Conheça 3 dinâmicas para aplicar em um grupo de idosos

Conheça 3 dinâmicas para aplicar em um grupo de idosos
A chegada da terceira idade não deve ser vista como o fim da vida, mas como uma oportunidade para novas experiências.

Chegar à terceira idade não quer dizer que a pessoa já cumpriu a sua missão e que sua vida acabou, pelo contrário: este é um momento singular e que deve ser vivido com muita plenitude. Este é o momento de a pessoa aproveitar sua liberdade, ter mais tempo para ela mesma, ser livre em suas escolhas e se divertir.

Esse também é um momento que o indivíduo precisa de muito carinho, atenção e interação social. Uma excelente forma de desenvolver essas ações é por meio da aplicação de dinâmicas para idosos. De uma maneira descontraída e animada, elas promovem à pessoa da terceira idade:

  • Convivência com pessoas no mesmo estágio de vida;
  • Relacionamento interpessoal;
  • Desenvolvimento da comunicação;
  • Interação;
  • Ocupação do tempo livre;
  • Aumento da capacidade mental;
  • Descontração.

Exemplos de dinâmicas para idosos

Para quem você tira o chapéu?

Esta dinâmica tem o objetivo de estimular a autoestima dos idosos, exigindo como materiais apenas um chapéu e um espelho — que será colado na parte de dentro do acessório. Para realizar a atividade, o líder da dinâmica deve entregar o chapéu para um dos participantes e perguntar se ele tira o chapéu para a pessoa que está no fundo do objeto. A ação deve se repetir com todo o grupo, e o líder deve sempre fingir que está trocando a foto que está dentro do chapéu, além de incentivar todos a explicarem a razão de sua resposta.

O papel colorido

Com essa dinâmica, os idosos têm a chance de relatar sentimentos e trocar experiências. Para cumprir a atividade, são necessárias tiras de papel em diferentes cores.

O condutor da dinâmica deve pedir para os participantes fecharem os olhos e pensarem em sentimentos presentes em suas mentes naquele instante. Depois, cada um deve escolher uma tira de papel com a cor que ilustre o sentimento do momento. Em seguida, os idosos devem ser separados por cores, ou seja: aqueles que escolheram tiras de papel da mesma cor, devem se juntar e conversar por cerca de 10 a 15 minutos.

Passado o tempo do bate-papo, os participantes devem formar um grande círculo e trocar suas experiências, relatar sobre o sentimento vivido e comentar como foi a conversa.

Dançar para se conhecer

Essa atividade tem o objetivo de fazer com que os idosos se conheçam de uma maneira diferente. O líder da dinâmica deve pedir que os participantes façam duplas e explicar que, ao começar a música, eles devem dançar e conversar durante cerca de um minuto — falando seus nomes, idades, onde nasceram, o que gostam de fazer, entre outras coisas. Após um sinal, os idosos precisam trocar de duplas e repetir a ação, até que todos os participantes sejam apresentados uns aos outros.

Coaching e a terceira idade

Outra maneira de auxiliar pessoas da terceira idade é por meio da metodologia de Coaching que, a partir de técnicas e ferramentas comprovadas, é capaz de oferecer uma melhor qualidade de vida ao idoso, além de dar suporte para que ele viva de forma plena. Outros benefícios proporcionados pelo Coaching para idosos são:

  • Planejamento da aposentadoria;
  • Definição de novas metas e objetivos;
  • Entendimento sobre assuntos pessoais do passado;
  • Melhor aproveitamento das suas experiências e conhecimentos;
  • Suporte para investir em uma nova carreira;
  • Superação de problemas, medos e anseios;
  • Revisão de crenças e valores;
  • Resgate de sonhos e projetos antigos.

E você, como lida com a chegada da terceira idade? O que faz para viver essa fase de forma plena? Comente e compartilhe este artigo nas redes sociais.

Imagem: Pressmaster / Shutterstock

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010