8 dicas de como identificar precisamente o seu público-alvo de mercado

8 dicas de como identificar precisamente o seu público-alvo de mercado

Conhecer o público-alvo é uma estratégia que permite que a empresa desenvolva produtos e serviços de acordo com a necessidade do cliente.

Uma das ações que a empresa deve adotar para que o negócio seja rentável é definir quem é seu público-alvo e estudá-lo profundamente. Esse conceito ajuda a organizar a estrutura dos objetivos de diversas áreas. Ficou curioso? Para saber mais é só continuar a ler o texto!

Dicas para identificar seu público-alvo

Para determinar precisamente quem é o seu público-alvo, a empresa precisa de uma série de informações sobre o cliente, tais como: interesses, idade, poder aquisitivo, escolaridade, hábitos de consumo e muito mais. Com isso, ela se torna capaz de entender o comportamento do seu público e desenvolver estratégias, produtos e serviços que superem as expectativas. Confira 8 recomendações de como encontrar qual é o seu tipo de público-alvo:

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Conheça algumas dicas para definir o seu público-alvo. Fique atento, pois elas podem funcionar como um passo a passo simples. Confira:

  1. Entenda a empresa: antes de tentar descobrir qual é o seu público-alvo de uma empresa é essencial compreender complementamente o que ela é. Isso quer dizer que é fundamental entender quais são os produtos, quais são os serviços e quais são os objetivos da gestão com cada um.
  2. Faça pesquisas de mercado: é essencial estudar e entender profundamente seu mercado de atuação, identificando tendências, novidades e o que não é mais aplicável.
  3. Faça pesquisas de público: se a sua empresa não é nova e está em um segmento que já existe é fundamental fazer pesquisas com o público desse mercado e com quem já é seu cliente. Se a sua empresa é nova em um setor que já existe, o estudo é somente com os concorrentes. Caso sua empresa seja nova e esteja criando um segmento é interessante buscar por mercados semelhantes e fazer pesquisas de aceitação do produto ou serviço.
  4. Construa a persona: com a compreensão real do que é a empresa e as pesquisas já é possível conectar os pontos para mapear um possível perfil. Com isso, é recomendado que se crie uma persona, ou seja, um cliente fictício com características, desejos e anseio por novidades. Essa personalidade será um guia para o marketing e a comunicação trabalharem nas peças de divulgação e para área comercial pensar em novidades. Desse modo, itens como a real necessidade do seu cliente, quais são seus medos, objeções e expectativas serão mais fáceis de serem encontrados.
  5. Crie leads: o funil de vendas exige que a empresa siga uma lógica de comunicação e apresentação do produto ou serviço. Não adianta criar um plano mensal e deixar a comunicação de lado, por exemplo. Nesse momento, as áreas de atendimento ao consumidor, marketing e consumidor devem estar atentas para desenvolver ações específicas para cada momento de venda.
  6. Tenha uma estratégia de comunicação: com as informações identificadas sobre seu provável público-alvo, a organização deve verificar os principais canais em que essas pessoas se encontram. Para que criar um perfil de Instagram se o seu cliente em potencial está no LinkedIn, por exemplo? A partir daí, é possível definir estratégias e ações para impacta-las e convertê-las em clientes. Nesse momento, é fundamental que os setores de marketing e comunicação seja os líderes da disseminação assertiva da mensagem.
  7. Faça ofertas tentadoras: não adianta nada ter todo o trabalho de encontrar a persona e não desenvolver produtos, serviços e campanhas de publicidade e marketing que realmente a atendam.
  8. Faça pesquisas e acompanhe métricas: não pense que basta apenas criar a persona uma vez e usá-la para sempre. É fundamental que a empresa faça verificações regulares para que o perfil esteja sempre atualizado de acordo com os objetivos da organização, a satisfação do cliente final, as necessidades do mercado e o trabalho da concorrência. E é normal se esse perfil se modificar, afinal, o mundo muda e as pessoas mudam todos os dias. Para que essas alterações tenham fundamentos, é essencial que a corporação faça estudos constantes dentro do próprio negócio e com os consumidores.

