Entenda o que é economia circular e como aproveitá-la como modelo de negócio?

mulher pensativa em volta de ícones representando a economia circular

A economia circular propõe que todo recurso extraído e produzido, posteriormente seja mantido através de uma cadeia integrada. Entenda!

O uso desenfreado dos recursos naturais do planeta diminui a cada dia mais o equilíbrio ambiental. O ser humano, atualmente, faz uso da economia linear, que se conceitua no processo de “extrair — produzir — descartar”, ou seja, a produção de bens se dá por meio do consumo de recursos finitos.

Em consequência disso, ocorrem o uso excessivo e a escassez de matéria-prima, além do acúmulo de lixo e dos altos custos de produção. Para reverter esse ciclo vicioso, surgiu a economia circular, que propõe que todo recurso extraído e produzido, posteriormente seja mantido por meio de uma cadeia integrada. Isso beneficia a economia das empresas, além, é claro, do meio ambiente e da qualidade de vida na Terra.

Neste artigo, você vai compreender exatamente o que é e como funciona a economia circular, quais são os benefícios que ela produz e como ela pode ser aproveitada no seu modelo de negócios. Ficou curioso? Então, continue a leitura a seguir e saiba mais sobre o tema!

O que é a economia circular?

Nesse novo modelo de negócios, nada é visto como lixo, mas sim, como uma possibilidade de preservação, transmissão de valor e crescimento econômico, sendo que esse tipo de produção não precisa estar ligado ao consumo dos recursos naturais.

No meio industrial, por exemplo, a economia circular funciona da seguinte forma: as peças de eletrodomésticos e eletrônicos são fabricadas de maneira que possam ser reutilizadas em produções seguintes.

É importante frisar que a economia circular não possui como base apenas a reciclagem, mas sim, controlar os recursos finitos e repensar o design do produto e o seu processo, a fim de que ele seja fabricado com materiais facilmente recicláveis, livres de substâncias tóxicas e que, ao ser descartado, ainda tenha valor de uso. Isso significa que a economia circular se refere a um ciclo de reparo e utilização ampliada.

Quais são as etapas da economia circular?

A economia linear, isto é, a tradicional, é composta pelas seguintes etapas: extração de recursos naturais, processamento desses recursos, transformação da matéria-prima em produto, consumo do produto e descarte.

No caso da economia circular, por mais que as fases iniciais sejam semelhantes, as fases finais apresentam diferenças, e é aí que está o aspecto sustentável desse novo modelo. As suas etapas são:

  1. Extração de recursos naturais (de forma planejada e consciente);
  2. Transformação dos recursos em produtos;
  3. Consumo;
  4. Manutenção e reparação;
  5. Reutilização;
  6. Reciclagem ou tratamento para um descarte apropriado (não prejudicial ao meio ambiente).

As 3 primeiras fases são as mesmas da economia linear. No entanto, a partir do momento em que o produto apresenta alguma falha, ele não é imediatamente descartado na economia circular. As empresas devem oferecer possibilidades de manutenção e reparação, de modo que esse produto tenha uma vida útil prolongada.

Se ele realmente tiver chegado ao fim da sua capacidade de ser útil naquela função para a qual foi projetado, então se verifica a possibilidade de atribuir a ele uma nova utilidade. Por exemplo, você com certeza já viu algumas organizações e até mesmo pessoas comuns que constroem jardins muito criativos utilizando pneus e garrafas pet como recipientes para as plantas, não é mesmo?

Se realmente não for possível mais utilizar o produto, então ele é destruído de uma maneira que o material do qual é composto possa ser aproveitado em novos contextos — daí a importância de escolher bem as matérias-primas com as quais trabalhar. Essa é a essência da reciclagem. Algumas empresas, por exemplo, produzem copos e potes cuja matéria-prima é a fécula de mandioca. Ao fim da vida útil do produto, o material biodegradável é reaproveitado como adubo para os solos.

Por fim, se não for possível reutilizar o material do qual é feito o produto, cabe às empresas promover o seu descarte da forma adequada, isto é, que reduza ao máximo possível quaisquer danos ao meio ambiente.

Quais são os benefícios oferecidos pela economia circular?

Conheça algumas vantagens proporcionadas pela adoção da economia circular:

  • Benefícios operacionais e estratégicos à empresa, com redução de custos e aperfeiçoamento da eficiência operacional;
  • Maior potencial de inovação;
  • Geração de empregos;
  • Crescimento econômico;
  • Prolongamento da vida útil dos produtos, reduzindo a necessidade de produzir e comprar;
  • Maior utilização dos materiais e componentes dos produtos;
  • Ausência ou redução do desperdício de recursos naturais e do desmatamento;
  • Redução de resíduos;
  • Diminuição da poluição;
  • Preservação ambiental;
  • Regeneração dos sistemas ambientais já prejudicados;
  • Minimização das alterações climáticas;
  • Reposição adequada dos recursos naturais extraídos, sem prejudicar o equilíbrio da natureza e o habitat dos seres vivos
  • Melhora da imagem da empresa perante os seus stakeholders;
  • Diminuição do uso dos recursos naturais como matéria-prima;
  • Melhorias na relação entre empresas, fornecedores e parceiros;
  • Estímulo à criatividade na produção dos bens;
  • Proposição de novos modelos de negócio;
  • Geração de diferenciais competitivos.

Conclusão

O planeta transmite constantemente sinais de que não suporta mais o modelo de economia linear. Portanto, se faz necessária a adoção da economia circular. Por meio dela, a empresa passa a produzir com menos recursos naturais e redefine o design dos produtos, a fim de que eles tenham componentes que possam ser reutilizados.

O cliente, por sua vez, consome de maneira mais consciente e sustentável, e o governo promove ações e estratégias para divulgar à sociedade civil essa nova maneira de produção e consumo.

Em conclusão, para que esse sistema funcione, não apenas as empresas devem mudar a sua forma de produção, como é importante que todos os envolvidos no ciclo de um produto estejam cientes e queiram modificar a situação atual. Assim, todos podem se tornar parte da mudança necessária para o futuro do nosso planeta.

E você, ser de luz, conhecia o conceito de economia circular? Conhece alguma empresa que a tenha adotado nos seus processos? Então, contribua deixando o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

Copyright:  ImageFlow

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds