Conheça o conceito do Marketing de Massa e suas principais vantagens

Marketing de Massa Marketing de Massa nos Tempos atuais.

Para se destacar no mercado, as empresas investem em várias técnicas e metodologias. Um dos investimentos mais importantes é aquele feito em marketing. Essa poderosa estratégia tem vários segmentos para atender as necessidades das empresas e, assim, garantir crescimento na lucratividade e expansão dos negócios

Um dos segmentos dentro dessa área é o marketing de massa. E o que ele significa e quais as e suas principais contribuições para as empresas? Para saber mais sobre este tema, continue a leitura! 

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Um pouco sobre marketing

Para entender o que é o marketing de massa é importante trazer aqui o conceito do marketing. Focado na geração de valores sobre produtos e serviços, o Marketing é um conjunto de atividades devidamente desenvolvidas para que as necessidades e desejos dos clientes sejam entendidas. E assim,  posteriormente, atendidas de maneira inovadora. 

Todas essas atividades têm o objetivo de conquistar clientes e também fidelizá-los. Para isso, faz parte do marketing estratégias relacionadas à atração, conversão e retenção desses clientes. Vale destacar que essas estratégias valem também para agregar valores às marcas das empresas. 

Muitos gestores acreditam que o marketing seja válido somente para vendas, o que é algo equivocado. Na realidade, ele envolve outras etapas que não estão ligadas diretamente às vendas, como relacionamento com clientes e gestão de marca. 

Diante dessa breve explicação sobre o que é marketing, fica a pergunta: o que é marketing de massa e em qual contexto ele se aplica? Confira nos próximos tópicos!

Afinal, o que é marketing de massa? 

O marketing de massa está associado à produção, distribuição e promoção de produtos para um grande número de pessoas. O intuito desta estratégia é atrair o maior número possível de compradores, mantendo o consumidor fiel e fortemente interessado pelo seu produto.

Com isso, as empresas garantem que seus revendedores continuem a expor sua marca e mantenham o estoque com seus produtos. O marketing de massa consiste, basicamente, em incentivar os clientes a comprar e oferecer incentivos comerciais para que os lojistas renovem seus estoques.

A Revolução Industrial é o período que marca o início desse modelo de vendas. Antes disso, produtos como arroz, cereais e bebidas eram vendidos em frações, já que a produção utilizava mão de obra humana e apresentava um volume de produção menor.

A inclusão de maquinários nos processos de fabricação e produção de alimentos, bebidas, vestimentas e demais itens de consumo fez com que um número maior de produtos fosse disponibilizado para os lojistas. Consequentemente, mais produtos foram disponibilizados para os consumidores finais. 

Para ficar claro quem era o produtor daquela mercadoria, foram inseridas algumas marcas nos produtos. Isso facilitava a identificação do produtor e fazia com que o cliente se lembrasse dele em uma compra futura.

Mas, é possível utilizar essa estratégia de marketing nos tempos atuais? Existem exemplos que atestam a eficiência do marketing de massa? Confira no tópico a seguir. 

Quer descobrir qual grau da sua felicidade?
Clique aqui e acesse o “Termômetro da Felicidade”!

Principais vantagens e desvantagens do marketing de massa

O marketing de massa é bastante tradicional dentro do campo da publicidade. E mesmo diante das mudanças de comportamento do consumidor, ainda é uma atividade que sobrevive.

Para alguns profissionais da área há a dúvida sobre continuar apostando nesse tipo de marketing ou não. Para ajudar a esclarecer essa dúvida apresentaremos as principais vantagens e desvantagens. 

Vantagens

A grande vantagem do marketing de massa é, com toda certeza, impactar um número considerável de consumidores com apenas uma mensagem publicitária. Um exemplo disso é um anúncio feito no Super Bowl e que é visto por milhões de pessoas em todo o globo. Essa estratégia pode ser eficiente para consolidar a imagem da marca, ainda que não haja foco em um público específico. 

Ao optar por operar em uma escala maior de audiência, a anunciante torna a distribuição mais em conta. Com somente uma ação é possível alcançar os mais variados usuários, obtendo a melhor relação custo-benefício. Então, mesmo quando uma campanha não gera nenhum retorno, não se tem gastos tão elevados. Inclusive, reduz as perdas com pesquisas de Marketing. 

