O que é resiliência?

Coaching e Resiliência Resiliência: Capacidade de lidar com seus próprios problemas e superá-los.

 

A palavra resiliência vem do latim: Resilire, que significa “voltar atrás”. Está associada à capacidade que cada pessoa tem de lidar com seus próprios problemas, de sobreviver e superar momentos difíceis, diante de situações adversas e não ceder à pressão, independentemente da situação. 

Estudiosos no assunto afirmam que precisamos dessa desordem, desse caos, para sobrevivermos e crescermos. O benefício vindo da experiência do estresse torna o ser humano melhor que antes. Além disso, pessoas que são resilientes tendem a levar uma vida mais significativa e desenvolver relações mais harmoniosas com aqueles que estão ao seu redor, pois são indivíduos que possuem uma visão mais otimista da vida.

E você, o que faz em tempos de adversidades? O que você faz quando os problemas parecem te perseguir? Você é o tipo que diante de um contratempo chora, foge ou enfrenta? Saiba que existem pessoas que além de enfrentar os problemas, ainda são capazes de se beneficiarem com eles, aprender e crescer emocionalmente. Elas possuem razões para nunca desistir de suas metas e objetivos. Pessoas com essas capacidades são consideradas pessoas resilientes.

Convido você a me acompanhar nessa leitura e entender melhor o que é resiliência, bem como os seus benefícios para o nosso desenvolvimento pessoal, profissional e até mesmo empresarial. 

Você se conhece verdadeiramente? Quer descobrir?
Clique aqui e conheça muito mais de você mesmo!

O significado de resiliência 

A resiliência demonstra se uma pessoa sabe ou não trabalhar bem sob pressão. É mais que educação, experiência, treinamento. O nível de resiliência de um indivíduo determina quem terá sucesso e quem se perderá pelo caminho. Quanto mais resiliente é alguém, mais forte e preparado ele estará para lidar com as adversidades da vida.

O sucesso é resultado de inúmeras quedas e derrotas, que o indivíduo pode ver como oportunidade de aprendizado e crescimento. E a resiliência é resultado de aprendizagens de vida, o que torna possível qualquer um desenvolvê-la. Indivíduos que se tornam resilientes possuem, ainda, a capacidade de acreditar em si mesmos e são mais confiantes para lidar com os desafios que surgem ao longo do caminho. 

Você sabia que quem possui maior resiliência produz melhor, é mais focado e mais feliz? Aqueles que respondem às adversidades da vida com maior rapidez e flexibilidade, saem de um momento de crise com muito mais facilidade do que uma pessoa com baixa taxa de resiliência, pois estas tendem a ficar presas no sofrimento ou na dificuldade que está passando. O indivíduo resiliente vai encontrando meios de se renovar para chegar ao seu objetivo maior.

Vantagens de ser uma pessoa resiliente

O termo resiliência veio da física para designar a capacidade que alguns materiais têm de absorver o impacto e retornar à forma original. 

Já se tratando de comportamento humano, resiliência está ligada à capacidade, bem como à habilidade que cada pessoa tem de lidar e superar as adversidades. De transformar experiências não tão boas em aprendizados e oportunidades de mudança, de dar a volta por cima e seguir em frente.

Uma pessoa resiliente é capaz de enfrentar crises, problemas, traumas, perdas, graves adversidades, transformações, desafios e muito mais, elaborando as situações e recuperando-se diante delas. A pessoa resiliente, além de suportar a pressão, ainda aprende com suas dificuldades e desafios, usa da sua flexibilidade para se adaptar e sua criatividade para encontrar soluções alternativas.

Características de um indivíduo com alta taxa de resiliência

As pessoas resilientes têm características, que são facilmente identificadas por todos que estão ao seu redor. Confira algumas delas, a seguir:

Autoconfiança

Trata-se da convicção de que se é capaz de fazer ou realizar alguma coisa, e de fazer muito bem, alcançando os objetivos desejados. Esta competência pessoal está diretamente ligada à uma autoestima elevada. 

Persistência

Demonstra capacidade de perseverança das pessoas que têm tenacidade e força de vontade, com ideias claras, e que lutam, a fim de realizar o que se propõem. São indivíduos conscientes de que para “ir além”, vencer na vida, tem que levantar depois da queda. Sabem que a verdadeira chave do sucesso pessoal e profissional está na persistência de lutar por um objetivo, independente dos obstáculos.

Otimismo

Acredita que as coisas podem mudar para melhor. Tem esperança em alta escala. É proativo, eficaz e convicto da capacidade de controlar a própria vida.

Empatia

Capacidade de se comunicar com reciprocidade com as pessoas, ter gratidão, falar a linguagem do receptor, de tal modo que ele seja entendido e compreendido. Não é, como comumente se acredita, “se colocar no lugar do outro”, mas de realmente se dispor a entender o outro.

Criatividade

Está associada a habilidade de produzir, de inovar, se diferenciando dos meios comuns ou tradicionais. É o processo de tornar-se sensível a problemas, identificar a dificuldade e buscar soluções. São pessoas que “pensam fora da caixa” e estão dispostas a encarar desafios. 

Flexibilidade

Uma pessoa flexível se adapta a diversas situações, atividades e ambientes diferentes com muita facilidade. Esta habilidade é vantajosa, principalmente em empresas com diversos setores, que exigem desempenhos variados, com funções multifacetadas. Ser flexível é certeza de um bom relacionamento interpessoal dentro da empresa.

Sabe lidar com as emoções

Pessoas resilientes são capazes de enfrentar, de forma serena, situações de grande pressão e stress, conseguem uma boa leitura do ambiente estressante e tiram dele maneiras para reorientar o seu comportamento. 

Qual o melhor caminho para a felicidade?

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Características de um indivíduo com baixa taxa de resiliência

Agora é o momento de analisar o perfil das pessoas que não são tão resilientes assim e ainda precisam potencializar essa capacidade em suas personalidades. 

Dificuldade em tomar decisões

A pessoa é muito racional. A zona de conforto a impede de listar os pontos positivos de cada escolha. Situações comuns como mudança de emprego, por exemplo, as deixam em estado de choque, de paralisia e pode refletir em não fazer a escolha certa.

Perda da autoconfiança

Vem seguida de grandes fracassos, perdas de emprego, divórcio, término de relacionamento. Quem já passou por isso sabe bem do que estou falando. A frustração e a insegurança surgem junto à exposição de todos os sentimentos que não gostaríamos que fosse vistos por ninguém. A autoestima cai e perdemos o nosso valor. Muitos conseguem seguir adiante, menos o que tem a resiliência baixa.

Pouca criatividade

Não consegue se tornar sensível a problemas, dificuldade da capacidade de ampliação dos conhecimentos, não busca soluções, não formula hipóteses, não comunica bem os resultados.

Baixa inteligência emocional

A pessoa com resiliência baixa é incapaz de reconhecer e avaliar os seus sentimentos e os sentimentos de outras pessoas. Tem muita dificuldade em lidar com esses sentimentos no dia a dia. Não lida nada bem com suas emoções. 

Pessimismo

Sempre vê o lado pior da situação. Mesmo as condições estando boas, ele enxerga somente o lado negativo. Geralmente o pessimista costuma contaminar o ambiente com seu astral negativo. Mudar esse quadro é de importante relevância para suas relações interpessoais.

Emoções conflituosas

Trata-se de uma pessoa que não consegue trabalhar essas emoções, não consegue superá-las. Não as identifica com clareza, porém, tomar consciência que elas existem e são suas, é de extrema importância.

Dificuldade nas relações sociais

Não consegue se relacionar bem com as pessoas, tem grande dificuldade em dar e receber, não sabe o momento certo de ouvir, ou melhor, só ela quer falar, e falar de si mesma, tão somente. Não se interessa pela vida das pessoas, o que, em muitos casos, trata-se de um comportamento que leva à vaidade, à soberba.

Se você faz parte desse grupo de indivíduos com baixa resiliência, a boa notícia é que, através do Coaching, essa competência humana pode ser trabalhada e desenvolvida, para que você tenha uma melhor performance profissional e pessoal.

Ser resiliente é saber como transformar toda forma de energia negativa em energia positiva.

Um conjunto de crenças faz com que a flexibilidade – característica importante do resiliente – permita-o superar e transcender os obstáculos da vida. O resiliente sofre perdas, decepções e, mesmo assim, como no refrão da música: “Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”.

Resiliência no trabalho

Em meio a tanta pressão e estresse, e até mesmo ao atual quadro da economia de nosso país, que por mais que não pareça, atinge em cheio os mais diversos tipos de ambientes de trabalho hoje em dia, a resiliência é uma característica chave para as organizações, que precisam contar com uma força de trabalho resiliente em suas equipe. 

Isso porque, através desta grande capacidade, as pessoas conseguem trabalhar de forma mais assertiva, sem se deixar abalar tanto pelos problemas, focando muito mais na solução destes, do que, especificamente, neles em si. 

Pensando nisso, ou seja, na importância da resiliência no ambiente de trabalho, compartilho abaixo algumas dicas de como desenvolver melhor suas características resilientes, não só no meio profissional, mas fora dele também. 

Potencialize a sua flexibilidade

O profissional que tem essa característica bem definida, consequentemente lida muito bem com os conflitos, soluciona problemas da rotina de trabalho com mais facilidade. Também quer dizer que são pessoas que tendem a se harmonizar com às diversas circunstâncias que lhes são apresentadas. 

A flexibilidade implica em não se manter preso a apenas uma maneira de lidar com um problema. É necessário se adaptar diante das diversas situações que se apresentarem. Ainda, consiste em considerar variadas perspectivas sobre a situação que se está enfrentando.

Tenho um convite especial. Quer se conhecer melhor?
Clique aqui e aprenda muito mais sobre si mesmo!

Aprenda com os erros do passado

Tirar lições das tarefas que já foram executadas é primordial para se tornar uma pessoa e um profissional mais resiliente. Saber aprender com as falhas cometidas anteriormente ajuda a não repeti-las. Sendo assim, é essencial focar na parte positiva desses erros e pensar maneiras diferentes de agir, caso tenha que superar algum problema semelhante no futuro. 

É importante focar nas diferentes formas de como você poderá se comportar e não apenas no que fez de errado nas vezes passadas.

Tenha hábitos saudáveis 

As atividades que você realiza fora do horário de trabalho também vão te ajudar a ser um melhor profissional. Muitas vezes o estresse que é gerado por conta das pressões da sua profissão vão se amontoando, o que faz com que seja necessário, portanto, que você não deixe isso te abalar em situações futuras, uma vez que isso pode te levar a cometer erros. 

Neste sentido, é preciso, portanto, aliviar o estresse. Existem inúmeros hábitos que você pode adotar para ficar com a mente mais leve. Alguns exemplos são a prática de exercícios físicos, nem que sejam por 30 ou 20 minutos diários; praticar atividades que estimulem a criatividade, como desenhar ou escrever; ler livros que não sejam de assuntos relacionados ao seu trabalho; aprender a meditar; entre muitos outros. 

Cultive relacionamentos positivos

Cultivar relações interpessoais positivas é de extrema importância, porque somos seres essencialmente sociais, sendo assim, nos mantermos reclusos não é a exatamente a resposta para uma vida melhor. 

Outro aspecto é que as pessoas que estão no seu círculo social são capazes de te ensinar e mostrar outro ponto de vista sobre as coisas da sua vida, dessa forma você aprende a ter uma visão mais ampla dos acontecimentos e desenvolvê maneiras eficientes de se sobressair e superar os desafios. 

Ainda, as pessoas em quem você confia, muito provavelmente, serão as que te apoiarão ou ajudarão quando você estiver passando por algum momento difícil. 

Desenvolver a sua resiliência é algo em que você verdadeiramente deve investir, já que as dificuldades, desafios e mudanças são elementos que fazem parte da vida de todo e qualquer ser humano, ou seja, invariavelmente você vai passar por todos eles. Sendo assim, o que vai te diferenciar e te tornar uma pessoa próspera e bem-sucedida, vai ser a forma como você vai se posicionar diante de cada uma das situações adversas que surgirem em seu caminho. 

Pense em tudo isso que compartilhei aqui com você e potencialize ainda mais a sua capacidade de se tornar uma pessoa altamente resiliente. 

Agora me conte, Ser de Luz: gostou do meu artigo? O que você faz em seu dia a dia para aumentar ainda mais a sua resiliência? Deixe seu comentário e lembre-se sempre de se lembrar de nunca esquecer de compartilhar este conteúdo em suas redes sociais, para que seus amigos também saibam o que precisam fazer para se tornarem mais resilientes.

Copyright: 271716908 – https://www.shutterstock.com/pt/g/billionphotos

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010