Para alcançar o sucesso, também é necessário descansar

É preciso descansar

Para sermos capazes de alcançar resultados incríveis precisamos também de uma pausa, precisamos descansar.

Circula pelas conversas, e principalmente pela internet, um mito de que para que uma pessoa seja bem-sucedida, ela deve ignorar os momentos de descanso. Isso não apenas é inverídico como também extremamente perigoso para a nossa saúde física e mental.

A romantização de pessoas que trabalham ou que estudam 16 horas por dia não pode ser naturalizada. Esses hábitos são nocivos e, paradoxalmente, podem comprometer a nossa produtividade e a nossa capacidade de aprendizado num futuro não muito distante. Para saber mais sobre a importância do descanso, continue a leitura deste artigo.

Quer eliminar hábitos tóxicos da sua vida?

Preencha AGORA o formulário para saber como!

logo detox branca

Por que é importante descansar?

O descanso não é um luxo, mas uma necessidade humana. Diz a literatura religiosa que até mesmo Deus descansou no sétimo dia da criação do mundo para deixar a lição do repouso à humanidade. O período de descanso é tão importante quanto o período do trabalho e do estudo.

Descansar o corpo e a mente é essencial. O ser humano não é uma máquina. Ele é composto por músculos e órgãos que funcionam até alcançarem um pico de produtividade. Quando esse pico é ultrapassado, a produtividade das pessoas começa a diminuir. Ignorar esses sinais e tentar ir além pode provocar sérios danos.

Na musculação, por exemplo, uma pessoa que exagera na prática pode sofrer com lesões no tecido muscular, nas articulações e até mesmo nos ossos. Processo similar ocorre com a saúde mental: um indivíduo que não descansa a mente pode sofrer com quadros graves de estresse, ansiedade e depressão. Até mesmo o sistema imunológico enfraquece quando as pessoas não descansam. Quer algo mais prejudicial ao seu sucesso e à sua vida do que ficar doente?

O período do repouso e do sono é essencial para que o corpo restabeleça as suas energias, de modo que possamos ser novamente produtivos no dia seguinte. Relaxar, passar um tempo de qualidade com as pessoas que amamos e ter boas noites de sono são hábitos essenciais para que possamos manter a saúde física e mental — sem as quais, não há sucesso.

As noites, os fins de semana e as férias não existem à toa. Precisamos nos afastar momentaneamente do trabalho para que possamos recuperar as energias, a criatividade, o ânimo e a disposição.

A Síndrome de Burnout

Você sabia que existe uma doença especificamente desencadeada pela falta de descanso físico e mental? É a síndrome de burnout — uma doença psíquica provocada pela exaustão extrema. Geralmente, ela é consequência de um acúmulo de responsabilidades, compromissos e tarefas na vida profissional.

Assim, indivíduos que trabalham em longas jornadas e que trabalham constantemente sob pressão, sem o devido descanso, tendem a sofrer com essa síndrome. É o caso de professores, médicos e publicitários, por exemplo.

Os sintomas dessa síndrome podem ser físicos ou psicológicos, tendo certa similaridade com quadros de depressão e de ansiedade. Os principais sinais incluem: intenso cansaço físico e mental, insônia, problemas de concentração, alterações no apetite, oscilações de humor, episódios de pressão alta, falhas na memória, baixa autoestima, desânimo, dores generalizadas pelo corpo e pela cabeça, isolamento social, pensamentos negativos, pessimismo, sensação de fracasso e tristeza.

O tratamento é feito com acompanhamento médico (psiquiátrico) e psicológico. No entanto, é sempre bom reforçar que prevenir é muito melhor do que remediar, não é mesmo? Dessa forma, para evitar que a sua carreira torne-se um fardo prejudicial ao seu sucesso e à sua saúde, separamos algumas dicas de relaxamento. Confira-as a seguir.

5 dicas para descansar e manter a produtividade

1. Defina os seus dias e horários de dedicação à vida profissional

Essa dica vale para todo mundo, especialmente para os profissionais autônomos, freelancers, empreendedores e até mesmo para o trabalhador comum em teletrabalho. É preciso definir dias e horários específicos para trabalhar. É necessário que você tenha ao menos um dia semanal de descanso e evite trabalhar mais do que 8 horas por dia.

Aproveite os fins de semana e feriados, determine quando serão as suas férias e não aceite trabalhar em nenhum desses dias, salvo em caso de grande necessidade. Não há nada de saudável ou de produtivo em abrir mão do descanso para prolongar o expediente.

2. Saiba dizer “não”

Se alguém lhe fizer uma proposta para a qual você não tem tempo, não tem energia, não tem conhecimento, não se sente preparado ou que seja abusiva de alguma maneira, saiba dizer “não”. A única pessoa que vai lutar por seus direitos e por sua saúde é você mesmo. Se você não souber se impor nesse sentido, vai começar a abrir brechas das quais será difícil se desvencilhar depois.

Quando assumimos mais tarefas do que damos conta ou quando nos enveredamos por atividades que estão fora das nossas habilidades e interesses, naturalmente perdemos energia e motivação. Consequentemente, isso se converte em problemas de saúde e em entregas de trabalhos com atraso ou com baixa qualidade. Você, que não soube dizer “não” por medo de desapontar o chefe, acabou desapontando-o mesmo assim e se desgastando. Evite!

3. Não negligencie o seu sono

É fato que a necessidade de sono de uma pessoa pode ser diferente das necessidades de outras. No entanto, é sabido que aqueles que dormem menos de 6 horas por noite tendem a ter mais problemas de saúde física e mental, o que inclui estresse e hipertensão, por exemplo.

Durante o sono, o cérebro organiza os nossos pensamentos, e as células do corpo se refazem, eliminando toxinas e fortalecendo o sistema imunológico. Assim, privar-se do sono pode, portanto, provocar diversos problemas de saúde, que não apenas comprometem a produtividade diária, como também colocam a nossa vida em risco.

4. Passe um tempo de qualidade com as pessoas que você ama

Conviver com familiares, amigos e demais pessoas das quais gostamos é extremamente benéfico para a nossa saúde. Pessoas que se privam desse convívio social por estarem dedicadas ao trabalho ou ao estudo em demasia perdem qualidade de vida.

Pesquisas em psicologia têm apontado que o isolamento social é um agente estressor considerável. Em contrapartida, as pessoas que têm uma vida social ativa e que se envolvem em atividades com os seus amigos e familiares tendem a ter mais saúde e bem-estar em seu dia a dia.

5. Pratique atividades que lhe dão prazer

Você tem hobbies? Eles são atividades de pouca importância, mas que produzem uma grande sensação de bem-estar. Algumas pessoas gostam de ler, praticar esportes, meditar, cantar, escrever, desenhar, fazer artesanato, cozinhar, cuidar de plantas e animais, tocar instrumentos musicais, enfim, opções não faltam.

Essas atividades são valiosas para a saúde física e mental, pois permitem que possamos nos distrair das preocupações constantes com estudos e trabalho. Elas promovem relaxamento, combatem a depressão e a ansiedade e ainda nos divertem. Encontre aquilo que lhe faz bem!

E você, tem descansado adequadamente ou tem acreditado na falsa ideia de que sucesso e descanso são conceitos opostos? Quais das dicas acima você tem colocado em prática? Deixe o seu comentário no espaço abaixo.

Por fim, faça um gesto de gentileza e compartilhe este artigo com aquele seu colega ou familiar que está exagerando na dose. Publique este texto nas suas redes sociais para que mais pessoas adquiram a consciência dos malefícios físicos e mentais da falta de descanso adequado.

Imagem: Por Grusho Anna

O artigo é bom, né?

No IBC é assim, não custa nada evoluir e alcançar resultados extraordinários. Se você quer seguir por esse caminho de evolução é só baixar o nosso e-book gratuito,
Tudo sobre Coaching. Preencha o formulário abaixo com seus dados para ler.
José Roberto Marques

Sobre o autor: José Roberto Marques é referência em Desenvolvimento Humano. Dedicou mais de 30 anos a fim de um propósito, o de fazer com que o ser humano seja capaz de atingir o seu Potencial Infinito! Para isso ele fundou o IBC, Instituto que é reconhecido internacionalmente. Professor convidado pela Universidade de Ohio e Palestrante da Brazil Conference, na Universidade de Harvard, JRM é responsável pela formação de mais de 50 mil Coaches através do PSC - Professional And Self Coaching, cujo os métodos são comprovados cientificamente através de estudo publicado pela UERJ . Além disso, é autor de mais de 50 livros publicados.



*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Deixe seu Comentário

IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Av. Prof. Venerando Freitas Borges, 561 - Setor Jaó - Goiânia/ GO - CEP: 74.673-010
CNPJ: 31.328.744/0001-63