Workaholic ou Worklover? A importância de manter o controle em uma gestão

Enquanto o workaholic tem uma relação doentia com o trabalho, o worklover é apaixonado por suas atividades e se relaciona positivamente com suas atribuições.

Depois de um dia de trabalho, você se sente consumido por suas tarefas profissionais ou se sente realizado com suas realizações? Você considera seu trabalho estressante ou muito produtivo? As respostas para estas perguntas poderão te mostrar se você é um workaholic ou um worklover.

É importante destacar que tanto o workaholic quanto o worklover são profissionais que gostam de trabalhar. O que difere um do outro é justamente a forma como lidam com o seu trabalho, sua carreira e sua profissão. Esses dois conceitos estão associados à entrada da Geração Y no mercado de trabalho, pois estes profissionais entendem que produtividade não significa necessariamente trabalho excessivo ou passar longos períodos em seu local de trabalho.

O que é worklover?

O worklover é um profissional que busca o equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal. Para ele, é possível obter resultados satisfatórios na vida profissional por meio de formas alternativas de trabalho.

Worklovers se dedicam a trabalhos home office, freelancers ou qualquer outro trabalho que tenha flexibilidade de horários. Para estes profissionais, produtividade e bom desempenho não significam trabalhar sob pressão, estresse ou qualquer outro fator que prejudique sua vida pessoal e seu bem-estar físico e emocional. Outra característica dos profissionais worklovers é que eles buscam fazer aquilo que gostam, independentemente de rendimentos ou destaques no mercado de trabalho.

Além disso, worklovers se caracterizam pelo aprimoramento constante para desempenhar suas atividades da melhor maneira possível e são muito focados e organizados com suas tarefas.

A felicidade é imprescindível para o bom desempenho profissional!
Clique aqui, faça nosso “TESTE” e descubra como anda sua felicidade!

O que é workaholic?

Os profissionais workaholics têm uma relação doentia com o trabalho: são profissionais que passam horas no ambiente profissional e não conseguem se desvincular das atividades mesmo em dias e horários de folga. Workaholics costumam reclamar muito do que fazem, ao mesmo tempo em que não conseguem desempenhar outras funções em suas carreiras.

Outra característica do profissional workaholic é a insegurança que ele tem com relação a seu trabalho. Ele acredita que demonstrar potencial significa trabalhar por longas horas. Para um workaholic, o que importa é atender as expectativas dos outros, deixando as suas próprias expectativas e realizações de lado.

A vida pessoal do workaholic quase sempre fica em segundo plano e isso tem um impacto negativo em seu bem-estar emocional e físico. Isso também reflete na relação com os colegas de trabalho, com os gestores e com os clientes. Por isso, é preciso buscar este equilíbrio para que não haja nenhum resultado negativo na vida profissional e também, na vida pessoal.

Em qual perfil você se encaixa? Já pensou em formas de se relacionar melhor com o seu trabalho? Já tentou buscar um equilíbrio entre a sua vida profissional e vida pessoal? Conte-nos mais sobre isso e deixe a sua opinião no espaço abaixo. Se este conteúdo te ajudou de forma positiva, curta e compartilhe o artigo em suas redes sociais.

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

Imagem: Bplanet / Shutterstock

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010