O que fazer quando o seu funcionário apresenta uma proposta de aumento salarial

pilhas de moedas uma do lado da outra mostrando um aumento no salário

Sempre deixe claro para o colaborador quais foram as considerações e motivos que o levaram a aceitar ou recusar o aumento.

“Quero/preciso de aumento de salário”. Esta é uma frase que todo líder já ouviu e ouvirá repetidas vezes ao longo de sua gestão, uma vez que todo profissional almeja ser bem sucedido na carreira. E, naturalmente, esse sucesso passa por ter seu reconhecimento financeiro. Por isso, é essencial que o gestor se prepare para lidar com essa situação sempre da melhor maneira. 

É fundamental tomar decisões corretas e favoráveis tanto para a empresa quanto para o colaborador. Isso porque, entre as missões do gestor, está justamente a de não deixar que a organização perca seus talentos e, simultaneamente, manter sua lucratividade. No artigo a seguir apresentaremos dicas de como agir quando surge esse pedido de aumento salarial.

Comece a ter o

Destaque

que você merece!

Preencha os campos abaixo para receber o e-book.

5 Dicas para lidar com um pedido de aumento de salário

Quando um funcionário procura o gestor para solicitar um aumento salarial deve ter sua consideração analisada. Isso significa que o líder precisa analisar se é possível e se existe embasamento para esse aumento.

Confira, abaixo, fatores fundamentais que devem ser levados em conta na hora de analisar uma proposta para aumento de remuneração:

1. Ouça as colocações

O primeiro passo é ouvir tudo que o colaborador tem a dizer, suas pontuações e argumentos apresentados. Alguns gestores cometem o erro de tentar cortar a conversa assim que percebem se tratar de um pedido de aumento. Contudo, essa não é a melhor estratégia, afinal o colaborador pode simplesmente buscar outra empresa que ofereça um salário maior.

Antes de sair abrindo mão de talentos do seu quadro de colaboradores, indicamos que o gestor ouça com atenção quais são os motivos pelos quais o profissional acredita merecer o aumento. Inclusive, essas colocações podem expandir os horizontes a respeito da relevância do profissional que está diante de si fazendo o pedido. Então, basicamente ouça tudo o que outro tem a dizer. 

2. Pondere os motivos do pedido

Observe se as razões da solicitação são plausíveis e pertinentes. Alguns profissionais se baseiam em motivos pessoais, como aumento de custo de vida, por exemplo. Existe também o caso de receberem outra proposta de emprego. 

Há, ainda, aqueles que se pautam em dados e resultados: percebem uma melhora em seu desempenho, que contribui para o crescimento da empresa, e entendem que é momento de renegociar o salário. Cabe ao gestor considerar quais são os fatores que a empresa levará em conta para conceder aumento salarial.

Lembramos que é importante estar aberto para considerar novos motivos que sejam relevantes. Como citamos no tópico acima, essa conversa pode funcionar como uma expansão de horizontes. É bom fazer o exercício de tentar enxergar as questões pelo viés da outra parte envolvida. 

3. Analise a média do mercado

Após a conversa, diga ao colaborador que fará uma análise e lhe dará o retorno. Tome nota do que foi dito por ele e faça uma comparação de mercado. Avalie se as atribuições, cargo, função e resultados estão equivalentes, abaixo ou acima da média. Desse modo, terá uma visão ampla sobre o valor da performance do profissional em questão.

No entanto, é importante considerar também questões como o aumento do custo de vida. Se o profissional em questão oferece bons resultados para a companhia e está tendo dificuldades para se sustentar, pode ser interessante considerar o aumento.

O movimento natural de uma pessoa em dificuldades financeiras é buscar por uma nova oportunidade para resolver essa questão. Além disso, os gestores devem levar em consideração que, quando os profissionais estão passando por problemas pessoais, tendem a reduzir a qualidade do seu trabalho. Trata-se de um reflexo natural, ter problemas pessoais desvia o foco das atividades profissionais. 

4. Analise o momento da empresa

Ao verificar se os argumentos do funcionário são justificáveis, é necessário analisar também a situação da empresa. Ela está em condições de aumentar salários no momento? Caso esse não seja um fator impeditivo, faça-o.

Se a organização não estiver em seu nível de desempenho tão favorável assim, converse com o colaborador. Tente acordar uma nova data para retomar essa conversa, aproveitando para reforçar que está contando com ele para mudar esse cenário. O pedido de aumento salarial é uma questão delicada, porém, pode ser amenizada com uma conversa franca entre as partes. 

5. Faça a reunião de retorno

Depois de ter ponderado todos os fatores pertinentes e tomar a decisão, realize uma reunião para formalizar a resposta. Independentemente do pedido ser aprovado ou não, explique ao colaborador o raciocínio que levou a esta conclusão.

Se o aumento for concedido, elucide o quanto e qual é a razão para o número final que decidiu. Expresse a importância em mantê-lo e a satisfação em conceder o aumento, sem deixar de reconhecer sua capacidade como profissional. Parabenize seu desempenho e reforce que espera que ele continue em constante crescimento.

Se o aumento for recusado, deixe claros os motivos: se é uma questão econômica da empresa ou performance insuficiente com relação ao pedido. Explique ao colaborador as considerações, requisitos e resultados desejados pela organização para que, assim, ele saiba como ter o desempenho esperado e conquiste o “sim” na próxima reunião sobre revisão salarial.

A felicidade é imprescindível para o bom desempenho profissional!
Clique aqui, faça nosso “TESTE” e descubra como anda sua felicidade!

O diálogo é fundamental

A palavra-chave para o sucesso de uma empresa é diálogo. Os colaboradores não devem ter medo de procurar o gestor para ter conversas delicadas como essa a respeito de aumento salarial. Em um ambiente pautado pelo respeito é muito mais fácil chegar a um acordo que seja interessante para todos. Os gestores precisam desconstruir a ideia de que conceder um aumento é um favor.

Se um profissional tem um desempenho acima da média merece receber mais. Quando esse reconhecimento financeiro não vem, é possível que o profissional perca o interesse em se manter tão produtivo. De tempos em tempos, é positivo que a própria empresa tome a atitude de pensar a respeito de aumentos salariais para os profissionais do seu quadro de colaboradores.

Com essas dicas é mais fácil resolver os pedidos de aumento salarial por parte dos funcionários!

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63