Compliance: o que é e quais são seus benefícios?

Palavra Compliance

Conheça os benefícios do Compliance para a empresa.

O termo “compliance” está sendo cada vez mais utilizado no âmbito corporativo brasileiro. Em linhas gerais, essa palavra se refere a estar dentro da conformidade legal e regulamentos do setor de atuação.

A origem vem do termo “to comply”. Mais do que conhecer o significado, é relevante entender os benefícios de adotar uma política de compliance. Continue a leitura para entender mais sobre o tema.

Afinal, o que é compliance?

Como mencionamos acima, compliance diz respeito a estar em conformidade com a legislação, as normas e os regulamentos do mercado. É importante que os empresários entendam como algo que vai além de uma mera estratégia. Trata-se de um padrão de comportamento organizacional. 

Representa colocar em prática as ações garantindo, dessa forma, o alinhamento com a legislação e a ética do setor. As ações devem se guiar pelo ponto de vista interno da organização e do mercado. O principal desafio é que a companhia adote uma cultura íntegra, mas que não esteja pautada apenas no que diz a lei e as normas anticorrupção.

Antes de estabelecer o modo de operação, é necessário analisar e identificar riscos para o empreendimento, criando, assim, controles eficientes. O objetivo é resolver situações problemáticas e evitar que outras aconteçam. 

Compliance: conheça os seus benefícios

Agora que você já sabe o que é o conceito de compliance, vai gostar de conhecer os seus benefícios para a empresa. 

1. Maior eficiência operacional 

Ter padrões de comportamento e ações direcionadas para atender a legislação vigente contribui para conquistar maior eficiência operacional. Nesse caso, o benefício é uma consequência da escolha de trabalhar dentro das normas técnicas e ética. 

Uma boa estratégia é desenvolver um Manual de Procedimentos. Nesse documento é possível mapear e pormenorizar os processos. Funciona como um verdadeiro guia operacional para os colaboradores. 

É uma forma de se alinhar com as normas em vigor no setor e reduzir os riscos para o empreendimento. O desempenho se torna mais eficiente e leva a resultados melhores e mais consistentes. A empresa consegue se posicionar mais favoravelmente no mercado potencializando a sua lucratividade. 

2. Maior produtividade

Trabalhar em uma empresa correta e cumpridora das suas obrigações torna o profissional mais confiante e satisfeito. Dessa forma, quando há processos organizados e valorização dos colaboradores, se estabelece maior motivação e engajamento. Criar um ambiente positivo e com menos estresse eleva a qualidade de vida e de entrega da sua equipe.

Quando o compliance é adotado, não há preocupações relativas ao pagamento dos salários, ambientes insalubres, conduta inadequada de colegas, entre outros. Com essa tranquilidade os funcionários conseguem desempenhar as suas tarefas com muito mais qualidade. 

3. Vantagem competitiva 

Cada vez mais competitivo, o mercado tem criado a necessidade de que as empresas pautem suas ações na criação de diferenciais. O compliance ajuda a desenvolver uma vantagem competitiva por alinhar e focar as ações em qualidade. Os resultados obtidos beneficiam amplamente a empresa. 

Uma atuação pautada em compliance é facilmente reconhecida no setor de atuação, levando a uma vantagem competitiva em relação à concorrência. Essa vantagem é especialmente relevante quando a concorrência não se mostra adepta a estratégia de compliance.

Companhias que não adotam essa estratégia tendem a desaparecer gradativamente no decorrer dos anos. Quando não se trabalha com políticas de segurança e redução de riscos, se coloca mais vezes em situação complicada no mercado. 

4. Maior segurança jurídica 

A segurança jurídica é um dos pontos fortes do compliance, haja vista que essa estratégia se baseia em evitar problemas com a legislação. A partir do momento em que uma empresa alinha suas ações com a legislação vigente, se coloca numa posição de maior segurança jurídica.

Uma rotina organizada de acordo com compliance minimiza riscos de multas, processos e outras demandas judiciais. Em médio e longo prazo, significa uma considerável redução de custos. Também ajuda a construir e manter uma imagem positiva da empresa diante dos seus públicos. 

5. Redução de custos

Nos tópicos acima, mencionamos ganhos como segurança jurídica, aumento de produtividade e processos mais eficientes. Todos esses ganhos tem como consequência a redução de custos. No âmbito da segurança jurídica são reduzidos os custos processuais e pagamentos de multas. 

Uma equipe mais produtiva e processos mais eficientes reduzem os custos da empresa para se manter operando. Logo, os seus lucros são potencializados. Os recursos são utilizados com muito mais eficiência pela organização. O investimento em compliance contribui para uma gestão melhor para seu negócio. 

6. Reputação

A reputação de uma empresa no seu mercado é um dos seus bens mais valiosos. Para ter uma boa imagem corporativa, é determinante se posicionar com firmeza e clareza.

Companhias que baseiam suas ações em maior respeito aos clientes, aos fornecedores e à concorrência se sobressaem em relação àquelas que não têm boas práticas. Sempre é melhor se destacar por ter um bom trabalho, não é mesmo? 

Uma boa reputação e uma imagem sem arranhões são consequências da estratégia de compliance. Um método de trabalho mais ético demonstra o quanto a empresa está disposta a trabalhar de forma harmônica e de acordo com a legislação. 

Todos os envolvidos devem ser respeitados como colaboradores, concorrentes, fornecedores, clientes, entre outros. A estratégia de compliance ajuda a empresa a criar uma imagem mais sólida e uma reputação inabalável. 

Aplicando a estratégia de compliance a sua empresa

Para que a estratégia de compliance seja devidamente aplicada a uma empresa é importante contar com apoio técnico. Os profissionais que se ocuparão dessa tarefa devem ser especializados no tema para que possam fazer o mapeamento dos processos e avaliar individualmente as práticas adotadas. Devem ser colocados em pauta os processos internos e externos. 

Partindo dessa análise, a assessoria conseguirá ajudar a reorganizar a estrutura empresarial. Dentre as medidas adotadas estão treinamento de funcionários e a criação de um novo fluxo de trabalho.

O foco está em ter rotinas alinhadas com a legislação fiscal, trabalhista e tributária. Lembrando que cada segmento de atuação possui as suas próprias regras que devem ser seguidas, então, contar com um especialista é determinante. 

A estratégia de compliance oferece uma série de benefícios para as empresas!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds