O que é confiabilidade empresarial?

Confiabilidade Empresarial Saiba mais sobre Confiabilidade Empresarial

 

Você já ouviu falar sobre confiabilidade empresarial? O termo remete a quando a empresa tem a capacidade de cumprir com o que prometeu para os colaboradores, fornecedores, clientes, stakeholders e comunidade. Para saber mais sobre o assunto é só continuar lendo o artigo!

O que significa a confiabilidade empresarial para cada um dos envolvidos

Agora vamos explicar rapidamente o que a confiabilidade empresarial representa para cada uma das partes que estão envolvidas. Confira:

Para os funcionários, o conceito está no cumprimento do contrato no cotidiano desde o pagamento do salário e benefícios até nas ações do dia a dia que remetem à cultura organizacional

Mesmo descritas em um documento assinado por ambas as partes, muitas questões da relação empregador e empregado ficam subentendidas. Claro que esses pontos podem ficar entendidos nas entrelinhas pelas duas partes ou apenas por uma delas e é aí que os problemas podem começar. 

Por isso, é muito importante que outros documentos como a política de regras e conduta, os conceitos de cultura organizacional, os direcionamentos de clima organizacional e as orientações internas de cada área, sejam expostos logo no início da carreira do trabalhador na corporação. 

O cumprimento do contrato também é essencial para os fornecedores, afinal isso torna o processo claro. Além disso, todo o processo de negociação deve ser totalmente registrado e honesto. Isso significa que as cada etapa deve ser comprovada com notas fiscais, emails ou qualquer forma de comunicação que possa ser verificada com facilidade. A omissão ou falsidade de informações pode atrapalhar as conversas atuais, futuros negócios e até manchar a imagem da organização para o mercado. 

Adquira confiabilidade através de uma liderança extraordinária!
Acesse meu eBook “Leader Coach” e descubra mais!

Para os clientes, a confiabilidade significa que a empresa deve entregar o produto ou o serviço que está oferecendo nas propagandas publicitárias. Ou seja, tudo que estiver sendo divulgado na mídia impressa, nos outdoors, nos folders, nos cartazes das lojas, nas mídias digitais, nas redes sociais ou qualquer outro meio deve ser igual à realidade. Isso significa que os vendedores também devem tomar cuidado com falsas promessas nos argumentos de venda. Qualquer tipo de divulgação ou forma de venda que não seja verdade, a corporação pode estar fazendo propaganda enganosa.

Os proprietários e a gestão de uma empresa devem sempre estar atentos ao que está acontecendo na comunidade. Toda corporação afeta a comunidade que está inserida. Caso esta trabalhe com elementos que são perigosos para o meio ambiente, é obrigatório que ela cumpra com as leis para que eles não cheguem às pessoas que moram em volta. Mesmo cumprindo a lei, é possível que os moradores sintam os efeitos dos materiais, portanto, é importante que a empresa realize ações que vão além da lei, contribuindo com a sustentabilidade local. Mesmo se a organização não trabalha com elementos perigosos para a natureza e para a saúde das pessoas, é recomendado que elabore ações que cooperem com o dia a dia da comunidade. 

O que a gestão pode fazer 

Agora que você já sabe sobre o que é a confiabilidade empresarial e a importância do cumprimento desse conceito, vamos falar sobre algumas ações que podem ajudar nesse sentido. Confira:

  • Elaboração de uma política de regras e conduta: é essencial que os proprietários, a gestão e a área de recursos humanos (RH) sejam envolvidos na construção de um código que mostre quais são as regras e os direcionamentos de conduta que a corporação espera de cada colaborador. Esse documento deve ser mutável, afinal, com o passar do tempo, ele deve evoluir. Além disso, ele deve ser apresentado ao novo colaborador assim que ele é contratado e ainda deve ser relembrado constantemente pela comunicação interna. 
  • Elaboração de um documento de cultura organizacional: o primeiro passo para a formação de uma cultura organizacional inclusiva é a empresa criar um documento em que democratiza sua visão a respeito de como o cotidiano profissional deve ser. A partir desse momento, o colaborador deve cumprir com o que está ali, mas também tem o direito de questionar e de dar a opinião a respeito de possíveis mudanças que considera que são relevantes. Assim como o código acima, o documento da cultura organizacional deve ser apresentado aos funcionários novos logo no começo do trabalho e ainda deve ser relembrado pela comunicação interna constantemente. 
  • Elaboração de um documento de clima organizacional e métricas: além da cultura organizacional, é importante que a gestão, RH e o departamento pessoal (DP) trabalhe em conjunto para a criação de um documento que condense o que é o clima organizacional, a importância dele e como ele deve ser alcançado no dia a dia. Nesse ponto, a comunicação interna é essencial, pois ela deve divulgar quais são os indicadores de clima de cada setor e como eles podem ser cumpridos ao longo do cotidiano sem que isso atrapalhe as entregas. Caso você seja um profissional de uma dessas áreas e precisa de um impulso profissional para se sentir seguro o suficiente para realizar essas ações, pode contar com o direcionamento profissional assertivo que o coaching traz. 
  • Estabelecimento de métricas do trabalho: é fundamental que cada setor defina métricas que medem o nível de qualidade que as atividades estão sendo entregues. Além disso, é interessante tem indicadores que mostrem os níveis de produtividade, tempo de entrega, pontualidade, por exemplo.
  • Estabelecimento de métricas dos profissionais: além das entregas que geram valor, é essencial que os gestores de cada área tenham métricas que indicam qual é o desempenho de cada um dos liderados. E, é claro, os próprios gestores também devem ser avaliados pelos seus gestores, pares e liderados. 
  • Estabelecimento de métricas da empresa: além das métricas das entregas e dos funcionários, é essencial que a própria empresa tenha objetivos a serem cumpridos. Além das metas comuns relacionadas à saúde financeiras e vendas, é importante ter indicadores relacionados à sua imagem no mercado, branding, sustentabilidade, bom relacionamento com comunidade e fornecedores e aderência a causas sociais, por exemplo. 
  • Contração de auditoria externa: além da auditoria interna, é essencial que toda empresa tenha uma visão diferente. A contração de uma auditoria externa pode ajudar nesse ponto já que esta terá processos diferentes de avaliação e poderá trazer um novo ponto de vista a respeito do dia a dia, do armazenamento de dados, de possíveis transgressões e muitos outros pontos de vista. 

Gostou do artigo de hoje? Compartilhe com os seus amigos nas suas redes sociais!

 

Copyright: 775404307 – https://www.shutterstock.com/pt/g/rido

 

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010