O que faz um Copywriter?

Palavra Copywriter

Entenda o que é um copywriter.

A profissão de copywriter tem crescido consideravelmente nos últimos anos e pode ser um caminho interessante para quem deseja trabalhar com marketing digital. Para entender a profissão é essencial saber o que é copywriting. Basicamente, se trata do processo de produção de textos persuasivos para a realização de ações de marketing

Esses textos podem ser usados como conteúdo de sites, e-mails, anúncios, catálogos, entre outros. O copywriter é o profissional responsável por desenvolver esse tipo de texto que pode ser chamado também de copy.

Continue lendo para entender mais sobre essa profissão que está se consolidando no universo do marketing digital. 

O que é Copywriting?

Resumidamente, copywriting, diz respeito ao ato de produzir textos para guiar a tomada de decisão da audiência. Esses textos podem ser para sites, posts, emails, slogans, e-books, entre outros.

A tomada de decisão em questão pode se relacionar a uma compra direta ou a alguma ação dentro do processo de compra. O primeiro caso se configura quando falamos a respeito de um produto ou serviço. O segundo quando ocorre a venda de uma ideia ou a oferta de um conteúdo. 

Para que um texto atinja o objetivo de cativar a audiência é fundamental que esteja baseado em boas estratégias de marketing. Os textos devem entregar informações para o público-alvo e não podem se restringir apenas ao ato de fazer propaganda. Nesse contexto, é mais relevante transmitir informação do que vender. Agregar valor para a audiência é imprescindível. 

O que faz um copywriter? 

A função do copywriter é redigir textos altamente persuasivos que ajudem a potencializar a conversão de vendas. Contudo, é importante destacar que copywriter e redator são duas funções distintas, embora possam parecer semelhantes. A base da diferença entre ambas as profissões são as técnicas de escrita utilizadas. 

Muitas pessoas já passaram pela situação de entrar em um site e acabar comprando algo que nem estavam cogitando comprar. Bem provavelmente o conteúdo desse site foi produzido por um copywriter. Geralmente, eles atuam na área digital e inbound marketing.

Os profissionais dessa área se dedicam ao estudo profundo a respeito de neuromarketing, storytelling, persuasão, estímulos mentais, entre outros. O copywriter redige textos voltados para a conversão e para a venda de um produto através da captação de leads. 

Copywriter: o que esse profissional pode fazer?

Há uma grande diversidade de funções que podem ser realizadas por um copywriter. Esse profissional pode redigir e-mails de um funil de vendas completo e escrever anúncios nas redes sociais. Também pode produzir artigos, desenvolver roteiros para vídeos, elaborar a estrutura completa para lançamentos, criar legendas para posts em redes sociais, entre outros. 

Redatores publicitários podem se dedicar ao estudo de copywriting, ampliando assim os seus serviços. Trata-se de uma área em alta e que ainda vai crescer consideravelmente no mercado. O objetivo do copywriting é tornar os textos mais ricos e persuasivos, de forma que o cliente acabará sendo convertido. 

Copywriting: confira dicas de como produzir um bom conteúdo

Confira a seguir dicas de boas práticas de copywriting para quem deseja atuar como copywriter.

1. Conheça bem o seu público

Para convencer o público é essencial entender qual é o seu perfil, direcionando, dessa forma, o conteúdo. O copywriter deve focar em compreender do que seu público-alvo precisa, de maneira a entregar isso através da comunicação. 

Uma forma de aprofundar esse conhecimento é tendo clareza sobre as personas que representam o público-alvo e saber em qual etapa elas se encontram. Com esses dois tópicos fica mais simples desenvolver conteúdos que gerem valor conforme cada etapa. O copy deve responder às dúvidas da audiência e atender aos seus anseios promovendo uma comunicação mais direta. 

2. Ofereça um bônus para o seu leitor

Para dar início ou intensificar o relacionamento com a sua audiência, é necessário não começar pedindo informações. Comece fazendo o oposto, ofereça algo para as pessoas, preferencialmente alguma coisa que gere valor para elas. Por exemplo, para obter informações da sua audiência ofereça em troca um conteúdo de qualidade que seja útil para ela. 

3. Prove aquilo que está comunicando

Para convencer a sua audiência é determinante poder provar aquilo que está sendo comunicado. Coloque-se no lugar da sua audiência, por que ela deveria confiar no que está sendo dito? 

A confirmação do que está sendo dito pode ser feita através de depoimentos e resultados obtidos em testes reconhecidamente eficientes. Essa é uma estratégia bastante eficiente porque permite demonstrar os atributos do produto/serviço ao mesmo tempo em que comprova o que está sendo dito. 

4. Assuma os seus erros

Trabalhar com a verdade é um grande trunfo, ainda que possa ser difícil em algumas situações. Obviamente, não estamos incentivando que erros sejam cometidos, no entanto, se eles ocorrerem devem ser assumidos. Isso permite criar uma conexão com as suas personas, mostrando para elas que sua marca pode até cometer deslizes, mas sabe como reverter as adversidades.

5. Trabalhe com ofertas limitadas

Produtos, serviços e conteúdos oferecidos como algo único e exclusivo tendem a criar uma sensação de urgência na audiência. O público-alvo fará de tudo para obter aquilo que está sendo oferecido. A empresa deve apostar também em agregar valor ao cliente, oferecendo uma vantagem competitiva limitada. 

Uma forma de trabalhar com essa estratégia é enviar e-mails informando aos leads que a empresa liberou testes de forma gratuita. Porém, somente para os primeiros que baixarem um determinado conteúdo. Indicar que há poucas vagas ajuda a acelerar a busca. 

6. Trabalhe para que seu lead/cliente concorde com as suas afirmações

Uma das bases para tornar o copywriting mais efetivo é entender que falar diretamente sobre as características de produtos ou serviços não costuma funcionar. Quando os itens são apresentados dessa forma pode acontecer dos seus leads/clientes não darem ouvidos. 

O mais interessante a se fazer é falar a respeito dos problemas que o lead/cliente enfrenta, mostrando que tem como resolver. Isso muda completamente a situação, a audiência passa a admitir que tem problemas e questões e que sua marca pode auxiliar. Isso estimula consideravelmente a procura pela sua empresa. 

7. Invista em storytelling

Storytelling é uma técnica que se baseia em contar histórias para gerar a identificação dos clientes. As personas passam a entender que a companhia compartilha de seus receios, desafios, habilidades e medos. A ideia é gerar identificação para aumentar a chance de que haja a conversão. 

Gostou de saber mais sobre o que faz um copywriter? Deixe seu comentário abaixo!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds