Conheça a história de Flávia Cintra

Segundo Censo Demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 13,2 milhões de pessoas no Brasil apresentam algum tipo de deficiência motora, isso equivale a 7% dos brasileiros. Boa parte dessas pessoas tem grande dificuldade de locomoção, o que limita algumas ações.

Dentro desse número existem também os tetraplégicos, que são pessoas que possuem uma deficiência que afeta a musculatura do tronco e ainda as quatro extremidades do corpo, ou seja, pernas, pés, braços e mãos. Nesse quadro encontramos diversas pessoas que fazem do dia-a-dia uma batalha para realizarem seus sonhos e desejos, seguindo uma vida normal e, como muitos exemplos de superação, encontramos a história de Flávia Cintra.

Através da perseverança, superação dos limites e otimismo, Flávia Cintra chama nossa atenção, pois mesmo diante de um grande obstáculo, sentada numa cadeira de rodas, ela leva uma vida produtiva, feliz e cheia de realizações.

superação na cadeira de rodas

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Entenda a história de Flávia Cintra

Aos 18 anos, Flávia voltava para Santos, cidade do litoral paulista onde morava, e quando passava pela rodovia Anchieta, o motorista do carro, seu então namorado, ao desviar de um corpo que estava estendido no asfalto, perdeu o controle do carro que capotou diversas vezes.

Flávia conta que quando o carro parou, ela já não sentia o corpo do pescoço para baixo, percebendo que estava presa nas ferragens. Desse momento em diante sua vida mudou e, após uma cirurgia, ela foi diagnosticada como tetraplégica. Com algum tempo de fisioterapia, ela recuperou alguns movimentos das mãos e braços.

O interessante é pensar que Flávia não se abalou com sua nova realidade. Decidiu que viveria bem e realizaria todos os seus sonhos. Ela conta que suas experiências mais importantes, tanto no âmbito profissional quanto pessoal, vieram quando ela já estava na cadeira de rodas.

Após algum tempo, já tetraplégica, Flávia foi para a universidade e se formou em Jornalismo. Também se casou e teve o privilégio, como ela mesma diz, de ter dado a luz a gêmeos, Mariana e Mateus.

Sua gravidez foi registrada em parceria com o cineasta João Jardim e deu origem a um documentário. Este serve para auxiliar, preparar e informar pessoas que tem esse e outros tipos de deficiência, quanto aos cuidados nos momentos de uma gestação e demostrar o quão isso é possível, sendo que Flávia engravidou naturalmente e teve uma gestação tranquila.

Ressignificação e a quebra de crenças limitantes, técnicas presentes na metodologia do Coaching, fizeram parte de sua vida. Flávia deu novos significados a uma tragédia que poderia lhe tirar o sorriso do rosto e fazer com que sua vida se pautasse em sua deficiência. Mas a busca por seus objetivos de vida e a vontade de realizar tudo aquilo que desejava, fez com que a tetraplegia se tornasse um obstáculo totalmente transponível.

Foto: © Depositphotos.com / aldegonde

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010