Você, de fato, sabe o que é ter estresse? Saiba a diferença entre estress e distress

Homem estressado

O estresse é divido em duas fases: o eustress e o distress. O eustress auxilia na produtividade e o deustress pode interferir na capacidade de concentração da pessoa.

O ritmo de vida atual, junto a problemas emocionais, carga e condições de trabalho, problemas financeiros, perfeccionismo e violência urbana são alguns fatores influenciadores no nível de estresse no indivíduo.

Como você já deve saber, o estresse é uma reação do organismo quando o ser humano entra em contato com determinada situação. Mas, você sabia que em certos momentos ele pode ser benéfico?

A questão é que cada indivíduo responde de maneira diferente às situações. Sendo assim, o que pode resultar em algo positivo para você pode não surtir o mesmo efeito em outra pessoa, por exemplo. O estresse pode ser positivo (eustress) ou negativo (distress) e o corpo humano produz ambos.

A forma como cada pessoa responde às situações do dia a dia é que define o tipo de estresse gerado em cada momento. No artigo a seguir iremos explicar com mais detalhes os conceitos de eustress e distress. Entenda a diferença entre eles e como lidar com esses dois tipos de estresse. 

Eustress e Distress: saiba a diferença

O estresse, em sua fase inicial, produz adrenalina, o que gera energia e torna a pessoa mais produtiva. O nome que se dá a esse estágio é eustress. Neste caso, ele é algo construtivo, que estimula o indivíduo, aumenta seu envolvimento, mantém a concentração focal, provoca a sensação de bem-estar, gera controle da situação e, consequentemente, impulsiona a ação. É o caso de uma promoção no trabalho, o nascimento de um filho e conhecer pessoas novas.

Já quando o estresse se torna prejudicial ao ser humano, ele é denominado distress. O estresse negativo se manifesta quando a pessoa não consegue se adaptar à determinada situação, tornando-se incapaz de se concentrar, mudar tal circunstância e voltar ao seu estado normal.

Como reação, o corpo provoca desequilíbrio físico e emocional, ansiedade, insônia, dores variadas no corpo, distúrbios alimentares, queda das defesas imunológicas, agressividade e baixa eficiência. Além disso, também pode gerar problemas no trabalho e na vida pessoal. O distress intimida o ser humano, fazendo com que ele fuja do problema e não tente solucioná-lo.

Como evitar o distress? 

Você pode incorporar determinadas ações para que o eustress torne-se parte da sua rotina e, consequentemente, possa melhorar a sua qualidade de vida. Conheça algumas delas:

1. Organize-se

Organize seu tempo para que prazos e tarefas possam ser cumpridos de acordo com o planejado. Um dos principais estímulos do distress é exatamente essa sensação de que não se tem controle sobre tudo o que precisa ser feito. Sabe quando parece que você está o tempo todo correndo em círculos e não consegue cumprir suas obrigações por mais que tente? 

Essa sensação é o que leva seu organismo ao distress, você pode evitá-la se organizando de forma realista. Isso significa não tentar cumprir uma lista que não cabe no total de horas disponíveis. Quando você se organiza consegue ser mais produtivo, mas ainda assim não será capaz de milagres então seja realista acima de tudo. 

2. Tenha um tempo para você

Ter momentos de lazer ou para simplesmente não fazer nada é fundamental para a sua saúde mental. Lembra-se da organização que citamos acima? Nela você deverá incluir alguns momentos que serão dedicados somente à realização de atividades pessoais. Tenha um hobby, como: leitura, assistir filmes e séries, arte, trabalho voluntário etc.

3. Durma as horas necessárias

Uma boa rotina de sono é fundamental para ser uma pessoa mais produtiva e concentrada. Quando você está totalmente focado nas suas tarefas têm resultados mais positivos e dessa forma fica mais tranquilo dormindo melhor. Percebeu como descrevemos um círculo virtuoso? Dormir bem te ajuda a ser mais focado e ser mais focado te ajuda a dormir melhor. 

4. Separe a vida pessoal da profissional

Uma das grandes fontes de distress é a sobreposição da vida pessoal e profissional. Essas são duas esferas distintas e como tal devem ser vivenciadas separadamente. Faça um acordo com você mesmo, quando entrar no escritório deixará seus problemas pessoais do lado de fora. Quando sair do escritório deixará as questões profissionais lá. Tenha disponibilidade para a sua família e amigos.

4. Viaje 

Planeje viagens, assim você pode sair da sua zona de conforto. Quanto mais diferente da sua realidade for o destino, mais enriquecedora será a experiência. 

5. Desabafe

Partilhe de forma moderada seus problemas com outras pessoas, de preferência amigos que não façam parte da sua vida profissional. Dividir como se sente com alguém é uma forma de aliviar o peso que você carrega. 

6. Faça exercícios físicos

A prática de exercício libera endorfina, substância que causa sentimentos agradáveis. Você perceberá que, com o passar do tempo, se sentirá mais motivado a realizar suas atividades do dia a dia. Escolha uma atividade de que goste, esse será um momento de extravasar. 

7. Tenha uma alimentação equilibrada

Comer bem é fundamental para ter energia para realizar todas as suas tarefas e para manter a sua saúde em dia. Evite fast foods e alimentos muito gordurosos. 

8. Defina prioridades

Você vive com tarefas acumuladas e atrasadas? O segredo para evitar o distress é definir prioridades entre todas as atividades listadas. 

9. Não adie tarefas

Tenha como seu lema: “o que pode ser feito hoje deve ser feito hoje para não me sobrecarregar amanhã”. 

10. Entenda seus limites

Você não precisa salvar o mundo, precisa apenas ser produtivo e cuidar bem de si mesmo. 

11. Evite o perfeccionismo

Lembre-se de que ninguém é perfeito, então não adiante estabelecer esse parâmetro para si mesmo. 

12. Não antecipe problemas

Quando você antecipa problemas pode “pintar” as situações piores do que elas realmente são. Não se preocupe com situações imaginárias.

As situações cotidianas, as várias horas no trabalho e os diversos problemas que você enfrenta durante a vida são alguns dos fatores que podem ser obstáculos para o alcance do eustress. Sendo assim, o Coaching pode, através de ferramentas adequadas, ajudá-lo a traçar metas, entender mais sobre si mesmo e, assim, eliminar o distress da sua rotina e atingir resultados extraordinários.

Conseguiu identificar qual dos tipos de estresse está presente no seu dia a dia? Comente abaixo e compartilhe este artigo nas redes sociais para passar o conhecimento adiante!

José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63

This will close in 0 seconds