Também podemos citar como vantagem o fortalecimento da marca devido à grande exposição em canais populares. Exatamente por esse motivo é tão eficiente quando consideramos empresas que desejam entrar em um novo mercado ou lançar um produto novo. É possível chamar a atenção do consumidor de maneira mais eficiente do que se fossem feitos anúncios personalizados. 

Desvantagens

Nos últimos tempos, o marketing passou por uma série de mudanças, com destaque para a maior necessidade de entender quem é o consumidor. As empresas entenderam que precisam saber qual é o comportamento e as dores dos consumidores da sua marca.

Há maior ênfase em usar anúncios personalizados, campanhas relevantes e segmentação. Fica evidente que as tendências atuais são o total oposto do que é o marketing de massa, certo?

O marketing de massa transmite a mesma mensagem para todo o público. No entanto, há cada vez mais o desejo, por parte dos consumidores, de ter acesso a anúncios personalizados. Basicamente, ainda que o anúncio esteja disponível para milhões de pessoas, é possível que muitas delas não se importem com a sua ação. 

Então, a grande desvantagem que pode ser apontada é a baixa eficiência do anúncio. A mensagem disputa a atenção do consumidor com várias ações personalizadas e customizadas.

Campanhas adaptadas para diferentes públicos tendem a ser mais eficientes. Também é essencial ressaltar que o marketing de massa é uma estratégia de curto prazo, não gerando nenhum benefício no tocante à fidelização. Lembrando que fidelização é essencial para as marcas. 

Quando aplicar o marketing de massa?

A estratégia de marketing de massa pode ser arriscada e, por isso, deve ser utilizada cautelosamente. A empresa deve ter um bom planejamento e definir quais são os objetivos da companhia. Para uma marca que tem produtos muito específicos, por exemplo, pode não ser interessante usar essa estratégia. 

Em contrapartida, marcas que trabalham com produtos de necessidades básicas, como itens de higiene pessoal, por exemplo, podem apostar nessa estratégia. Esses produtos já contam com um número significativo de interessados de qualquer forma. As empresas de telecomunicações se valem desse tipo de marketing por oferecer um serviço bastante popular e do qual as pessoas necessitam. 

Então, é essencial avaliar qual é a situação da companhia e se o marketing de massa oferece boas oportunidades. Como já citamos, há casos em que essa estratégia pode ser muito útil.

Quando se observa que não é uma estratégia tão relevante, aí é melhor apostar em um outro caminho. Como o da personalização, por exemplo, e posterior segmentação das campanhas. O marketing de conteúdo é uma excelente ferramenta. 

Dependendo do planejamento e dos objetivos, o marketing de massa pode gerar valor e oferecer bons resultados em curto prazo. Isso é válido especialmente quando é usado em conjunto com outras estratégias. O segredo está em analisar o cenário atual da companhia para encontrar o que vai levá-la ao sucesso junto à sua audiência. Assim, a comunicação poderá ser feita de forma direta e clara. 

Marketing de massa nos tempos atuais

É possível identificar estratégias de marketing de massa mesmo atualmente, quando a segmentação de público é uma estratégia mais comum. Ainda existem nichos mercadológicos que conseguem obter resultados altamente satisfatórios dessa forma. 

A mais comum é a venda em massa adotada por marcas como Avon, Mary Kay e diversas outras empresas de cosméticos. Por meio de distribuidores/revendedores autônomos, essas empresas oferecem os produtos para os consumidores finais. Esses consumidores podem ser homens e mulheres das mais variadas classes sociais, com hábitos de consumo diversos e de diferentes lugares do país. 

Para ter certeza de que essa é a melhor estratégia para a sua empresa, é importante fazer pesquisas de mercado. Isso ajudará a entender de que formas o marketing de massa poderá contribuir para o aumento das vendas e dos valores a serem agregados a sua marca.

Estude e conheça a fundo seus concorrentes, analise minuciosamente as práticas e estratégias aplicadas por eles e, assim, entenda como o marketing de massa ajudará a sua empresa a se destacar. 

E você, o que pensa a respeito? Acredita que ainda é possível utilizar o marketing de massa nos tempos atuais? Use o espaço abaixo para nos contar a sua opinião sobre o assunto. Se este conteúdo te ajudou de forma positiva, compartilhe-o em suas redes sociais!

Copyright: Jirsak / Shutterstock

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63