12 problemas gerados pela ansiedade

Mulher com ansiedade

Conheça os problemas gerados pela ansiedade.

Acordar cedo, enfrentar um trânsito turbulento e tumultuado, bater ponto, lidar com as mais variadas questões no trabalho, voltar para casa e lidar agora com as questões pessoais. Essa é a rotina de grande parte dos profissionais no Brasil. Uma rotina que faz com que estes se sintam com as energias sugadas pelo cotidiano ao final do dia.

Existem, porém, algumas nuances que podem tornar esta rotina ainda mais cansativa e até mesmo prejudicial para o bem-estar e saúde das pessoas. Uma das que têm se tornado mais comum é a ansiedade. 

Vemos que muitos profissionais, principalmente aqueles que já estão com a carreira consolidada e estabilizada, envolvidos nessa rotina sofrem com a ansiedade, pois desejam ter novas experiências em suas carreiras. Essa estabilidade e consolidação profissional cria uma zona de conforto que impede esses indivíduos de visualizarem novos horizontes e isso faz com que o primeiro passo rumo a uma nova vida fique cada vez mais distante.

Por medo do desconhecido, por não saber por onde começar e como começar, muitas pessoas permanecem por muito tempo em empregos que não fazem sentido e se dedicam a carreiras que não dão a menor satisfação pessoal.

Além de tudo isso que falamos até aqui acontecer com frequência e ser mais comum do que se imagina, todos esses aspectos geram também ansiedade no indivíduo, uma vez que ele passa a ficar inquieto e com o anseio de que tudo o que ele deseja e acredita ser o essencial para a sua vida profissional e pessoal aconteça de forma imediata. O que todos nós sabemos que não acontece, visto que se trata de um processo muitas vezes lento.

Provavelmente, neste momento você deve estar se questionando: quais são os problemas gerados pela ansiedade? Para te ajudar a entender melhor esta questão e como solucioná-la de maneira eficaz, listamos aqui os 12 principais problemas causados pela ansiedade nas pessoas. Continue esta poderosa leitura e confira!

O que é ansiedade e quais os seus sintomas?

Antes de falarmos sobre a ansiedade enquanto doença, é importante deixar claro e ressaltar, inicialmente, que a ansiedade é algo inerente a todo ser humano. Queremos dizer que se trata de uma emoção que surge quando estamos diante de decisões importantes a serem tomadas. Antes de participarmos de uma entrevista de emprego, quando precisamos lidar com situações problemáticas nos mais diversos ambientes pelos quais transitamos, entre muitos outros exemplos.

Porém, a ansiedade se torna fator de preocupação quando se transforma em um distúrbio e passa a atrapalhar consideravelmente a performance de qualquer indivíduo. Eles se sentem preocupados de forma excessiva e também com medo de situações consideradas simples, mas que em suas mentes se transformam praticamente em um filme de terror.

Esse medo e essa preocupação em excesso de não ter uma boa performance, de falar coisas inadequadas, de ficar imaginando o que os outros estão pensando, entre outros exemplos, faz com que surjam até mesmo sintomas físicos no indivíduo, sintomas estes que ele se sente incapaz de controlar, como:

  • Irritabilidade;
  • Problemas para dormir;
  • Braços e pernas agitados constantemente;
  • Aperto no peito;
  • Palpitações;
  • Tremores nas mãos e pelo corpo;
  • Falta de ar;
  • Aumento do suor nas mãos;
  • Náusea;
  • Tensão muscular.

Além desses, existem alguns outros sintomas e problemas gerados pela ansiedade, que é o que vamos abordar a seguir.

12 Problemas gerados pela ansiedade

Vamos falar agora, efetivamente e na prática, dos problemas gerados pela ansiedade e que podem impactar negativamente a performance e atuação, tanto no âmbito pessoal, quanto no profissional, da vida de um indivíduo. Confira:

1. Falta de foco

A ansiedade, muitas vezes, contribui para que os indivíduos percam o foco com facilidade ao longo do dia. Isso atrapalha a execução de suas atividades, uma vez que eles não conseguem se manter concentrados pelo tempo necessário para entregar um trabalho que lhes foi solicitado ou para terminar uma simples faxina em casa, por exemplo.

Essa dificuldade em manter o foco acontece, pois a cabeça do ansioso funciona a mil por hora. Ou seja, ela pensa diversas coisas ao mesmo tempo e não consegue se concentrar em resolver uma de cada vez, o que atrapalha no alcance dos objetivos de vida e também nos profissionais.

Isso porque, geralmente, a pessoa ansiosa determina diversas metas e objetivos a serem alcançados. Porém, como quer que todos se concretizem ao mesmo tempo e imediatamente, em decorrência de sua ansiedade, não consegue manter o foco para fazer uma coisa de cada vez e, assim, atingir os resultados que almeja. Isso acaba gerando frustração atrás de frustração e desencadeando ainda mais crises de ansiedade.

2. Procrastinação e falta de motivação

Quando falamos em procrastinação, falamos em um hábito bastante complicado e que atrapalha consideravelmente a performance do indivíduo. Trata-se de deixar para amanhã o que pode ser feito hoje.

Geralmente, a procrastinação se torna um hábito também em decorrência da dificuldade em manter o foco nas atividades a serem desempenhadas. Como o ansioso não consegue controlar seus pensamentos, fica pensando em diversas outras coisas menos no que precisa fazer, efetivamente e na prática, para finalizar suas tarefas.

Com isso, no decorrer do dia, ele se distrai facilmente com tudo ao seu redor. Com redes sociais, com a conversa dos colegas, o barulho dos carros na rua, com o auxílio que seu colega de trabalho lhe pede. Enfim, ele faz tudo, menos o que precisa para que suas atividades estejam em dia.

Nesse sentido, o ansioso sabe que esse hábito lhe prejudica bastante, porém, por não conseguir romper este ciclo, ele acaba se sentindo desmotivado facilmente. Acaba, então, responsabilizando o ambiente ao seu redor, quando na realidade o problema precisa ser resolvido internamente.

3. Estresse no trabalho

A procrastinação não elimina as responsabilidades e atividades existentes no trabalho, uma vez que elas precisam ser entregues de uma maneira ou de outra, ela apenas as adia. E isso faz com que todas estas atividades e responsabilidades se acumulem de tal forma que, além de deixar o indivíduo desmotivado, como dissemos anteriormente, o deixa também em um estado de forte estresse. Com isso, longas e estressantes jornadas de trabalho podem se tornar corriqueiras.

Isso porque essas demandas já não fazem mais sentido na cabeça do profissional, e se vendo, mesmo assim, obrigado a fazer algo que, em teoria, não lhe dá mais nenhum prazer ou satisfação, ele acaba ficando fortemente estressado, não só com o trabalho, mas também com tudo que acontece ao seu redor. Paulatinamente, este sentimento de frustração cresce e se torna um estresse que, dada as devidas proporções, pode se tornar algo bastante difícil de ser controlado.

4. Impaciência com os familiares e amigos

Uma pessoa que está insatisfeita no trabalho, que procrastina e que se encontra em um estado de estresse que não consegue controlar, dificilmente deixará toda esta carga de frustração e ansiedade restritas ao ambiente de trabalho. Tudo isso terá reflexo em suas relações sociais, especialmente com os familiares mais próximos e amigos, que sofrem junto com o indivíduo, uma vez que se preocupam com o seu bem-estar.

Quando a pessoa chega a este ponto, é importante que ela passe a enxergar que a impaciência e o nervosismo com essas pessoas, que são as que mais considera, só reforçam que alguns ajustes precisam ser feitos. É necessário encontrar formas de lidar com a ansiedade, para que ela não prejudique ainda mais a sua atuação dentro e fora do ambiente de trabalho.

5. Ineficácia na gestão de tempo

É muito comum que pessoas sem foco, sob forte estresse e impacientes também tenham dificuldades para gerenciar de maneira eficaz o seu tempo. Isso porque se deixam levar pelas angústias e aflições causadas pela ansiedade, tornando-se, assim, indivíduos que não conseguem cumprir seus compromissos e com uma agenda totalmente desordenada.

A ausência de uma gestão de tempo eficiente gera frustrações e bastante desmotivação. Além de possíveis desgastes com as pessoas ao redor, já que o ansioso não consegue entregar o que promete. Por não cumprir seus compromissos, ele acaba também comprometendo a relação com seus familiares, uma vez que a gestão de tempo ineficaz faz com que este profissional não esteja presente em momentos e celebrações importantes para a sua família e amigos.

6. Preocupação excessiva e constante

Um dos maiores problemas gerados pela ansiedade é a sensação constante de preocupação. O indivíduo ansioso tem a sua mente ocupada por uma série de medos em relação ao que pode acontecer, inclusive em relação a questões triviais. Acontecimentos que não têm uma carga problemática em si se tornam um tema recorrente na mente do ansioso.

Para quem sofre com ansiedade, um pensamento pode se tornar recorrente ao longo do tempo, interferindo em sua capacidade de seguir sua rotina. Quando a sensação de urgência da ansiedade passa a comandar a sua vida, é sinal de que está na hora de buscar ajuda.

7. Tensão muscular

Apertar os punhos e a mandíbula, assim como flexionar outros músculos repetidamente, é um reflexo da ansiedade que pode se tornar um problema. Quanto mais o quadro de ansiedade se agrava, mais esses hábitos podem passar despercebidos pelo indivíduo. Além do constante desconforto, também pode levar a problemas musculares.

8. Problemas digestivos

A ansiedade pode afetar consideravelmente o sistema gastrointestinal, tornando comum azia, diarreia e má digestão. Nesse caso, a ansiedade gera esses problemas através do sistema nervoso. É importante olhar com mais atenção esse tipo de problema devido ao fato de que pode se agravar, gerando quadros mais sérios, como gastrites, úlceras, síndrome do intestino irritável e refluxo. 

Além de buscar ajuda de um profissional de saúde mental, é essencial se consultar com um médico ao identificar problemas gastrointestinais. Como já citado, esse tipo de problema pode se agravar e se tornar uma verdadeira questão na sua vida. Cuidado com os reflexos físicos da ansiedade. 

9. Problemas com o sono

Diversas condições de saúde, físicas ou psicológicas, podem gerar dificuldades para pegar no sono ou manter horas consecutivas de sono. Dentre essas condições, a ansiedade é uma das que mais afetam a qualidade do sono. 

O indivíduo pode ficar acordado várias noites seguidas sem que haja necessariamente uma fonte de preocupação. Com o passar do tempo, a dificuldade de ter um sono de qualidade pode se refletir em problemas no trabalho e nas relações com aqueles à sua volta. Não dormir bem pode causar um grande estresse e potencializar a irritabilidade, de maneira que tudo se transforma em uma grande questão. 

10. Insegurança

Engana-se quem pensa que a insegurança gerada pela ansiedade se manifesta apenas em casos em que é necessário falar em público. Situações simples, como interagir com um pequeno grupo, podem se tornar altamente estressantes para uma pessoa ansiosa. O simples fato de ficar frente a frente com outra pessoa pode ser o bastante para tirar a sua tranquilidade. 

Certamente, esse é um problema que atrapalha e muito a vida social e profissional da pessoa que sofre com a ansiedade. Como ascender na empresa em que se trabalha se conversar com os colegas é algo altamente estressante? Fica a dica de que buscar ajuda profissional pode te ajudar a solucionar essa questão. 

11. Comportamentos compulsivos

A ansiedade também se manifesta através de comportamentos compulsivos como, por exemplo, fazer compras em excesso. Esse tipo de atitude prejudica a vida do ansioso em diferentes âmbitos, pois pode gerar tanto problemas concretos em relação às finanças quanto ser estressante. 

Lembrando que há outros tipos de comportamento compulsivos, como consumir bebidas alcoólicas e drogas ou ainda algo referente à vida sexual. Ao perceber que está apresentando algum tipo de comportamento compulsivo, é essencial buscar ajuda de um profissional de saúde mental. 

12. Medos irracionais

Os medos irracionais que também podem ser chamados de fobias podem ser um reflexo da ansiedade. Para identificar se um medo é irracional é importante analisar se ele é proporcional ao estresse que causa. Esse medo te impede de fazer algo importante na sua rotina? Se sim, saiba que você deve buscar ajuda para lidar com o medo irracional e identificar se tem um quadro de ansiedade. 

Como o Coaching pode auxiliar na retomada de uma carreira e de uma vida mais feliz?

Esses são alguns dos vários fatores gerados pela ansiedade e pela vontade de ter uma vida profissional e pessoal mais felizes. Antes de qualquer coisa, querida pessoa, queremos te dizer que, se esse for o seu caso, acreditamos plenamente que você será capaz de superar todos estes obstáculos, sendo que o Coaching pode ser um importante aliado nesse processo.

Uma das primeiras coisas que esta poderosa metodologia de desenvolvimento humano te ajudará será a identificar novos talentos e habilidades que você tem. As técnicas e ferramentas do Coaching podem contribuir positivamente para que você descubra uma nova gama de oportunidades de viver uma vida mais plena e que te deixe mais motivado.

Além disso, o Coaching te mostrará como gerenciar o seu tempo com a eficácia desejada, uma vez que, através de técnicas e ferramentas altamente poderosas, você será capaz de identificar onde tem perdido mais tempo em sua rotina, tendo, com isso, mais clareza sobre o que precisa da sua atenção com importância, urgência e de forma circunstancial.

O benefício disso é que você vai lidar cada vez melhor com as atividades que precisa desempenhar ao longo de seu dia, tendo, assim, a oportunidade de melhorar sua relação com seus colegas de trabalho e também com seus familiares, que a este ponto sentem bastante a sua falta.

E se o seu talento for motivar e ajudar outras pessoas, queremos te contar que você pode se tornar um Coach Profissional, capacitado para aplicar as ferramentas e técnicas de Coaching para que seus coachees consigam alcançar seus objetivos de vida.

O Instituto Brasileiro de Coaching – IBC possui formações, como o Professional & Self Coaching – PSC, de qualidade e que darão a você a chance de seguir uma carreira profissional que te proporcionará satisfação pessoal, motivação, a liberdade para trabalhar de maneira autônoma e tempo para estar com a família, os amigos e as pessoas queridas.

 

O Coaching te ajudará a viver uma vida mais plena, equilibrada e feliz. Conheça o PSC e inscreva-se agora mesmo para a próxima turma em sua cidade dessa formação MA RA VI LHO SA!

Veja só, querida pessoa, quantas coisas boas o Coaching pode proporcionar a você! Aproveite esta oportunidade para viver a tão sonhada mudança de vida. Ouse ir além e o poder será dado.

Lembre-se sempre de se lembrar de nunca esquecer também de procurar ajuda de um profissional especializado, como um psicólogo ou um psiquiatra, para que você receba o auxílio e o tratamento adequados, para lidar da melhor maneira possível com a sua ansiedade.

Agora, convidamos você a usar o espaço abaixo para contar como acredita que o Coaching pode contribuir para que ocorram verdadeiras mudanças em sua vida. Esperamos que este artigo contribua com esse processo, querida pessoa! E se você acredita que este conteúdo pode ajudar outras pessoas também, compartilhe-o em suas redes sociais!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds