Confira os benefícios da ginástica laboral

Mulher fazendo exercícios de alongamento no escritório

Veja quais são os muitos benefícios que a ginástica laboral oferece.

Você já ouviu falar a respeito dos benefícios da ginástica laboral? E como está a sua saúde no ambiente de trabalho? Você costuma sentir algum tipo de incômodo físico ao realizar as suas atividades diárias, como dores musculares, ardência nos olhos ou dor nas costas?

Em uma escala de 0 a 10, que nota você dá para a sua postura corporal durante o dia de trabalho? Sua forma de sentar e utilizar o computador tem prejudicado sua saúde e bem-estar?

Responder algumas dessas perguntas pode dar uma boa ideia sobre como anda sua saúde e se o seu trabalho tem prejudicado sua disposição para realizar tarefas diárias.

Pensando nisso, muitas empresas e organizações têm adotado a ginástica laboral como uma alternativa para colocar seus colaboradores em boas condições físicas e mentais para continuar exercendo suas demandas corporativas e contribuindo para a melhoria do desempenho e dos resultados.

Quer saber mais sobre os benefícios envolvidos? É só continuar a leitura!

O que é ginástica laboral?

Segundo o Conselho Federal de Educação Física – CONFEF, ginástica laboral é toda atividade física realizada no local de trabalho. Trata-se da realização de exercícios práticos e curtos, com o objetivo de estimular, relaxar e equilibrar o corpo, reduzindo possíveis lesões provocadas por movimentos repetitivos e inadequados.

A ginástica laboral, portanto, é a prática de pequenos exercícios durante a semana, com a finalidade de melhorar a saúde dos colaboradores e contribuir para um melhor rendimento de cada um deles. Os exercícios devem sempre ser realizados com a orientação de um profissional especializado.

Trata-se de uma atividade importante não apenas para os trabalhadores, mas também para as empresas. Isso porque, além de contribuir com a saúde dos funcionários, favorece o alcance de bons resultados por meio da evolução do desempenho.

Além disso, os exercícios garantem redução de gastos com afastamentos médicos, uma vez que previnem o desenvolvimento de doenças e lesões associadas ao ambiente de trabalho.

Benefícios da ginástica laboral

São muitos os benefícios que a ginástica laboral pode oferecer, confira!

  • Prevenção de doenças e acidentes de trabalho;
  • Melhoria da postura dos profissionais;
  • Melhoria da coordenação motora e flexibilidade;
  • Prevenção do sedentarismo;
  • Melhoria da disposição e do bem-estar para o dia a dia de trabalho;
  • Aumento da qualidade de vida dos profissionais;
  • Sensação de relaxamento e bem-estar;
  • Melhoria da autoestima dos trabalhadores;
  • Redução dos riscos de doenças vasculares, como varizes;
  • Eliminação de tensões corporais e fadiga;
  • Melhoria da concentração e do desempenho;
  • Desenvolvimento de relações interpessoais;
  • Diminuição de problemas de saúde;
  • Melhoria da produtividade profissional;
  • Prevenção de doenças do tipo LER (lesão por esforços repetitivos);
  • Redução de dores e lesões comuns no ambiente de trabalho.

Dicas de ginástica laboral para o dia a dia

Além dos exercícios elaborados por um fisioterapeuta, existem ações que podem aumentar os benefícios da prática diária, veja quais são elas:

1. Evite ficar sentado por muito tempo

Permanecer sentado e na mesma posição por muito tempo pode causar dores pelo corpo e ainda fazer mal ao sistema vascular. Portanto, faça pequenas pausas entre uma atividade e outra para relaxar e se esticar.

Para evitar se esquecer, utilize lembretes no celular ou no relógio. Assim também se lembrará de beber água, fazer um exercício rápido de alongamento e o que mais for necessário.

2. Mantenha sua postura ereta ao sentar

A nossa postura ao sentar deve ser vista com atenção. Por isso, é importante que as empresas disponibilizem cadeiras adequadas aos seus colaboradores. Esse é o tipo de atitude que não deve ser vista meramente como um custo e sim um investimento.

Afinal de contas, a falsa economia que se faz com cadeiras mais baratas pode gerar diversos problemas de coluna nos funcionários. Então, a companhia terá que lidar com faltas, licenças e outras questões de saúde.

3. Regule o encosto da cadeira de acordo com sua altura

As cadeiras ergonômicas costumam ser totalmente reguláveis. Dessa forma, é preciso que regule o encosto de acordo com a sua altura, de modo que toda a coluna fique apoiada. Isso irá facilitar a postura ereta ao longo do dia.

4. Mantenha a distância e altura correta da tela do computador

Passar o dia todo olhando para a tela de um computador exige muito da visão. Para evitar que o desgaste seja maior, é necessário tomar alguns cuidados, como manter uma distância entre 40 e 60 cm e sempre na altura dos olhos.

A ideia é que não seja necessário forçar demais a visão, seja por estar muito perto ou muito longe. Em se tratando da altura, é um cuidado importante para evitar que se force o pescoço para olhar para baixo o tempo todo.

5. Tenha um apoio para os pés

Mais um móvel ergonômico que deve estar presente nos escritórios e em estações de trabalho que exijam que o profissional fique sentado é o apoio para os pés. Com ele, as pernas formam um “L”, o que ajuda todo o corpo a permanecer em uma postura adequada.

6. Faça alongamentos antes de iniciar o trabalho e após cada intervalo

O ideal é realizar os alongamentos antes de iniciar o trabalho e após cada intervalo. Não precisa ser nada muito longo, alguns minutos são suficientes para preparar o corpo para mais uma etapa do trabalho.

Ginástica laboral no home office

Em empresas é comum que haja uma CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes que se ocupe de verificar a ergonomia das estações de trabalho e promover a ginástica laboral. Mas e no home office, como fica?

Existem empresas que promovem a ginástica laboral através de videoconferências, para que seus funcionários realizem os exercícios cada um de sua casa. Contudo, os profissionais autônomos não têm ninguém para lembrá-los disso e precisam fazer por iniciativa própria.

Se você trabalha em casa, lembre-se de se cuidar, afinal, você é seu próprio chefe e também seu próprio funcionário. Se ficar doente, não terá como realizar nem uma função e nem outra. Então, não espere ter algum problema postural ou vascular para se lembrar de que precisa movimentar o corpo ao longo do dia.

E você, já praticou a ginástica laboral? Quais são suas experiências com essa prática? Deixe o seu comentário abaixo e contribua com o conhecimento!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds