressão errada. Ninguém se sente feliz de conviver com pessoas que têm ataques de fúria, não é mesmo?

O que faz mal é ter excesso de negatividade, pois isso leva a problemas físicos e mentais. Liberar as emoções ruins é necessário para nos acalmar e nos ajudar a seguir em frente para encarar os próximos desafios. A raiva auxilia também a descarregar a tensão que acumulamos no dia a dia. 

Porém, há uma gigantesca distância entre liberar as frustrações do dia a dia em um ataque de fúria e conduzir sentimentos e comportamentos negativos para um caminho positivo. O primeiro é extremamente prejudicial para nós mesmos e para aqueles que nos cercam. O segundo é uma forma de prevenção do primeiro.

Como lidar com a raiva de forma saudável?

Saber como lidar da melhor maneira com esse sentimento que influencia tão intensamente nossos atos é indispensável. Com inteligência emocional e algumas atitudes práticas, você tem tudo o que precisa para usar a raiva a seu favor. Confira as dicas a seguir de como lidar com esse sentimento com inteligência emocional.

1. Analise o motivo provocador

O primeiro passo é não bloquear o sentimento, você tem o direito de senti-lo. Nesse sentido, o melhor caminho é analisar as razões que te levaram a chegar nesse estado.

Em momentos de raiva é comum agirmos de maneira equivocada, portanto, pare, respire e observe a situação. Ao fazer isso você se dá conta de que agir por impulso irá apenas piorar a situação. 

2. Afaste-se do motivo causador

Uma vez tendo identificado o motivo causador da sua ira, considere se é possível se afastar. Há uma pessoa específica que te deixa irritado? Uma situação em particular te tira do eixo? Quando for possível excluir esses fatores da sua rotina não tenha receio de fazê-lo. 

3. Desabafe

Colocar para fora o sentimento de frustração é essencial para não deixar a raiva crescer. Ao invés de conviver em silêncio com aquilo que te irrita, fale sobre com um amigo de confiança, com seu terapeuta ou escrevendo em um diário. Quando falamos sobre aquilo que nos dá raiva, a tendência é tirar a importância do elemento causador da ira. 

4. Exercite a inteligência emocional

Todos os dias somos desafiados, sempre acontecerá algo que irá nos tirar da nossa zona de conforto. Ser inteligente emocionalmente é primordial para conduzir a vida pessoal e profissional. 

A inteligência emocional nada mais é do que a capacidade de conduzir suas próprias emoções. Estando no controle do que sente, você tomará decisões melhores e se manterá equilibrado mesmo diante das adversidades.

5. Pratique atividades físicas

É claro que essa dica não poderia faltar. Pratique esportes, faça caminhadas ao ar livre ou se preferir frequente uma academia. Mantenha seu corpo em movimento. A atividade física repercute positivamente em todos os sentidos, através dela você extravasa toda energia acumulada, fica mais sereno e paciente.

Agora que você sabe mais sobre a raiva pode usá-la a seu favor!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63