Quais as principais causas da dependência emocional?

Casal infeliz

Veja o que é a dependência emocional.

Um relacionamento baseado na dependência emocional é extremamente nocivo para ambas as partes. Tanto quem sofre com a dependência quanto quem é objeto dela, tende a se sentir mal. Aquele que depende emocionalmente nunca se sente completo. Por sua vez, aquele que é objeto da dependência não consegue suprir as exigências inalcançáveis de atenção da outra parte. 

No artigo a seguir iremos explicar com mais detalhes o que é a dependência emocional e quais são as suas principais causas. Com esse entendimento, pode se tornar um pouco mais fácil lidar com uma situação tão complexa.

O que é dependência emocional? 

Resumidamente, a dependência emocional consiste em um apego extremo a outra pessoa. O objeto desse apego pode ser o cônjuge, um amigo ou um familiar. É mais comum observar essa dinâmica em relacionamentos amorosos em que há mais emoções e sentimentos cultivados. 

Geralmente, a dependência emocional em uma relação cria um ambiente propício para possessividade e ciúmes. Aquele que depende emocionalmente de outra pessoa tem o desejo de ser o único interesse da vida dela. Estar em uma relação com um dependente emocional pode ser bastante sufocante. O prazer de ficar junto é substituído, gradativamente, pela obrigação.

Como reconhecer um dependente emocional?

A principal característica do dependente emocional é desejar que a outra pessoa dedique seu tempo livre apenas para essa relação. Para ter o outro somente para si, o dependente pode usar de manipulação e chantagem emocional. Há o desejo de evitar que a outra parte tenha compromissos, amizades e até mesmo que passe tempo com a família. 

Experiências com outras pessoas são tratadas como menos relevantes e até mesmo desnecessárias. O dependente tende a criticar ferrenhamente de forma aberta essas experiências para que o outro passe a desvalorizá-las. 

Qualquer vitória conquistada com a ajuda de terceiros é logo descartada porque o dependente tem medo de perceber que não é bom o suficiente. Ele precisa ser o centro das atenções do outro para que se sinta seguro.

Basicamente, o dependente emocional tenta de todas as formas isolar o objeto de sua dependência. Algo recorrente em uma relação em que há dependência emocional é o dependente questionar o outro sobre os seus sentimentos e a possibilidade de deixá-lo. 

É importante dizer que nem sempre uma pessoa dependente emocionalmente tem ciência do seu próprio comportamento. Essa necessidade desmedida de atenção do outro pode ser resultado de uma grande insegurança ou até do medo irracional de perder a pessoa. 

O que causa dependência emocional?

A dependência emocional é bastante complexa e pode ser resultado de uma série de fatores. Abaixo falaremos um pouco mais sobre as possíveis causas desse problema. 

1. Urgência para se sentir amado e valorizado

Geralmente, o dependente apresenta baixa autoestima e não aprecia a si mesmo. A outra pessoa é vista como uma forma de preencher o vazio emocional do dependente. Dessa forma, o relacionamento tem o objetivo de completá-lo, e se isso não acontece é natural que sejam usadas ferramentas de persuasão para tal. 

2. Extrema insegurança 

A crença de que chegará ao fim da vida sozinho faz com que o dependente se coloque no papel de fazer tudo pelo outro. Por não se ver como alguém interessante, o coloca em um pedestal. 

O dependente acredita que apenas bajulando o outro poderá mantê-lo ao seu lado. A insegurança leva a pessoa a achar que precisa convencer constantemente a outra parte a ficar. 

3. Pressão social

Uma das possíveis causas da dependência emocional é a pressão social de que não se pode estar solteiro em determinada idade. O indivíduo que não tem nenhuma perspectiva de se casar em um determinado momento da vida, passa a ser visto como incapaz. Ser colocado nesse lugar pode tornar o indivíduo dependente emocionalmente. 

Quando surge a mínima possibilidade de estar em um relacionamento, qualquer um, essa pessoa pode se jogar sem rede de proteção. Em pouco tempo a relação pode gerar dependência por significar não estar mais no lugar de incapacidade. É importante dizer que relacionamentos amorosos não definem quem uma pessoa é e do que ela é capaz. 

4. Falta de amor na infância 

A dependência emocional pode ser resultado de um trauma por abandono, físico e/ou emocional, na infância. Uma pessoa que passou por experiências muito duras quando jovem pode se tornar emocionalmente dependente. Uma relação pode se tornar a compensação de toda a falta de amor de antes. 

Teoricamente, os laços de sangue estabelecem vínculos naturais de amor. Quando isso não ocorre, o indivíduo passa a tentar provar para si mesmo, e para aquele que não o amou, que pode sim ser amado.

Logo, esse relacionamento se torna fundamental para a vida do dependente. Essa causa abre um viés bastante perigoso, pois a pessoa traumatizada aceita ser “amada” por qualquer um e em quaisquer condições. 

Dependência emocional: como lidar com o problema? 

Dificilmente alguém tem sucesso em tentar preencher o seu vazio emocional no outro. A busca pelo amor que irá resolver essa questão se torna eterna, afinal não tem como encontrar uma solução para algo seu em outra pessoa. Ainda que em muitos casos o dependente perceba que não encontra ninguém para essa função, acredita que não é possível viver sozinho. 

A melhor forma de lidar com a dependência emocional é olhar para ela conscientemente. Ao identificar que tem um problema para se relacionar, o dependente deve começar a procurar entender quais são as origens desse apego.

A questão teve início numa experiência ruim do passado? Um relacionamento traumático gerou essa dependência? Houve abandono na infância? Faltou amor dos pais? Não é algo fácil, pois exige que lembranças ruins e medos sejam confrontados. Esse enfrentamento não se dá de um momento para o outro.

É importante dedicar tempo e ter acompanhamento especializado para conseguir trabalhar essas questões de forma saudável. Nesse processo é crucial construir uma base sólida de amor-próprio para superar as dificuldades. 

Quando se chega à quebra do comportamento dependente, é possível sentir algo totalmente novo, a liberdade. Se para quem é objeto da dependência é uma situação ruim, para aquele que depende é muito pior. Sentir-se menos e não passível de receber amor é algo muito cruel. Por isso, ter acompanhamento é tão essencial.

A dependência emocional pode ter várias causas, é importante entender qual é a de cada caso. 

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds