Preguiça: O que você tem feito para superá-la?

A preguiça pode ser bastante prejudicial para o cumprimento de nossas tarefas e obrigações

Sentir preguiça em determinadas situações, como quando está um dia frio e chuvoso e precisa se levantar da cama, é natural. Entretanto, quando esse sentimento passa a marcar presença na maior parte dos dias de uma pessoa, é importante ligar o sinal de alerta e procurar saber o que está acontecendo.

Esse excesso de preguiça pode ser gerado por muitos fatores, como distúrbios hormonais, depressão, síndrome da fadiga crônica ou mesmo por uma falta de motivação. Aqui, trataremos sobre o último caso, do ponto de vista de alguém que está desanimado e desmotivado, já que os demais devem ser avaliados por um profissional da saúde.

O que é a preguiça?

A preguiça é o desejo de ficar ocioso, sem fazer nada, procrastinar e adiar tarefas. É um estado de passividade, de deixar as coisas permanecerem como estão. Às vezes, é normal ter momentos assim, como depois de trabalhar por várias horas ou quando o dia lá fora está frio. O problema está na frequência, pois, para realizar tarefas, trabalhar com eficiência, desfrutar da vida e alcançar o sucesso, é preciso aprender a superar a preguiça.

Quando uma pessoa está com preguiça, ela deixa de realizar uma atividade que tinha total condição de concluir ou, se o faz, não é com a mesma qualidade e empenho. E é importante dizer que o preguiçoso é diferente do procrastinador, pois o segundo tem a intenção de concluir a tarefa, só que em outro momento, já o primeiro não sente qualquer vontade de fazer isso.

Por que a preguiça é prejudicial?

Uma pessoa que sente preguiça com frequência acaba não se dedicando como poderia à realização de suas atividades. Mesmo que consiga entregar seus trabalhos no prazo, nunca consegue surpreender e ir além, porque não se aprofunda nas coisas, faz apenas o que é pedido. Isso para citar um exemplo em que as tarefas são cumpridas, em muitos casos há atrasos, falta de qualidade, entre outros problemas.

Agora, falando do ponto de vista do indivíduo, a preguiça é prejudicial porque faz com que ele viva uma vida sem significado e duvide da própria capacidade, o que impacta em autoestima baixa, falta de confiança em si mesmo e desmotivação para de dedicar a projetos. A preguiça gera a estagnação e faz uma pessoa perder grandes oportunidades de crescimento.

10 Atitudes para vencer a preguiça e fortalecer sua motivação

Você está pronto para vencer a preguiça? Saiba que, como acontece com qualquer mudança, será um processo em que dará um passo de cada vez, portanto, seja paciente. Um dia, irá olhar para trás e ver o longo caminho que percorreu.

As dicas a seguir te ajudarão a dar os primeiros passos rumo a uma vida com energia, motivação e vontade de dar o seu melhor em tudo o que fizer.

1 – Dê significado para as tarefas

Passar a tarde estudando pode parecer bastante cansativo se você enxergar apenas essa tarefa. Por outro lado, se ampliar a sua visão conseguirá dar um significado para essa atividade. Assim, a tarde de estudos se transforma em mais um passo em direção ao seu sonho de ser aprovado em um concurso, se tornar um excelente profissional e assim por diante. Quanto mais importante for o significado, mais motivado irá se sentir para dar o seu melhor.

2 – Divida tarefas maiores em etapas

Começar o dia pensando que tem uma grande tarefa a realizar pode ser desanimador, principalmente para quem já tem um histórico de preguiça. Para evitar que esse sentimento comprometa a realização da atividade, o melhor a fazer é dividi-la em etapas. Assim, conforme for vencendo cada uma irá se motivar para continuar até chegar ao fim. Essa é uma estratégia simples, mas muito poderosa para driblar o desânimo.

3 – Descanse o suficiente

É importante lembrar que nem sempre a preguiça vem sem motivo, às vezes, ela é resultado de um cansaço real. O nosso corpo precisa de descanso, de um tempo para se recuperar, sendo assim, lembre-se de ter momentos de relaxamento depois de longas horas de trabalho e, claro, durma o suficiente. Especialistas divulgam uma média de oito horas por noite, mas o tempo pode variar, se observe, conheça o seu corpo e descubra qual a sua necessidade de sono.

4 – Fortaleça sua motivação

Evite esperar que circunstâncias externas te motivem, é preciso que isso venha do seu interior. Para isso, se conheça, identifique seu potencial, se valorize. Em vez de alimentar pensamentos limitantes de que não irá conseguir, mude isso! Diga a si mesmo que acredita em si, faça afirmações positivas, elas te ajudarão a mudar a forma como se vê. Quanto mais a sua motivação for fortalecida por você, mais poderosa ela será.

5 – Pense nos benefícios de agir

Quando uma pessoa está com preguiça, ela costuma optar por fazer aquilo que acredita ser mais prazeroso e vantajoso. Por exemplo, dormir até mais tarde em vez de acordar para fazer exercícios físicos. Para driblar esse pensamento, é preciso dar a si mesmo motivos mais fortes para ir e realizar o que se propôs. Dessa forma, procure pensar nos benefícios de vencer a preguiça a se exercitar, considere a saúde, a disposição e a sensação que irá experimentar após concluir a atividade.

6 – Concentre-se em uma coisa de cada vez

Em vez de querer abraçar o mundo e realizar várias atividades de uma só vez, concentre-se em apenas uma. Acredite, muitas pessoas acham que sendo multitarefas estarão ganhando tempo, mas na verdade dificilmente conseguirão realizar todas com a mesma qualidade que poderiam. Além disso, há um desgaste maior por fazer tudo ao mesmo tempo, aumentando as chances de fadiga e, consequentemente, preguiça.

7 – Elimine as distrações do ambiente

Se quer se manter motivado e concentrado para realizar suas tarefas, elimine as distrações do ambiente. Essa dica também vale para pessoas que desejam se alimentar melhor, no caso, as distrações são os alimentos calóricos e pouco saudáveis. Se você não os tiver em casa, para comer terá que ir até o supermercado ou pedir para entregarem. Essa “dificuldade” acaba impedindo que ceda aos impulsos.

8 – Planeje uma forma de se recompensar depois de realizar suas tarefas

O cérebro humano gosta de ser recompensado, as recompensas são como sinais de que se está no caminho certo. Por isso, lembre-se de planejar formas de premiar a si mesmo pelo seu esforço. Os tipos de prêmios devem considerar as suas preferências, afinal, a ideia é que você se motive ao longo do dia pensando que, no final, terá momentos agradáveis fazendo algo que gosta muito.

9 – Mude seus hábitos

Se tem o hábito de chegar do trabalho, se jogar no sofá e sair dele apenas na hora de comer, mude isso. Experimente chegar e já ir direto trocar de roupa para se exercitar ou cuidar da louça que não pode ser lavada mais cedo. Pequenas mudanças na rotina são capazes de grandes e positivas transformações.

10 – Tenha clareza em relação aos seus objetivos

Se você não sabe para onde está caminhando, corre o risco de ficar desanimado e se deixar levar pela preguiça. Tenha sempre clareza em relação aos seus objetivos, porque é isso que irá te motivar a se levantar das camas todos os dias para fazer o que quer que seja. Se não parou para refletir sobre isso, comece a pensar hoje mesmo. Como deseja estar daqui um, cinco ou dez anos? Você pode, basta que se planeje, se dedique e não desista!

Frases motivacionais para superar a preguiça

Ao longo do artigo falamos muito a respeito da motivação e sua importância para vencer a preguiça. Pensando nisso, selecionamos algumas frases poderosas que irão te motivar a se dedicar e dar o seu melhor em tudo o que fizer, veja!

“A inspiração é um hóspede que não costuma visitar os preguiçosos.” – Tchaikovsky.

“Se você esperar as frutas caírem, estará perdendo tempo enquanto outros aprendem a subir na árvore.” – Michael Bassey Johnson.

“A preguiça pode até parecer atraente, mas é o trabalho que dá satisfação.” – Anne Frank.

“Amanhã é o único dia do ano que agrada a um homem preguiçoso.” – Jimmy Lyons.

“Você nunca terá sorte enquanto estiver sentado no sofá com os braços cruzados e sem fazer nada. A sorte virá apenas quando mostrar que está preparado.” – Nesta Jojoe Erskine.

“A única vez em que um preguiçoso consegue realizar algo é quando ele tenta não fazer nada.” – Evan Esar.

“Curiosamente, é apenas o primeiro passo que é o mais difícil de dar, o restante simplesmente se encaixa.” – Lao Tzu.

“Você não pode passar a vida toda lamentando pela sua falta de ação. É melhor tentar e falhar do que não tentar.” – Karen Lamb

“O fracasso não é nosso único castigo pela preguiça; há também o sucesso dos outros.” – Jules Renard.

“A ociosidade é apenas o refúgio de mentes fracas.” – Philip Stanhope.

“Desculpas são as ferramentas com as quais as pessoas sem propósito visam construir para si grandes monumentos de nada.” – Steven Grayhm.

“As pessoas que costumam desfrutar do conforto da preguiça geralmente pagam um preço alto no final.” – Chia Thye Poh

Qual vai ser a sua primeira atitude para superar a preguiça? Acredite em si, tome uma atitude e dê o primeiro passo rumo a uma vida com mais significado e motivação!

 



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010