Riscos das redes sociais dentro das empresas

pessoas usando as redes sociais no trabalho

Quando usadas indiscriminadamente, as redes sociais podem prejudicar funcionários e empresas.

Responda sinceramente: quantas vezes por dia você acessa suas redes sociais durante o expediente?

Cada vez mais presentes em nosso dia a dia, as redes sociais podem prejudicar o desempenho dos colaboradores e até trazer riscos para as organizações. Isso ocorre quando seu uso extrapola os limites do bom senso.

De acordo com pesquisa realizada pela consultoria Robert Half, abrangendo mais de duas mil empresas americanas, 30% dos gestores estão muito preocupados com o uso indiscriminado da internet, e acreditam que ela “rouba” o tempo dos profissionais durante o trabalho.

Justamente por tirar a atenção do profissional, diminuir o foco e a concentração no trabalho, as redes sociais aumentam a quantidade de erros e retrabalhos. Esse fato compromete diretamente os resultados organizacionais. Se já não é possível viver sem internet, o melhor a fazer é encontrar as melhores maneiras de gerir o tempo,  durante o expediente, sem deixar as redes sociais de lado.

No artigo de hoje vamos nos aprofundar um pouco mais nos riscos reais que o uso das redes sociais pode causar dentro das empresas. Convidamos você a nos acompanhar nesta leitura e ficar por dentro de tudo sobre este assunto. 

Os prejuízos que as redes sociais podem causar

Sem sombra de dúvidas, as redes sociais vieram para revolucionar a forma como nos relacionamos com as pessoas e com o mundo ao nosso redor. Porém, apesar dos inúmeros benefícios que elas oferecem, o uso inadequado das mesmas, principalmente no ambiente de trabalho, podem causar prejuízos, não só para a empresa, mas também para os profissionais, de uma forma geral. 

Por esta razão, nos próximos parágrafos vamos falar um pouco mais sobre estes riscos, para que você entenda e tome as providências necessárias, capazes de evitar situações desagradáveis no futuro. 

Baixa produtividade

O primeiro e mais comum prejuízo causado pelo uso indiscriminado das redes sociais no ambiente de trabalho é a diminuição da produtividade dos colaboradores. Isso acontece, principalmente, porque, ao acessar as redes sociais, por poucos minutos que seja, eles acabam perdendo o foco e a concentração em suas atividades, e não conseguem entregar as demandas, nem no prazo combinado e nem com a qualidade que se espera de cada um deles. 

Comprometimento da imagem da empresa

As redes sociais nos deram a possibilidade de ficar por dentro dos mais variados assuntos e, consequentemente, nos sentirmos à vontade para opinar sobre eles. Acontece, que, em alguns casos, a opinião do colaborador de uma empresa sobre determinado tema, principalmente se este for polêmico, e mesmo que sejam em suas páginas pessoais, podem acabar prejudicando a imagem da organização como um todo.

Segurança também comprometida

Algo que também pode se tornar vulnerável são os dados e as informações confidenciais das empresas. Isso porque, existem muitos sites que não são confiáveis e podem abrir portas para vírus invadirem os equipamentos da organização, caso os colaboradores acessem as redes sociais por estes equipamentos. 

Perda de potencial criativo e inovador

Além de todos estes riscos que citamos, existe também aquele que está relacionado à perda de potencial criativo e inovador. A partir do momento que o colaborador dispersa a sua atenção a todo instante, ele não consegue desenvolver ideias e soluções criativas e inovadoras, para atender às mais variadas necessidades organizacionais e também dos clientes da empresa. 

Dicas para manter a produtividade da equipe em tempos de redes sociais

Como pudemos acompanhar até aqui, os riscos e prejuízos que as redes sociais podem causar, são das mais diversas origens. Sendo assim, para lidar com este problema, compartilhamos com você dicas eficientes, que vão te ajudar a manter a produtividade e entrega da equipe. 

Continue conosco e confira!

Defina e acompanhe as tarefas

O ócio é um convite à navegação indiscriminada na internet. Por isso, delegue atividades aos colaboradores de modo a preencher o tempo de todos, ofereça conhecimento, esteja disponível e construa um ambiente favorável à realização do trabalho.

Encontre o equilíbrio

Lembre-se que a proibição nunca é indicada. Em vez de proibir, faça um acordo de cooperação com seus liderados: defina horários e quantidade de tempo para o acesso e as situações em que a navegação está liberada e vetada. Melhor que isso: deixe as redes liberadas, e faça com que todos se comprometam a se dedicar e realizar o trabalho com perfeição.

Deixe as regras claras

Informe a todos sobre as normas e diretrizes da empresa quanto ao acesso às redes sociais, tirando dúvidas e se certificando que todos estão cientes das regras e seguindo-as corretamente.

Monitore sem invadir a privacidade

Evite fazer comentários públicos sobre as postagens de seus profissionais. Isso pode causar constrangimento e gerar piadas por parte da equipe, tornando a ação ofensiva.

Seja exemplo

Como gestor, é importante que você seja exemplo para seus colaboradores. Por isso, nada de ficar batendo papo no celular ou postando fotos e comentários em horas inadequadas e em situações incompatíveis com as regras. Lembre-se que as normas valem para todos.

Com estas dicas, você já saberá como lidar com esta situação dentro de sua empresa. 

Agora, conte-nos: gostou das dicas? Qual a sua opinião sobre o uso das redes sociais no trabalho? Deixe o seu comentário e lembre-se de compartilhar este artigo com seus amigos e familiares. 

Imagem: Por wavebreakmedia

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.





*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010