O que é gestão de produtos e qual é o impacto no seu negócio

gestão de produtos

Entenda o que é e o papel da gestão de produtos para seu negócio


 
Hoje vamos falar da área de gestão de produtos, uma das mais importantes de qualquer empresa. Esse setor tem a missão de desenvolver um produto que seja resultado do alinhamento de estratégias da empresa e do interesse do cliente. Basicamente, ele será responsável pelo mapeamento da necessidade do produto, definição de características, funcionalidades e design e a criação. Continue lendo para entender mais sobre o assunto, pessoa querida!

Um profissional antenado

Os profissionais de gestão de produtos são especializados em encontrar necessidades, avaliar oportunidades, planejar e usarem a criatividade. São funcionários que geralmente estão bem atualizados com as novidades da área e que gostam de estudar tecnologias. Além disso, também buscam por cursos complementares e consultores que os ajudem a evoluir diariamente.

Se você é um profissional dessa área ou não, mas que está sempre procurando pelas melhores maneiras de evoluir, o coaching pode ser uma boa opção de constante progresso. O método é focado em encontrar quais são as características que o tornam um bom colaborador e as capacitar para deixá-las ainda mais em evidência. Também irá investigar quais são os traços de personalidade que poderiam contribuir para o dia a dia, porém que ainda não estão desenvolvidos o suficiente. Além disso, as ferramentas do coaching podem contribuir efetivamente para identificar comportamentos internos sabotadores e os mudar.

Como chegar ao produto ideal

O time de gestão de produtos deve usar todo seu conhecimento e experiência para entregar um produto de qualidade, que atenda a empresa e aos clientes finais e que esteja dentro do orçamento. O processo não é simples e muitas vezes pode exigir modelos de gestão de projeto que ajudam a executar todas as tarefas como foram alinhadas e dentro do prazo.

Para começar o projeto de um novo produto é preciso fazer perguntas básicas que façam com o time compreenda qual é o objetivo da empresa. Confira algumas delas:

  • Quem é o cliente? É preciso analisar de onde veio a demanda. A tarefa pode ser uma exigência da diretoria e dos proprietários, das avaliações e pesquisas de satisfação dos clientes, dos fornecedores, das tendências do mercado ou da própria área de gestão de produtos.

 

  • É realmente preciso fazer isso nesse momento? Independentemente de quem criou a tarefa de um novo produto, é essencial avaliar cada aspecto dela. Verifique se ela é realmente necessária neste momento. Para isso, considere a fila de tarefas, tempo, disposição de profissionais e o orçamento. Depois desse passo, é importante conversar com quem demandou e a gestão para mostrar as possibilidades de execução ou não e os motivos. A intenção é que essa conversa se torne uma discussão saudável sobre quais são as prioridades da empresa e os recursos para realizá-las.

Se depois de refletir em conjunto sobre as questões acima, o projeto continuar indo para frente é hora de começar a planejar sua execução. Para isso, é preciso considerar diversos pontos de atenção. Conheça alguns deles:

  • Objetivo claro: sempre tenha quais são os resultados finais esperados de forma bem direta para todos os envolvidos. Para facilitar, no início do projeto procure explicar os motivos pelos quais irão fazer essa tarefa e quais os benefícios dela para o crescimento profissional do time e da empresa. Isso ajuda a manter o foco do que precisa ser feito.

 

  • Definição de necessidades: reúna o time de execução e quem demandou a atividade para avaliar quais são os itens a serem desenvolvidos no projeto. A análise deve ser detalhada e questionar tudo para que nada passa batido.

 

  • Desenvolvimento de um roadmap: a criação de um documento guia é fundamental. Um roadmap serve como um roteiro que contém as principais atividades que serão desenvolvidas pelo projeto. Essas atividades serão basicamente os objetivos atuais da empresa em relação à esse produto. Portanto, podem ser alteradas caso a gestão enxerga necessidade. Esse arquivo deve ficar a disposição de todos os interessados.

 

  • Criação de um cronograma: esse é uma das etapas mais importantes do trabalho. Após definir todas as atividades e criar um roadmap, é a hora de fazer a famosa lista com ordem de prioridade. Ao contrário do roadmap, aqui é o arquivo em que absolutamente todas as atividades do projeto devem ser registradas com seus respectivos responsáveis e datas de entrega. O documento não precisa ficar a disposição de todos, apenas para o time, afinal ele serve para que este não perca os prazos. Aqui é importante pontuar que o cronograma deve considerar horas extras para melhorias e correções.

 

  • Nomeação um líder para o projeto: uma pessoa do time que irá desenvolver a atividade deve ser considerada a líder. Essa pessoa deve zelar para que todos os passos sejam cumpridos corretamente e dentro do prazo. Além disso, ela deverá ser o ponto de contato caso quem tenha demandado ou outra área tenha dúvidas.

Copyright: 298095344 – https://www.shutterstock.com/pt/g/vmaster

 

  • Aceitação de melhorias: o líder e o time que está fazendo o trabalho devem estar abertos para ouvir sugestões. Os comentários devem acontecer a partir da avaliação das primeiras entregas e podem ir até a versão final. É papel de o líder ouvir tudo, avaliar se são pontos realmente válidos e discutir com o time. Lembrando que a ideia é entregar a melhor experiência para o cliente final e que este também pode sugerir mudanças quando receber o produto. É importante ouvir e ponderar todos os lados.

A gestão de produto é uma área muito importante e que coopera ativamente com os resultados de uma empresa. Investir em profissionais capacitados é o primeiro passo para criar um setor de alta qualidade e que trará boas entregas. Esses trabalhadores devem ter experiência técnica, porém também devem estar aptos para terem suas habilidades desenvolvidas e se tornarem ainda melhores. O coaching irá cair como uma luva para o perito em produtos com potencial de crescimento. O investimento terá reflexos significativos  na carreira do profissional e para os resultados da empresa.

Você tem mais dicas de como lidar com a gestão de produtos? Escreva nos comentários!

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.


*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010