 

Dica extra

Há uma recomendação extra bem valiosa para quer se tornar perito em definir personas: fazer coaching. Existem vários tipos de métodos de coaching que podem contribuir para o despertar do seu potencial. A formação Consultor em Análise Comportamental do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) é um excelente exemplo, pois ela ajuda a construir o mapeamento de perfil e tendências comportamentais. Apesar de ser indicada para psicólogos, terapeutas, gestores, líderes e profissionais de recursos humanos, o curso se aplica a todo o colaborador que deseja potencializar a melhor versão de si mesmo.

O aprendizado será profundo e em formatos teóricos e práticos com conteúdo baseado em pesquisas comportamentais dos brasileiros. Durante a formação, o coachee (aprendiz) irá adquirir conhecimento sobre a Teoria dos Perfis Comportamentais; uso da ferramenta Coaching Assessment, validada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); como otimizar o processo de gestão de pessoas; o que é e como exercer o autoconhecimento, o autodesenvolvimento e a inteligência emocional; como promover melhorias nos relacionamentos interpessoais; como fornecer as informações ideais para o desenvolvimento de cada colaborador; como encontrar qual é a melhor área de atuação de cada funcionário durante o processo de seleção ou no dia a dia; e muitos outros temas.

Com a formação de Consultor em Análise Comportamental do IBC, o coachee terá mais habilidade para entender quais são seus pontos fortes que podem ganhar mais destaque e aqueles que ainda precisam ser desenvolvidos. Ou seja, será uma pessoa que evolui diariamente tanto em âmbito profissional quanto pessoal.

Os profissionais das áreas de recursos humanos, de treinamento e desenvolvimento e de recrutamento e seleção terão mais capacidade para escolher novos colaboradores com assertividade; realocar melhor os funcionários que podem ser ainda mais incríveis em outros setores; desenvolver plano de habilidades técnicas de cada trabalhador com mais efetividade; criar ações para a integração de todo o quadro de pessoas da empresa dentro da cultura organizacional; fazer ações para o crescimento dos índices positivos do clima organizacional; e muitos outros benefícios para o próprio coachee, para os outros colaboradores e para a empresa.

Outro curso do IBC muito interessante nesse sentido é o Professional & Self Coaching (PSC), em que você pode se tornar um coach, se quiser, e ganha 6 titulações: Life Coach, Professional, Extensão Universitária (reconhecimento acadêmico das Faculdades Monteiro Lobato, do Rio Grande do Sul), Analista Comportamental, Leader e Self Coach.

São 180 horas de curso que você irá aprender sobre a história e evolução do coaching; bases, conceitos e fundamentos do coaching; quais são as crenças limitadoras e como eliminá-las; quais são as principais técnicas de coaching; o que é o processo evolutivo; o que são roteiros estruturados; o que é aprendizagem acelerativa; o que é e como exercer o autoconhecimento e o autodesenvolvimento; o que são processos de identidade; como construir a inteligência emocional; quais são os princípios da programação neurolinguística e da psicologia positiva; quais as melhores práticas relacionadas à liderança; entre muitos outros assuntos importantes.

Além de aprender tudo isso, você ainda terá o reconhecimento de 5 instituto de coahcing de destaque no mundo: Internacional Association of Coaching, Global Coaching Community, European Coaching Association, International Coaching Council e Behavioral Coaching Institute.

Reflita sobre o peso positivo que o coaching pode ser na sua vida e invista na sua educação contínua.!

Quais são as ações que a sua empresa utiliza para identificar seu público-alvo? Comente abaixo e aproveite para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Imagem: Bildagentur Zoonar GmbH / Shutterstock

 

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

 

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010