O que é B2B?

B2B nada mais é que toda negociação feita de empresa para empresa no comércio eletrônico.

Muito se fala sobre o marketing B2B e seu grande avanço no mercado. Mas você sabe o que é o B2B e como ele funciona para empresas e grandes corporações?

Antes de nos aprofundarmos nesse assunto precisamos entender mais sobre o cenário, compreendendo quais são as possibilidades que qualquer empresa possuí a partir do momento em que entra no mercado de trabalho.

Além do B2B existe também o B2C, C2C, B2G. Em um primeiro momento pode até parecer que tudo isso trata de questões bastante técnicas e complexas.

Mas não, através deste artigo eu vou te apresentar brevemente cada um desses conceitos, focando é claro no B2B, e você vai descobrir qual é a sua importância dentro do ambiente corporativo. Vamos lá!

Comece a ter o

Destaque

que você merece!

Preencha os campos abaixo para receber o e-book.

O que é B2B 

Derivada da expressão “business to business” a sigla B2B é a definição dada a toda negociação feita de empresa para empresa no comércio eletrônico, ou seja, é quando um e-commerce de um determinado negócio vende seus produtos para outras empresas, seja distribuidores, fabricantes, importadores, fornecedores, lojistas etc.

Trata-se de um modelo de loja virtual focada apenas em transações e comércios destinados a outras empresas dentro do ambiente digital, substituindo, assim, os processos físicos e tradicionais de compra e venda.

A finalidade principal do comércio B2B são as vendas e, por isso, todas as estratégias deste tipo de negócio devem estar voltadas para a captação e desenvolvimento de leads de qualidade, nos processos de pré e pós-venda e nas entregas dos produtos ou serviços.

Em outras palavras, uma empresa que adota a modalidade de vendas B2B representa uma empresa que tem como cliente final uma outra empresa.

Esse tipo de transação é muito mais comum do que parece. A questão é que muitas vezes nos prendemos na ideia de que o cliente é representado apenas na figura do consumidor final. Aquele padrão da pessoa que compra um produto através de lojas, supermercados online e afins.

Mas existem outras possibilidades para quem quer empreender. Outros modelos de transação, assim como o B2B que expliquei acima.

Para ficar ainda mais claro o modo esse cenário funciona eu vou te apresentar brevemente os demais modelos de venda. São eles:

B2C

Trata-se do modelo mais comum com o qual estamos acostumados a lidar. Ele significa “business to consumer” e representa aquele tipo de venda que é realizada pela empresa e para o consumidor.

Esse modelo é facilmente identificado, afinal, ele diz respeito a maior parte daquilo que nós, na figura de consumidores, adquirimos como, por exemplo, através da compra de:

  • vestuário
  • eletrodomésticos
  • eletrônicos
  • imóveis e muito mais

C2C

Na modalidade C2C, “consumer to consumer”, o consumidor final realiza uma venda para outro consumidor final. Quando falamos desse caso o que normalmente acontece é que existe uma empresa que faz uma espécie de ponte que liga os dois clientes.

Evidente que nem sempre existe esse intermediador. Mas, na maioria dos casos, ele surge na figura de uma empresa que cede o seu espaço, sobretudo na figura de e-commerce, para que um cliente ofereça o seu produto.

A negociação é feita com base em alguns princípios básicos, que o dono do site estipula, e, principalmente, pelo próprio consumidor que interage diretamente com outro, interessado em seu produto. Exemplos claros que representam essa modalidade de venda são encontrados em sites de leilões ou classificados online.

B2G

No caso da modalidade B2G, “business to government”, as transações são efetuadas entre empresa e governo. Nesse caso o governo, ao necessitar adquirir um bem ou serviço, precisa abrir uma Licitação onde as empresas que querem fazer parte dessa negociação precisam cumprir uma série de requisitos para garantir não apenas a legalidade do acordo mas também a moralidade.

É válido ressaltar que existem casos onde o processo licitatório é dispensado.

O que eu vendo no B2B

Agora que eu apresentei os principais cenários de transações ficou muito mais simples de identificá-los no dia a dia, não é mesmo?

E não para por aí, trata-se de uma questão de bastante importância quando pensamos no planejamento estratégico. Afinal, é preciso ter em mente de modo bastante claro duas coisas. O que você vai vender/oferecer e para quem.

Isso porque o “para quem” exerce total influência sobre o produto ou serviço que você deseja comercializar. Até mesmo porque, quando pensamos nos produtos que as empresas comercializam entre si eu não me refiro apenas a matéria prima.

Me refiro a todos os produtos e serviços que uma empresa necessita e precisa adquirir com outras como:

  • Suporte técnico
  • Alimentação
  • Consultoria
  • Materiais de escritório
  • Construção
  • Imóveis
  • Veículos
  • Equipamentos de produção
  • Seguros
  • Plano de saúde e muito mais

Características das plataformas B2B

Confira as principais características deste modelo de negócio voltado para as empresas:

  • Política de negócios diferenciada de acordo com o nicho de cada consumidor;
  • Facilidade de customização de acordo com o perfil de cada cliente (formas de pagamento, valores, produtos, notas fiscais etc.);
  • Tarifas de preços individuais e específicas para cada cliente;
  • Tributação fiscal de cada negociação;
  • Formas de pagamento diferenciadas (descontos, parcelamentos, boletos, cartões, depósitos etc.).

Benefícios do B2B para as empresas

Confira quais são os principais benefícios do B2B para empresas e organizações:

  • Expansão do mercado. Uma plataforma B2B pode vender seus produtos ou serviços para qualquer região do país ou do mundo;
  • Aumento significativo do faturamento e vendas. Isso porque a venda para empresas é substancialmente maior do que para um único consumidor, ou seja, enquanto um único consumidor adquire um produto como um sapato, por exemplo, para uso pessoal, uma empresa adquire um grande volume de produtos para revender em seu próprio estabelecimento;
  • Melhora no relacionamento com clientes;
  • Diminuição de despesas e custos;
  • Segmentação eficaz do público-alvo;
  • Formas de pagamento flexíveis;
  • Funcionamento 24h, diferente dos modelos de negócios tradicionais limitados pelos horários de funcionamento em dias úteis;
  • Facilidade de personalização do e-commerce para cada perfil consumidor;
  • Redução de tempo;
  • Retorno de investimento rápido;
  • Novas oportunidades de negócios.

E você, quais outras vantagens considera importantes para trabalhar com o modelo B2B? Deixe o seu comentário e contribua com o conhecimento!

E aí, curtiu esse conteúdo?

Saiba que ele é apenas a pontinha do iceberg e você pode desenvolver suas habilidades de liderança muito mais. Baixe agora o ebook Leader Coach e aprenda como extrair o máximo resultado da sua equipe.
Preencha o formulário, é de graça.

Imagem: Rawpixel.com / Shutterstock

 



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010