Espiritualidade e Saúde Mental: existe relação?

Homem com braços levantados olhando para o céu

Saiba como a espiritualidade pode ajudar a saúde mental.

Há bastante tempo, há o debate a respeito da relação entre a espiritualidade e a saúde mental. Será que o processo de espiritualização contribui de alguma forma para fortalecer a saúde mental?

Esse tema, que é objeto de estudos por áreas do conhecimento como Psicologia e Psiquiatria, será apresentado com mais detalhes ao longo deste artigo. Continue a leitura e se permita refletir como um aspecto pode ter reflexos no outro. 

Como a espiritualidade pode ajudar na saúde mental?

A relação entre a espiritualidade e a saúde mental vem sendo investigada há algum tempo. Esses estudos da psicologia e psiquiatria vêm contribuindo para a formação de uma base de dados relevante para essa compreensão.

Há muito tempo se utiliza a espiritualidade como um auxílio terapêutico. Muitas pessoas encontram nesse amparo as forças necessárias para empreender grandes mudanças em suas vidas.

Talvez, sem a conexão com a espiritualidade, esses indivíduos não conseguissem deixar certas limitações no passado para se reconstruir. É um incentivo para focar em pensamentos mais positivos e com um viés focado no futuro.

O avanço nos estudos dessa área vem contribuindo para entender melhor como, exatamente, a espiritualidade contribui para potencializar os caminhos da boa saúde mental.

Espiritualidade: base para as mudanças

Embora já fosse possível detectar benefícios da espiritualidade para a conquista de melhores resultados na realização de tratamentos psicológicos, atualmente, esses benefícios são mais palpáveis. Esse é o papel da pesquisa científica, nos fornecer uma base confiável para confirmar ou descartar teorias acerca dos mais variados temas.

Os pesquisadores, que possuem recursos mais avançados nos dias atuais, conseguem entender com mais precisão qual é o caminho percorrido nessa jornada. Tanto a psicologia quanto a espiritualidade têm potencial para auxiliar as pessoas na conquista de melhor qualidade de vida. Obviamente que sob vieses distintos e dentro de suas especialidades, pois uma não substitui a outra.

A espiritualidade funciona como uma forma de incentivo para realizar as transformações identificadas como necessárias pelos processos psicoterapêuticos. Quando se entende que algo não vai bem e que uma mudança precisa ser feita, é fundamental ter força para seguir adiante rumo a essa transformação.

No entanto, em grande parte dos casos, as mudanças demandam grande comprometimento por parte do indivíduo. Afinal, o ser humano, por natureza, não é exatamente um entusiasta de mudanças.

O fato de estar em uma zona de total desconforto cria a necessidade de encontrar algo confortável em que se acolher. A psicoterapia tem como uma de suas preocupações exatamente a criação desse ambiente emocional seguro para que o paciente seja capaz de evoluir. Tornar o processo de cura menos doloroso é essencial para que os indivíduos persistam nessa jornada.

Como a espiritualidade pode ajudar a saúde mental?

A espiritualidade tem um papel bastante importante no fortalecimento da saúde mental de muitas pessoas. A seguir explicaremos com mais detalhes quais são as contribuições que o desenvolvimento desse aspecto pode ter para a potencialização da sua saúde mental.

1. Fortalecimento das qualidades

A espiritualidade convida as pessoas a buscar o melhor dentro de si. De maneira geral, as religiões enfocam no quão importante é ser o melhor que se pode ser para estar alinhado com as crenças religiosas. Dessa forma, a espiritualidade corrobora para fortalecer qualidades que o indivíduo possui e que serão cruciais para mantê-lo firme no processo de melhoria da sua saúde mental.

2. Conhecimentos para enfrentar crises

A espiritualização, em grande parte dos casos, se relaciona ao fortalecimento de conhecimentos. Muitas religiões incentivam as pessoas a estudarem mais sobre aquilo em que acreditam e sobre si mesmas. Nesse processo de aprendizado contínuo, o indivíduo passa a contar com mais ferramentas para enfrentar dificuldades que possam surgir ao longo do processo.

3. Esperança

Ter esperança de que a dor será superada e que ainda haverá momentos de alegria na vida é determinante para passar pelas fases mais difíceis. A espiritualidade fortalece a esperança, algo que faz toda a diferença para se manter confiante.

Quando não se tem mais expectativas de que coisas boas acontecerão, é possível se perder o desejo de prosseguir. Para a saúde mental é imprescindível fortalecer esse sentimento de que há sempre amor e possíveis realizações esperando.

4. Ferramentas para seguir

Uma pessoa que se vê diante de uma grande barreira, como uma doença crônica, por exemplo, precisa se fortalecer. Contar com ferramentas para seguir adiante é essencial e, nesse caso, a espiritualidade funciona como uma grande aliada. Como citamos acima, ter uma religião ou uma crença pode auxiliar na manutenção da esperança.

Porém, mais do que isso, pode auxiliar na compreensão de como e por que coisas negativas acontecem. O entendimento de que as dificuldades são testes ou possíveis aprendizados fortalece a pessoa na busca por um enfrentamento. Ter essas ferramentas faz toda a diferença quando se tem que passar por longos processos em busca da resolução de problemas.

5. Equilíbrio emocional

Outro aspecto bastante fundamental que a espiritualidade contribui é o aumento do equilíbrio emocional. Uma pessoa que tem uma crença fortalecida consegue ver a vida sob outro prisma. Conseguir conviver mais pacificamente com as suas emoções é determinante para não se colocar em situações que podem te desviar desse equilíbrio.

Quanto mais focamos em algo maior que nos dará amparo caso necessário, mais ajudamos nossas emoções a serem positivas. Com emoções mais positivas a tendência é nos tornarmos mais equilibrados. A espiritualidade é uma base segura em que as pessoas podem se apoiar quando estão diante de dificuldades.

6. Redução da ansiedade

Alguns estudos identificaram que a espiritualidade contribui para reduzir quadros de ansiedade que podem comprometer o tratamento psicoterápico dos indivíduos. Ter uma visão mais ampla da vida e do que acontece permite não focar apenas nos aspectos ruins. O indivíduo espiritualizado tende a enxergar o todo e, assim, entende que existem perspectivas melhores o esperando.

Também pode ser uma forma de aliviar o estresse causado por uma situação limitante. O indivíduo se vê diante de um problema e consegue encontrar alívio em suas práticas de espiritualidade. Tudo aquilo que pode ajudar o tratamento psicológico deve ser bem recebido.

Para finalizar, vale destacar que, embora a religião seja uma forma de desenvolvimento da espiritualidade, é possível fazer isso sem a ligação com uma crença específica.

Gostou de entender um pouco mais sobre a espiritualidade pode ajudar a fortalecer a saúde mental? Aproveite para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais para passar o conhecimento adiante!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63