A Importância da Avaliação Comportamental Disc

recrutadora avaliando o perfil de diversos candidatos

No ambiente corporativo, a importância da avaliação comportamental DISC fica evidente em recrutamentos e seleções.

Você já ouviu falar a respeito da avaliação comportamental DISC? Trata-se de uma metodologia bastante utilizada por profissionais que atuam no setor de gestão de pessoas e desenvolvimento humano.

É um método que segue uma premissa bem interessante de se concentrar na identificação dos traços comportamentais predominantes de cada indivíduo. Continue lendo para saber mais sobre essa metodologia de avaliação e a sua importância.

O que é a Avaliação Comportamental DISC?

A ferramenta de avaliação comportamental DISC é conhecida em todo mundo. Teve sua origem ainda na antiguidade, quando o filósofo Empédocles (444 a.c) constatou que a natureza era composta fundamentalmente por quatro elementos: ar, água, terra e fogo.

Muitos séculos depois, como falaremos mais adiante, essa ideia evoluiu para o modelo DISC. A metodologia, de acordo com quatro modelos comportamentais distintos, aponta as características natas de cada um dos perfis.

No ambiente corporativo, a importância da avaliação comportamental DISC fica evidente em recrutamentos e seleções. Nessas situações ela é utilizada para mapear comportamentos e emoções dos candidatos e de colaboradores que serão realocados. Tudo isso de acordo com as necessidades da empresa e as competências exigidas para determinados cargos.

A base de trabalho da avaliação comportamental DISC é identificar os traços comportamentais predominantes de cada indivíduo. A partir do conhecimento das tendências comportamentais do indivíduo é possível ter mais embasamento para tomar decisões estratégicas. As informações a respeito de perfis comportamentais fornecidas por essa metodologia garantem mais coerência para a avaliação de pessoal.

Além de ter a possibilidade de traçar estratégias mais completas para o desenvolvimento profissional, há uma análise mais justa do ser humano. A avaliação considera os perfis predominantes e não coloca ninguém em uma posição de superioridade. Os perfis traçados ajudam a definir quem se dará melhor em cada atividade de acordo com suas habilidades. A análise de comportamento contribui para evitar adotar vieses extremos.

Preencha AGORA o formulário para descobrir!

Avaliação comportamental DISC: como surgiu?

A origem da avaliação comportamental DISC remonta a década de 1920 quando foi lançado o livro “As emoções das pessoas normais”, escrito por William Marston, PhD em Psicologia pela Universidade de Harvard. Nessa obra, Marston descreve a existência de quatro tipos comportamentais principais, confira abaixo.

Dominância (dominance)

Está relacionada ao modo como cada pessoa lida com as dificuldades e os desafios. Profissionais com este perfil são mais competitivos, objetivos e orientados para os resultados. Perfil associado com o controle, poder e coerência.

Influência (influence)

Diz respeito à capacidade de se relacionar e influenciar os outros. Pessoas com este perfil são mais comunicativas, otimistas, populares e têm mais facilidade para trabalhar em grupo. Perfil que está relacionado à comunicação e às relações sociais.

Estabilidade (steadiness)

Refere-se a como cada pessoa lida com mudanças. Entre as qualidades comportamentais deste perfil destacamos: constância, paciência e capacidade nata para ouvir e ser amistoso. Perfil que se associa à paciência e à persistência.

Cautela (conscientiousness)

Esta característica define como cada pessoa lida com as regras estabelecidas, e as respeita. Entre os comportamentos que melhor definem profissionais deste perfil, destacamos como: perfeccionistas, analíticas e detalhistas. Perfil que se relaciona à organização e a criação de uma estrutura.

É importante citar que, embora tenha sido Marston quem sistematizou a metodologia, a inspiração veio de Empédocles, citado no início, além de Hipócrates e Galeno. Os dois últimos elaboraram as denominações: colérico, sanguíneo, fleumático e melancólico em seus estudos de medicina.

Perfil DISC: a evolução

Tomando por base as publicações de Marston, foram desenvolvidas diversas ferramentas para definir em qual perfil comportamental cada indivíduo se encaixa. O ideal é procurar por um sistema validado, preferencialmente por uma unidade brasileira. Uma ferramenta de avaliação DISC validada em território nacional oferece mais possibilidades de adequação.

Uma das adequações mais relevantes é a de nomenclatura, já que a tradução nem sempre passa a ideia certa a respeito de cada perfil. As nomenclaturas utilizadas no Brasil são: Executor, Comunicador, Planejador e Analista.

Conhecendo os perfis da avaliação comportamental DISC

Antes de qualquer coisa, é necessário dizer que toda pessoa possui um pouco dos quatro perfis. Contudo, os indivíduos tendem a apresentar um ou dois perfis predominantes. Conhecer as características dos quatro perfis e analisar a equipe permite desenvolver estratégias mais alinhadas com os colaboradores. A seguir você poderá conhecer mais sobre os quatro perfis.

1. Executor

O perfil executor se caracteriza por dois princípios: resultado e velocidade. São pessoas mais alinhadas com a ação e com o desejo de visualizar os resultados de seu trabalho. Os executores tendem a ser pessoas muito ativas, dinâmicas e dedicadas. Por serem indivíduos de posicionamento forte e autoconfiança, tendem a ser bons líderes. Os obstáculos estimulam o executor a buscar cada vez melhor desempenho.

A impulsividade presente nesse perfil tende a ser a sua grande dificuldade, pois há a tendência de agir antes de pensar. Em algumas situações, o seu posicionamento forte pode soar como comportamento autoritário e inflexibilidade. Se o perfil executor for o predominante, é fundamental cuidar para que não ocorram desgastes.

2. Comunicador

O perfil comunicador é direcionado para as pessoas e as suas relações, a base das suas ações é a conexão. Os indivíduos em que esse perfil predomina tendem a dar muito valor para as relações interpessoais no ambiente de trabalho. Com isso, têm grande facilidade para trabalhar em equipe.

Dentre as características predominantes deste perfil estão ter boa argumentação e ser bastante sociável. Também podem ser persuasivos, movimentando a equipe em busca de resultados. Uma dificuldade que pode existir diz respeito à grande necessidade de atenção, que nem sempre está disponível.

3. Planejador

Os dois princípios norteadores do perfil planejador são: harmonia e equilíbrio. A previsibilidade das situações funciona como combustível para seu entusiasmo. O planejador é bastante prudente e cuidadoso, características que se traduzem em um comportamento calmo. Gosta de rotina e de agir de acordo com as regras.

Pelo fato de ter tanto apreço pela linearidade pode ser que faltem algumas características criativas. Outro ponto problemático diz respeito ao planejamento extremo, que pode levar esse perfil a travar suas ações. A necessidade de ter uma compreensão completa do cenário impede que o planejador aja em muitos casos.

4. Analista

O foco do perfil analista é executar todas as suas atividades com o máximo de qualidade. Dessa forma, é um indivíduo muito atento aos detalhes, tornando-se extremamente perfeccionista. Tem a capacidade de fazer excelentes análises de risco. Caracterizam-se por sua sensibilidade e dificuldade de demonstrar as suas emoções.

Embora seja um perfil voltado para a arte, o analista pode se tornar demasiadamente rígido por sua busca incessante pela qualidade. O pessimismo também pode se tornar uma trava, já que o analista tende a sempre achar que algo dará errado. No entanto, tem muita energia para a execução das tarefas.

Você já perguntou a si mesmo se é verdadeiramente feliz?
Clique aqui e descubra qual é o grau da sua felicidade!

Qual a importância da avaliação comportamental DISC?

Esse método de avaliação permite conhecer mais profundamente as pessoas com quem você trabalha. A partir da identificação do perfil ou perfis predominantes em um indivíduo, torna-se mais fácil considerar em quais atividades alocá-lo. A compreensão de que forma os profissionais podem colaborar com mais efetividade torna possível estimulá-los a realizar todo o seu potencial.

Identificar os perfis predominantes nos membros da sua equipe contribui para uma distribuição mais eficiente de tarefas. A avaliação comportamental DISC pode ser aplicada na seleção e recrutamento de pessoal, treinamentos, plano de carreira, entre outros. Conhecer profundamente cada membro da sua equipe contribui para trabalhar com mais eficiência.

Coaching Assessment – A avaliação comportamental do IBC

O Instituto Brasileiro de Coaching – IBC inovou ao criar seu exclusivo e poderoso método de mapear as competências comportamentais dos profissionais, o Coaching Assessment.

Trata-se do mais moderno Sistema de Identificação de Perfil Profissional/Comportamental. É baseado na metodologia DISC e destinado a:

  • Seleção de pessoas/candidatos;
  • Remanejamento individual ou de grupos;
  • Construção de equipes;
  • Gestão motivacional de pessoas;
  • Autoconhecimento;
  • Direcionamento de carreira ou de vida;
  • Mapeamento comportamental para prever possibilidades nas mais diversas circunstâncias profissionais ou pessoais.

Esse instrumento, validado e certificado pela Universidade de Minas Gerais – UFMG e pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, é uma evolução do modelo DISC e foi desenvolvido de acordo com as características do povo brasileiro. Por tudo isso, tem um poder ainda maior de acerto.

Benefícios da aplicação do Coaching Assessment

  • Motivação;
  • Redução do Turnover;
  • Recrutamento Interno;
  • Mapeamento de Equipes;
  • Potencialização do Coaching;
  • Gestão de Conflitos Internos;
  • Realocação de Colaboradores;
  • Desenvolvimento de Lideranças;
  • Assertividade no Recrutamento e Seleção;
  • Treinamento e Desenvolvimento Direcional;
  • Mapeamento de Competências Comportamentais;

Gostou de conhecer mais sobre a importância da avaliação comportamental DISC? Aplique na sua empresa! Aproveite para deixar seu comentário sobre o assunto abaixo e compartilhar o conteúdo através das suas redes sociais para passar o conhecimento adiante!

Imagem: Por Elnur

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.

 

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds