Indústria 4.0: O que significa e quais são seus impactos

conceito de Indústria 4.0

Confira os principais impactos da Indústria 4.0.

Conhecida também como Quarta Revolução Industrial, a Indústria 4.0 abrange uma ampla gama de tecnologias avançadas. Destacam-se a robótica, a inteligência artificial, a computação em nuvem e a internet das coisas. Essas tecnologias são responsáveis por mudanças nos modelos de produção e de negócios em âmbito nacional e global.

A Indústria 4.0 vem gerando uma série de impactos no âmbito industrial, pois potencializa a eficiência dos recursos e desenvolvimento. Propicia ainda a integração do Brasil em cadeias globais de valor. Ao longo do tempo, tende a transformar também a gestão empresarial. Continue lendo para saber mais sobre o conceito e suas influências. 

Afinal, o que é a Indústria 4.0?

O conceito de Indústria 4.0 refere-se às mudanças nos modelos de produção e negócios decorrentes do uso mais amplo de tecnologia. Destacam-se a automação industrial e a integração de diferentes tecnologias, como internet das coisas, inteligência artificial, robótica e computação em nuvem.

A digitalização das atividades industriais contribui para a melhora dos processos, levando a uma produtividade mais eficiente. 

Indústria 4.0: quais são as suas principais tecnologias?

Conhecer mais profundamente as principais tecnologias da Indústria 4.0 é essencial para entender o seu conceito. Tecnologias como Robótica Avançada, Internet das Coisas e Conexão Máquina-Máquina têm permitido que as máquinas “conversem” entre si durante as etapas de produção.

Esse processo enriquece a geração de informações e também a conexão de inúmeras etapas da cadeia de valor. Os produtos passam a ser desenvolvidos com muito mais foco em eficiência desde o projeto até o pós-venda. A seguir explicaremos com mais detalhes as principais tecnologias da Indústria 4.0.

Inteligência Artificial

Consiste na aplicação de análise avançada e técnicas que tomam a lógica por base. Abrange tópicos como o aprendizado das máquinas, interpretação de eventos, análise de tendências e comportamentos de sistemas. É uma forma de apoiar e automatizar decisões e a realização de ações.

Computação em nuvem

É a distribuição de serviços de computação através da internet com uso de memória, armazenamento e cálculo de computadores e servidores hospedados em Datacenters. É uma tecnologia que proporciona recursos flexíveis e maior economia. Esse recurso possibilita que as empresas acessem recursos computacionais em grande escala. 

Big Data

Há, atualmente, um volume impressionante de dados e Big Data é uma abordagem para trabalhar com eles. O software tradicional de processamento de dados não tem capacidade de gerenciar esse volume exacerbado de dados. Para fazer essa gestão são aplicadas técnicas estatísticas e de aprendizagem da máquina. A ideia é extrair informações importantes para os empreendimentos. 

Cyber segurança

Essencial para a proteção dos ativos de informação. É um conjunto de infraestruturas de hardware e software que trata as ameaças que podem gerar riscos para a informação. 

Internet das Coisas

Faz a interconexão entre objetos através da infraestrutura habilitadora (software, eletrônica, sensores e/ou atuadores). Passa a existir a comunicação e interação entre as máquinas com monitoramento controlado, ganhando assim mais eficiência. 

Robótica Avançada

São dispositivos que atuam parcialmente ou em grande parte com autonomia, interagindo fisicamente com as pessoas ou ambientes. Podem mudar seu comportamento com base nos dados de sensores. 

Manufatura Digital

É o uso de um sistema integrado com base em computador. Consiste em visualização 3D, simulação, ferramentas de colaboração, análises, entre outros. 

Integração de Sistemas

Junção de sistemas distintos de computação e aplicações de software física ou funcionalmente. O objetivo é que atuem de forma coordenada, levando à troca de informações entre os sistemas. O acesso a informações em tempo real leva à tomada de decisões mais embasadas do ponto de vista gerencial. 

Sistemas de simulação

Uso de computadores e conjunto de técnicas para o gerenciamento de modelos digitais para descrever ou exibir interação com diferentes variáveis. Cria-se um sistema que imita os processos do mundo real para criar essas simulações. 

Digitalização

Trata-se do uso de tecnologias digitais para converter processos de produção, desenvolvimento de produtos ou modelos de negócios. Objetiva a otimização e eficiência dos processos. 

Indústria 4.0: principais impactos 

A Indústria 4.0 oferece uma série de impactos positivos para o mercado. Para usufruir desses benefícios é essencial que o gestor tenha uma visão estratégica dos negócios. Confira a seguir com mais detalhes os principais impactos.

Redução de custos

Os processos industriais vêm passando por uma ampla modernização. Investir em tecnologia para a área de produção contribui para a redução dos custos. No entanto, antes de iniciar uma reformulação completa da sua indústria, é essencial desenvolver um planejamento detalhado. 

Mudança de funções dos colaboradores

O investimento em automação dos processos dentro das indústrias leva a uma mudança considerável no organograma. É possível ter menos profissionais alocados em funções operacionais.

Dessa forma, os colaboradores podem ser colocados em funções estratégicas e que demandam mais criatividade. A estratégia como cerne da cultura organizacional funciona como um grande impulsionador do crescimento corporativo. 

Flexibilidade

A produção pode se tornar muito mais flexível com o emprego de máquinas inteligentes e o princípio de modularidade. O gestor passa a ter a possibilidade de agir com mais rapidez ao identificar as novas tendências e demandas do setor. 

Melhora dos produtos 

Os consumidores também podem ser bastante beneficiados pelos impactos da Indústria 4.0. Os produtos passam a ser mais personalizados, têm qualidade elevada e um custo menor. Mais uma vez ressaltamos a possibilidade de reduzir os custos, uma vez que os processos de fabrico e uso de matérias-primas geram mais eficiência. 

Indústria 4.0: quais são seus principais desafios?

Neste momento em que estamos vivendo a transição para a indústria 4.0 há uma série de desafios que precisam ser vencidos.

Ciberataques

Essa é uma questão bastante debatida, pois quanto mais uma empresa está conectada mais está sujeita a espionagem industrial. Nesse âmbito já há o movimento de desenvolver cada vez sistemas de segurança melhores.

Mau uso da Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial é um recurso bastante interessante para o desenvolvimento da indústria. Porém, pode ser utilizada para fins escusos, como espalhar fake news, golpes e até para guerras. Cada vez mais se discutem formas de evitar que essa tecnologia seja usada para essas finalidades. 

Impactos no mercado de trabalho

Um dos grandes desafios que a Indústria 4.0 precisa enfrentar é a mudança profunda no mercado de trabalho. A automação é uma das bases dessa revolução industrial e isso faz com que os colaboradores precisem ser deslocados de função. 

Contudo, ainda há um déficit de qualificação, ou seja, boa parte desses profissionais ainda não está preparada para essa transição. É imprescindível que as empresas invistam em qualificar a sua mão de obra nesse sentido.

Agora você já tem um panorama completo da Indústria 4.0!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds