Saiba quais são os arquétipos da personalidade de Jung

cérebro com labirinto

Confira os 12 arquétipos mais populares atualmente.

O psiquiatra Carl Gustav Jung defende que todas as pessoas possuem seis arquétipos que constituem seu inconsciente. Para ele, que é fundador da psicologia analítica, os arquétipos são estruturas universais provenientes do inconsciente coletivo.

De acordo com o especialista, todas as pessoas possuem uma herança biológica que, somada à herança psicológica, é determinante para definir seu comportamento. Vamos entender melhor? Acompanhe e confira!

Arquétipos: um recurso interno

Quando não conseguimos acessar um determinado recurso interno podemos recorrer aos arquétipos, um tipo de herança inconsciente. Trata-se de imagens internas a respeito de quem somos e dos outros que nos ajudam a ter um sentimento de maior poder. Um exemplo é a simbologia do guerreiro. 

A figura do guerreiro sempre existiu em todas as culturas, independentemente da época. Provavelmente você consegue se lembrar de momentos da vida em que a energia desse símbolo te ajudou a concluir alguma tarefa. Momentos em que foi necessário ter coragem e determinação de um guerreiro ou guerreira para enfrentar uma batalha. 

Os arquétipos de Carl Jung

Boa parte da trajetória profissional de Jung foi dedicada ao estudo dos arquétipos. É interessante observar que eles já existiam bem anteriormente ao seu trabalho. Para confirmar essa afirmação basta observarmos a existência de figuras mitológicas, por exemplo. 

Na Antiguidade, os arquétipos eram bastante empregados para controlar ou gerar comportamentos desejados. Atualmente, essas ferramentas são utilizadas com os mesmos objetivos.

Embora não percebamos o quanto os arquétipos influenciam em nosso dia a dia, é essencial entender como eles mexem com as nossas emoções. Confira a seguir os arquétipos da personalidade de Jung. 

Ego

O Ego é um dos maiores arquétipos da personalidade, sendo o centro da consciência. Ele é o responsável por fornecer um sentido sólido à vida e proteger o indivíduo de tudo aquilo que ameaça sua consciência. É responsável por fazer com que ele analise detalhadamente cada situação e planeje as ações antecipadamente.

Persona

O arquétipo da persona é a forma como o indivíduo se apresenta para o mundo, o que inclui: estilo, expressão pessoal, vestimenta, vocabulário. Persona, portanto, é o caráter que a pessoa assume para o mundo.

Sombra

A sombra é oriunda do inconsciente coletivo e pode permitir acesso à parte importante do material do inconsciente que é rejeitado pelo ego e pela persona. A sombra é o centro do material reprimido pela consciência, sendo composta pelas memórias, desejos e tendências que foram rejeitadas por serem incompatíveis com a persona. 

Quando o material da sombra se torna consciente, ela perde muito de sua característica assustadora e obscura. Porém, lidar com as sombras é um processo de uma vida inteira.

Anina (homens) e Animus (mulheres)

Esse arquétipo é um dos mais influentes e importantes, pois é regulador de comportamento e representa a estrutura inconsciente do sexo oposto. A maior influência desse arquétipo são os pais do sexo oposto — a mãe para o menino e o pai para a menina.

Self

O Self não é só o centro do ser, mas tudo que diz respeito ao consciente e inconsciente que não são opostos um ao outro, mas metades. Segundo Jung, o Self designa a personalidade total.

Conheça os 12 arquétipos e seus significados 

Tendo os estudos de Jung como base foram desenvolvidos 12 arquétipos mais populares. Eles foram apresentados no livro “O Herói e o Fora da Lei”, de Margaret Mark e Carol Pearson.

Pelo fato de revelarem as características do que nos atrai, os arquétipos passaram a ser particularmente estudados pela área do Marketing. O objetivo é entender o que gera emoções e sentimentos nas pessoas. Confira a seguir os 12 arquétipos mais populares atualmente. 

Arquétipo do Sábio

Refere-se ao indivíduo que está em busca de conhecimento e que se dedica à autorreflexão. É uma pessoa que analisa profundamente as situações, agindo com sabedoria e inteligência. 

Arquétipo do Mago

É aquele indivíduo que crê na possibilidade de um mundo diferente, acredita de verdade na transformação e na revolução. Age para que as relações possam ser renovadas na busca por essa transformação. 

Arquétipo do Explorador

É o perfil que gosta de liberdade para agir e descobrir o melhor do mundo. Está sempre buscando novas experiências, fugindo de situações que se caracterizam como rotina. 

Arquétipo do Criador

Podemos dizer que esse é o arquétipo que corresponde à imagem do artista e do inventor. É aquela pessoa que deixa sua imaginação ganhar vida, cria o que não existe ainda. 

Arquétipo do Herói

Bastante presente em lendas e filmes, o herói é aquele guerreiro que não tem medo de nada. É alguém que luta para proteger aqueles que ama e não tem medo de enfrentar os perigos. 

Arquétipo do Rebelde

Trata-se de uma pessoa que pensa de maneira diferente dos demais, evita os padrões. Crê que as regras podem ser quebradas e que isso pode levar a resultados positivos. 

Arquétipo do Amante

Diz respeito às pessoas que dão grande valor às relações. Esse arquétipo é muito sensível e se sente realizado ao amar e ser amado. 

Arquétipo do Tolo

Um arquétipo que tem como foco se divertir, aproveitar os bons momentos e sempre fazer piadas com tudo o que acontece. Pode ser entendido como um louco, tem grande autenticidade e gosta de rir de si mesmo. 

Arquétipo do Cuidador

É aquele indivíduo que gosta de cuidar dos outros e que está sempre pensando em formas de deixar todos bem. É uma pessoa muito prestativa e que está sempre disposto a ajudar quem precisa. 

Arquétipo do Homem Comum

Aquele que age de acordo com o esperado pela sociedade. Costuma ser bom para quem o rodeia. No entanto, pode acabar perdendo a sua individualidade

Arquétipo do Inocente

Tem a capacidade de enxergar os pontos positivos em todas as situações. É alguém com grande espontaneidade, mas que pode ser ingênuo muitas vezes. 

Arquétipo do Governante

Caracteriza-se como o arquétipo do líder. É aquele que tem autoridade e sabe se impor, mas que algum momento pode se tornar autoritário para fazer com que prevaleça a sua vontade. 

Gostou deste artigo?  Deixe aqui sua opinião e compartilhe este conteúdo em suas redes sociais!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds